Autor: Carlos Santiago
Gabriela Sou da Paz
Diga não à impunidade
Blog Blog   |   Fale Conosco Fale Conosco   |   Cadastro Cadastro   |   Depoimento Depoimento
 
 
 
Você está em: Inicial > memorial > perfil.php

Ricardo dos Santos (Assassinato)



 


Participe Participe cadastrando seu caso de impunidade.

Aviso O Movimento Gabriela Sou da Paz não se responsabiliza pela exatidão e veracidade das informações contribuidas voluntariamente abaixo.


Data do Ocorrido: 19/01/2015

Localização: Palhoça (SC)

Data de Nascimento: 00/00/1991 (24 anos)

Data de Falecimento: 20/01/2015

Sexo: Masculino Masculino
 
Depois de uma incrível batalha pela sobrevivência, o atleta Ricardo dos Santos não resistiu e faleceu em 20/01/2015, no hospital regional de São José (SC).
 
Ricardinho, como é conhecido, levou três tiros entre o tórax e o abdômen, na manhã de segunda-feira (19), após um desentendimento com o policial Luis Paulo Mota Brentano, que estava acompanhado do irmão, menor de idade. O crime aconteceu em frente à casa da família de Ricardinho, na Guarda do Embaú, em Palhoça, Santa Catarina.
 
O atleta passou por quatro cirurgias e recebeu mais de 100 bolsas de sangue, mas seu organismo não suportou.
 
Segundo o médico do hospital, Dr. Guilherme Genovez, Ricardo dos Santos teve múltiplos ferimentos no abdômen e tórax, com lesões hepáticas e vasculares gravíssimas e sangramento abdominal e no tórax.
 
O corpo do surfista Ricardo dos Santos foi enterrado pouco depois das 12h na quarta-feira (21) no cemitério de Paulo Lopes, na Grande Florianópolis. O velório ocorreu desde 23h de terça na Guarda do Embaú, Palhoça, onde o atleta nasceu e morava.
 
Além do policial militar, o irmão dele, menor de idade, foi apreendido, porém liberado horas depois. O agente público estava de férias, segundo a PM informou em nota. Conforme o texto, ele responderá inquérito administrativo, além do que foi instaurado pela Polícia Civil. 

O Instituto Médico Legal (IML) divulgou na quarta-feira (21) o laudo cadavérico de Ricardo dos Santos. Segundo o IML, o surfista foi atingido por duas balas, não três, como se suspeitava inicialmente, pois o corpo apresentava três perfurações. Um dos projéteis atingiu o lado esquerdo do corpo, atravessou e saiu pelo lado direito, perfurando órgãos internos. O outro tiro acertou as costas, já que a bala ficou alojada na vértebra lombar.
 
O policial militar, que confessou ter feito os disparos, foi preso em flagrante e está detido em uma sala especial do 8º Batalhão da PM, em Joinville, onde ele trabalha desde 2008.
 
Sandra Domingues, com informações do G1

Depois de uma incrível batalha pela sobrevivência, o atleta Ricardo dos Santos não resistiu e faleceu em 20/01/2015, no hospital regional de São José (SC).
 
Ricardinho, como é conhecido, levou três tiros entre o tórax e o abdômen, na manhã de segunda-feira (19), após um desentendimento com o policial Luis Paulo Mota Bretano, que estava acompanhado do irmão, menor de idade. O crime aconteceu em frente à casa da família de Ricardinho, na Guarda do Embaú, em Palhoça, Santa Catarina.

Além do policial militar, o irmão dele, menor de idade, foi apreendido, porém liberado horas depois. O agente público estava de férias, segundo a PM informou em nota. Conforme o texto, ele responderá inquérito administrativo, além do que foi instaurado pela Polícia Civil. 

O Instituto Médico Legal (IML) divulgou na quarta-feira (21) o laudo cadavérico de Ricardo dos Santos. Segundo o IML, o surfista foi atingido por duas balas, não três, como se suspeitava inicialmente, pois o corpo apresentava três perfurações. Um dos projéteis atingiu o lado esquerdo do corpo, atravessou e saiu pelo lado direito, perfurando órgãos internos. O outro tiro acertou as costas, já que a bala ficou alojada na vértebra lombar.
 
O policial militar, que confessou ter feito os disparos, foi preso em flagrante e está detido em uma sala especial do 8º Batalhão da PM, em Joinville, onde ele trabalha desde 2008.


Não será publicado.




Desejo Receber Informativos (não enviamos SPAM)





Anthony Richard Belem Ferreira Tereza Maria Nogueira Cobra Marcelo Henrique Prade Thiago karpó Gustavo Rafael Rodrigues Paulino Ferreira Jorge Antônio Careli Natália Marina De Carli Rodrigo Yamawaki Aguilar Roig Ricardo Viveiros Filho Ana Luíza Santos Francisco Jozenilton Veloso César Dias de Oliveira Márcio Costa Humberto José Figueiras Barrense Maria Tatiana Barros de Oliveira Manfred Albert von Richthofen Ricardo Wagner Léslis Silva Kaytto Guilherme Nascimento Pinto Henrique dos Santos Silva Gabriel Kuhn Nísio Gomes
 
Blogger   Youtube   Facebook   Twitter   RSS