Autor: Carlos Santiago
Gabriela Sou da Paz
Diga não à impunidade
Blog Blog   |   Fale Conosco Fale Conosco   |   Cadastro Cadastro   |   Depoimento Depoimento
 
 
 
Você está em: Inicial > memorial > perfil.php

Carlos Antonio de Paula (Erro Médico)



 


Participe Participe cadastrando seu caso de impunidade.

Aviso O Movimento Gabriela Sou da Paz não se responsabiliza pela exatidão e veracidade das informações contribuidas voluntariamente abaixo.


Data do Ocorrido: 13/10/2012

Localização: Guaratingueta (SP)

Data de Nascimento: 14/12/1946 (65 anos)

Data de Falecimento: 18/10/2012

Sexo: Masculino Masculino
 

Por Alessandro Carlos de Paula, filho do Sr. Carlos Antonio de Paula

Lamentável, fato ocorrido13/10/2012 no Pronto Socorro  (SUS) de Roseira  São Paulo,  Aparecida SP e Pronto Socorro de Guaratinguetá-SP.

Uma dificuldade respiratória fez com que meu pai,  Carlos Antonio de Paula, de 65 anos,  fosse até Pronto Socorro de Roseira acompanhado de minha irmã Tatiana no dia 13/10, e um canalha que se diz médico o atendeu com Ironia por meu pai ser um ex fumante, sem mesmo efetuar qualquer exame e ouvi-lo, já diagnosticou Enfisema Pulmonar, pois  bem, senão bastasse o médico  disse a ele  que só existia uma saída para o caso dele : 
_ Só se você trocar os dois pulmões ou andar o resto da vida com um cilindro de oxigênio nas costas!  Bárbaro não!
_ Ah! E continue usando o seu medicamento (nome medicamento preservado); que fora prescrito no dia 09/10/2012 no PS de Aparecida São Paulo por outro médico.
 
No dia 14/10 ele continuava a passar mal e deu entrada no PS de Guaratinguetá SP Cidade Natal de frei Galvão com minha irmã às 15h39min minutos, após as 16h30min fortes dores abdominais desencadeava seu grave estado de saúde: o médico então disse situação de Emergência! 
O medicou e iniciou exames até que saísse os resultados, pois ele estava em boas mãos, tão logo acabara o turno de trabalho do médico as 19h00hs; e o resultado ainda não estava pronto
 
Ao descobrir que éramos de Roseira SP 20 km Dalí, a chefe da enfermagem (nome por enquanto preservado) nos disse que meu pai não podia receber atendimento no PS daquela cidade! Por residir de Roseira.
Sob uma forte pressão solicitei então a transferência dele o mais rápido possível  más sem êxito! O Descaso então começou no PS de Guaratinguetá SP! E meu pai era deixado de lado sentado numa cadeira de rodas até 00h00min horas como se fosse um excluído agonizando de dores sem cuidados médicos num local totalmente sem higiene de péssimas Instalações, apenas uma pequena bolsa  soro na veia era o que lhe restava. 
 
Somente por volta das 00h00min horas, ele recebeu um leito na Santa Casa. Umas sucessões de exames de Raios-X continuaram a serem feitos más o diagnóstico não veio à tona. Havia-se cogitado em um exame de tomografia que foram adiando até se passar 21 horas de internação e a cada minuto que passava o desespero se instalava nos familiares, e em mim principalmente filho mais velho dele que não o abandonei sequer.
No dia 15/10 às 11h35min, pressentíamos o pior se algo não fosse feito, iniciamos uma batalha dentro da Santa casa de Guaratinguetá e nos dirigimos de imediato a direção e  dissemos  que íamos chamar os veículos de comunicação de rádio da cidade; após esta ocorrência as  situação começou tomar o rumo desejado.
 
Aos exatos 12h05min minutos meu pai foi levado a um local onde fizera a tomografia  ,isso deveria  ter  sido feito no dia anterior!!
Depois de feito o exame na Santa Casa o mesmo foi levado ao Laboratório Santa Rosa para ser laudado!  Por volta das 17h00min a chefe da enfermagem da Santa Casa nos informou que não tinha Motorista     e nem carro para buscar o laudo e somente pessoas autorizadas teriam permissão para buscá-lo... Que Vergonha!     Após as 18h00min somente chega o laudo atestando que o caso era cirúrgico com resultado de rompimento de uma Úlcera Gástrica! Por volta das 19h00min/ 15/10/12 ele foi levado ao centro cirúrgico e operado.
 
A cirurgia “parecia” ter sucesso más o diagnóstico  desesperador  com  26:30 horas na espera  para ficar pronto, comprometeu a cirurgia agravando o estado de saúde de meu Pai , muito ácido gástrico vazou do estômago , contaminando seu sangue  e  nem com potentes  e múltiplos antibióticos foi o suficiente!!
Após 72h00hs após a cirurgia meu Pai veio a falecer na Santa Casa de Guaratinguetá SP.
Após sucessivos erros e omissão meu pai já estava em seu leito de morte!
Más ele lutou... Lutou... Como um Guerreiro pela sua sobrevivência
 
Certidão de Óbito
Causa  da morte : Asseptcemia com Úlcera  Duodenal  Perfurada.
Ele não faleceu por problemas respiratórios, e sim pelo problema Gástrico, e  devido a Omissão de socorro  e Negligência no atendimento  no Pronto Socorro de Guaratinguetá, Aparecida e Roseira (SP).
 
Os profissionais da área da Saúde estudaram tantos anos de suas vidas, almejaram tanto a profissão e tiveram coragem de fazer isso com um ser humano! Malfeitores.
 Meu Pai Que contribuiu 35 anos de sua vida para a Previdência Social! Há seis meses recebia sua almejada aposentadoria. Quando precisou do Sistema Público de saúde pela primeira vez na vida! Entrou andando e falando do PS de Guaratinguetá/ Santa Casa e saiu de lá dentro de um a caixa de madeira...
... Trabalhador ajudou o crescimento do País, foi professor de inglês e matemática, vasto conhecimento na área Metalúrgica industrial e metrologia, tinha como Hobbie transformar matéria prima em móveis...Muito talentoso cidadão de bem, Pai de família com cinco filhos, 10 netos, esposa, duas irmãs e uma mãe de 93 anos de vida!
 
Fica a revolta e indignação da família em saber que médicos omissos/enfermagem que o atenderam fizeram o juramento para Salvar Vidas; imaginem se não houvesse este Juramento!  Na Verdade a Medicina hoje é meramente comercial e a vida está em segundo plano. Quem tem dinheiro paga pelo tratamento e quem não tem MORRE! Não generalizando as classes é claro. 
 
Clamamos por Justiça!...Para que meu Pai não fique apenas nas estatísticas de negligência, e erros médico e isso parem de ocorrer nos Hospitais da Rede Pública de Saúde Pronto Socorro SUS.
Buscar essa responsabilização não se trata de engessar a atuação médica, de perseguir os bons profissionais médicos ou mesmo paralisar o desenvolvimento da ciência médica. Decorre da própria consolidação do princípio da dignidade da pessoa humana e das garantias que se tem em uma República Democrática de Direito e, acima de tudo, buscar essa responsabilização, decorre do ideal natural de Justiça.
 
Apelamos para que alguma autoridade se sensibilize e nos dê apoio. 
Esse tipo de tratamento representa ofensa à Constituição Federal (em especial aos artigos 1º, inciso III, 3º, IV, 5º caput e inciso III, 196 e 198, inciso II), que estabelece como fundamento do país democrático em que vivemos a dignidade da pessoa humana, estabelecendo expressamente que ninguém será submetido a tortura nem a tratamento desumano ou degradante. A saúde é um direito de todos e um dever do Estado, que tem a obrigação de proporcionar um atendimento integral e digno. 
 
Além disso, fere também a Lei que criou o SUS - Sistema Único de Saúde (Lei 8080/90) que garante o acesso aos serviços de saúde de maneira eficaz e sem qualquer discriminação.
 
Diante do exposto, solicito providências no sentido de que esse tipo de tratamento prejudicial ao cidadão (ã) seja imediatamente coibido, bem como os responsáveis pelos maus tratos a mim dispensados sejam devidamente punidos.
 
•  A saúde está garantida na Constituição como um direito de todos, em qualquer situação: prevenção, cura ou hospitalização. É o Sistema Único de Saúde (SUS), de acordo com os artigos 196 a 200 da Constituição Federal e maioria das Constituições Estaduais. 
 
Portanto, o atendimento deverá ser totalmente gratuito, nenhuma taxa deverá ser cobrada. Se isso acontecer Denuncie e procure orientação! 
 
o Nas Defensórias Públicas; 
o Nos Conselhos Regionais de Medicina 
o Nos Conselhos Estaduais de Saúde; 
o Nos Conselhos Municipais de Saúde. 
Se não estiver instalado em sua cidade, remeta sua denúncia para o Conselho Estadual, ou no interior, ao promotor de Justiça no Fórum local. 
Caso você, conheça pessoas ou se foi vítima de erro médico, ajude-o a procurar seus direitos para, identificar o ERRO MÉDICO ou as NEGLIGÊNCIAS e tudo mais que lhe possa causar danos físicos durante o atendimento ou processo de tratamento médico - hospitalar. 
 
ORGANIZE-SE! 
Faça valer seus direitos. 
 
Meu Pai... Eterno amigo!  Ah que Saudades!
 
Carlos Antonio de Paula *1946 +2012-10-18   
Conhecido por Sr. Carlos da Tapeçaria em Roseira.
 
Roseira, 25/10/2012
Alessandro Carlos de Paula. (filho)
 
Denuncie: 0800 619 619 Câmaras dos Deputados Brasília
 
Dê o seu voto a favor de punição basta contra erros médicos. 
 
Acesse o site: www.bastacomoserrosmedicos.blogspot.com
 
Projeto de Lei 6867/2010. Está tramitando no Palácio do Planalto.
 
Agradecimentos da Família do Sr. Carlos da tapeçaria.

Carlos Antonio de Paula, de 65 anos, faleceu devido a negligência médica. Lamentável, fato ocorrido em 13/10/2012 no Pronto Socorro  (SUS) de Roseira  São Paulo, Aparecida SP e Pronto Socorro de Guaratinguetá-SP.



Não será publicado.




Desejo Receber Informativos (não enviamos SPAM)





Rachel Maria Lobo Genofre Rodrigo Balsalobre Damus João Luiz Sá Freire Azevedo Edson Rogério Silva dos Santos Daniel Pellegrine Ricardo Viveiros Filho Benedito Pereira Rabelo Ronaldo Rodrigues Nicolas Fuzaro Mori Luis Paulo Oliveira Barbosa Nicollas Maciel Franco Suênia Souza Faria Robson Eduardo Carriel De Lima Sigouney Tereza Coelho de Moraes Amaro Tavares da Silva Bruna Marques Melo Orlando Enriquez Alves Gomes Alexandre do Nascimento Farias Tiago da Silva Prado Alini Gama de Oliveira Sérgio Porfírio Cardoso
 
Blogger   Youtube   Facebook   Twitter   RSS