Autor: Carlos Santiago
Gabriela Sou da Paz
Diga não à impunidade
Blog Blog   |   Fale Conosco Fale Conosco   |   Cadastro Cadastro   |   Depoimento Depoimento
 
 
 
Você está em: Inicial > memorial > perfil.php

Gil Melo Sicuro (Assassinato)



 


Participe Participe cadastrando seu caso de impunidade.

Aviso O Movimento Gabriela Sou da Paz não se responsabiliza pela exatidão e veracidade das informações contribuidas voluntariamente abaixo.


Data do Ocorrido: 30/06/2014

Localização: Curitiba (PR)

Data de Nascimento: 25/09/1968 (45 anos)

Data de Falecimento: 30/06/2014

Sexo: Masculino Masculino
 
Gil Melo Sicuro, de 44 anos, morreu após ser atingido por dois tiros no início da manhã de 30/06/2014, em Curitiba-PR. O crime ocorreu dentro do apartamento da vítima, na Rua da Paz, próximo ao cruzamento com a Avenida Sete de Setembro, no Centro. A vítima seria músico.
 
Segundo a Polícia Militar, por volta das 7h20 dois homens invadiram o apartamento de Sicuro, que fica no segundo andar de um edifício, e mataram o morador a tiros. As balas teriam acertado a face e o crânio da vítima. Segundo a Polícia Civil, o homem morto tinha um mandado de prisão em aberto, expedido em abril de 2014, por crime relacionado a Lei Maria da Penha.
 
Equipes da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) estiveram no local do crime. Segundo o delegado Fábio Amaro, ainda não há suspeitas de autoria do crime. "Foram dois homens que chegaram na portaria do prédio e perguntaram pela vítima. Eles renderam o porteiro e foram até o apartamento, no segundo andar". Segundo o delegado, os homens estavam com uma arma de fogo e um pé de cabra, que foi usado para arrombar a porta.
 
De acordo com Amaro, não há indícios de latrocínio. "Eles entraram no apartamento e assim que localizaram o homem o executaram. Nada sumiu do apartamento, o que leva a crer que não houve latrocínio", diz Amaro.
 
Segundo o delegado, possivelmente os suspeitos conheciam a vítima, pois entraram tiveram acesso ao apartamento pelas escadas de emergência e não usaram o elevador, que tinha câmeras de monitoramento. A Polícia Civil trabalha para encontrar outras câmeras de segurança que mostrem as imagens dos suspeitos.

Gil Melo Sicuro, de 44 anos, morreu após ser atingido por dois tiros no início da manhã de 30/06/2014, em Curitiba-PR. O crime ocorreu dentro do apartamento da vítima, na Rua da Paz, próximo ao cruzamento com a Avenida Sete de Setembro, no Centro. A vítima seria músico.

Equipes da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) estiveram no local do crime. Segundo o delegado Fábio Amaro, ainda não há suspeitas de autoria do crime. "Foram dois homens que chegaram na portaria do prédio e perguntaram pela vítima. Eles renderam o porteiro e foram até o apartamento, no segundo andar". Segundo o delegado, os homens estavam com uma arma de fogo e um pé de cabra, que foi usado para arrombar a porta.
 
De acordo com Amaro, não há indícios de latrocínio. "Eles entraram no apartamento e assim que localizaram o homem o executaram. Nada sumiu do apartamento, o que leva a crer que não houve latrocínio", diz Amaro.
 
Segundo o delegado, possivelmente os suspeitos conheciam a vítima, pois entraram tiveram acesso ao apartamento pelas escadas de emergência e não usaram o elevador, que tinha câmeras de monitoramento. A Polícia Civil trabalha para encontrar outras câmeras de segurança que mostrem as imagens dos suspeitos.


Não será publicado.




Desejo Receber Informativos (não enviamos SPAM)





Lucas da Luz Alves Mirela Rabelo Portugal Nelson Lopes Bruna da Silva Ribeiro Danilo Barros de Souza Joana Xavier de Souza Lisboa  Marcela Naiane Alves dos Santos Eugênio Bozola Leonardo Batista Fernandes Maria Cláudia Siqueira Del’Isola George Alexandre Queiroz Lisboa Fabian Ernesto Rubilar Patricia Leal dos Santos Henrique Barbosa da Silva Felipe da Silva Gomes Lucas Cardoso Fortuna Giorgio Renan Ernlund Metynoski Igor Barbosa Tatiane Ferreira Rodrigues Diego Hernandez Madruga da Silva Flávia da Costa Silva
 
Blogger   Youtube   Facebook   Twitter   RSS