Autor: Carlos Santiago
Gabriela Sou da Paz
Diga não à impunidade
Blog Blog   |   Fale Conosco Fale Conosco   |   Cadastro Cadastro   |   Depoimento Depoimento
 
 
 
Você está em: Inicial > memorial > perfil.php

Gabriela de Souza Teixeira (Assassinato)



 


Participe Participe cadastrando seu caso de impunidade.

Aviso O Movimento Gabriela Sou da Paz não se responsabiliza pela exatidão e veracidade das informações contribuidas voluntariamente abaixo.


Data do Ocorrido: 19/05/2013

Localização: São Paulo (SP)

Data de Nascimento: 00/00/1996 (17 anos)

Data de Falecimento: 19/05/2013

Sexo: Feminino Feminino
 
A estudante Gabriela de Souza Teixeira, de 17 anos, foi morta em um ponto de ônibus na Avenida Interlagos, na Zona Sul da capital paulista, no dia 19/05/2013. O crime ocorreu por volta das 16h. 
 
Segundo Nadir Ribeiro de Souza Silva, tia da garota, ela aguardava um ônibus para se encontrar com os primos e ir à igreja quando um homem a esfaqueou no pescoço. A jovem tentou pedir socorro correndo até o estacionamento de um supermercado próximo, mas não resistiu. O homem já havia tentado ferir outra mulher no mesmo dia, de acordo com relatos que testemunhas deram à família da vítima.
 
Ainda de acordo com Nadir, não houve tentativa de roubo. "Ele não pediu nada, simplesmente esfaqueou", disse, inconformada. 
 
Gabriela morava com os pais e dois irmãos mais novos, cursava o colegial com bolsa de estudo integral em uma escola particular e queria fazer faculdade. "Ela era pura, não tinha malícia. Ia para a escola, para a igreja. Nunca foi para a balada", disse, sem conseguir conter o choro.
 
Uma faca, que pode ter sido usada para matar Gabriela, foi encontrada no estacionamento de um supermercado, no dia 22/05. O objeto foi encaminhado à perícia, para saber se as marcas vistas na lâmina são de sangue e se são da vítima.
 
Apesar de nada, aparentemente, ter sido roubado dela, a polícia ainda não descarta a possibilidade de latrocínio — roubo seguido de morte. No entanto, os investigadores também trabalham com a hipótese de um homicídio e até de um crime passional.
 
O caso foi registrado no 101º Distrito Policial, no bairro Jardim Embuias, e encaminhado ao Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP).
 
A Polícia Civil prendeu um homem suspeito de matar a golpes de faca a estudante Gabriela de Souza Teixeira.  A prisão ocorreu em 06/06/2013, na Rua Tocantins, em Santo Amaro, na Zona Sul. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), o criminoso, de 25 anos, confessou o assassinato. Ele foi reconhecido e é suspeito de ter agredido outras quatro jovens em pontos de ônibus. A Justiça decretou a prisão temporária por 30 dias.
 
Por Sandra Domingues, com informações do G1 e R7
A estudante Gabriela de Souza Teixeira, de 17 anos, foi morta em um ponto de ônibus na Avenida Interlagos, na Zona Sul da capital paulista, no dia 19/05/2013. O crime ocorreu por volta das 16h. 
 
Segundo Nadir Ribeiro de Souza Silva, tia da garota, ela aguardava um ônibus para se encontrar com os primos e ir à igreja quando um homem a esfaqueou no pescoço. A jovem tentou pedir socorro correndo até o estacionamento de um supermercado próximo, mas não resistiu. O homem já havia tentado ferir outra mulher no mesmo dia, de acordo com relatos que testemunhas deram à família da vítima.
 
Ainda de acordo com Nadir, não houve tentativa de roubo. "Ele não pediu nada, simplesmente esfaqueou", disse, inconformada. 
 
Gabriela morava com os pais e dois irmãos mais novos, cursava o colegial com bolsa de estudo integral em uma escola particular e queria fazer faculdade. "Ela era pura, não tinha malícia. Ia para a escola, para a igreja. Nunca foi para a balada", disse, sem conseguir conter o choro.
 
O caso foi registrado no 101º Distrito Policial, no bairro Jardim Embuias, e encaminhado ao Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP).
 
A Polícia Civil prendeu um homem suspeito de matar a golpes de faca a estudante Gabriela de Souza Teixeira.  A prisão ocorreu em 06/06/2013, na Rua Tocantins, em Santo Amaro, na Zona Sul. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), o criminoso, de 25 anos, confessou o assassinato. Ele foi reconhecido e é suspeito de ter agredido outras quatro jovens em pontos de ônibus. A Justiça decretou a prisão temporária por 30 dias.
 
Por Sandra Domingues, com informações do G1 e R7


Não será publicado.




Desejo Receber Informativos (não enviamos SPAM)





Diogo Werneck de Souza Renata Novaes Pinto Elmiro Martins de Oliveira Neto Anderson Silva de Oliveira Júnior Carlos Murilo de Almeida Marcelo Caetano André da Rocha Bicca Fabrício Rangel Kengen Carlos Magno Oliveira Marielma de Jesus Sampaio Bruna Marques Melo Edson Roberto Domingues Yure da Silva Mello Thiago karpó Wanderson Lucio Amaral Daniel Henrique de Souza Rezende Reginaldo Marcelo Vizani Dhajyla Daniele Matos Silva Alini Gama de Oliveira Marcos Adriano Albuquerque Flávio dos Santos Borges
 
Blogger   Youtube   Facebook   Twitter   RSS