Autor: Carlos Santiago
Gabriela Sou da Paz
Diga não à impunidade
Blog Blog   |   Fale Conosco Fale Conosco   |   Cadastro Cadastro   |   Depoimento Depoimento
 
 
 
Você está em: Inicial > memorial > perfil.php

Bárbara Guimarães Lopes (Latrocínio)



 


Participe Participe cadastrando seu caso de impunidade.

Aviso O Movimento Gabriela Sou da Paz não se responsabiliza pela exatidão e veracidade das informações contribuidas voluntariamente abaixo.


Data do Ocorrido: 25/10/2012

Localização: Minas Gerais (MG)

Data de Nascimento: 00/00/2001 (11 anos)

Data de Falecimento: 25/10/2012

Sexo: Feminino Feminino
 
Bárbara Guimarães Lopes, de 11 anos, foi morta durante o roubo de um carro no Bairro Santa Mônica, em Minas Gerais, na noite de 25/10/2012.
 
O assalto foi registrado quando a mãe da criança fazia compras em uma mercearia. Ela foi surpreendida pelo ladrão que a arrastou pelos cabelos. Ele queria a chave do carro. Enquanto isso, Bárbara esperava a mãe no veículo. "Ele falava que ia levar todo mundo e quando chegamos ao carro eu pedi para a minha filha sair do carro. Ela estava saindo, ele entrando e disparou o tiro, ele podia ter ido embora e deixado ela. Muita maldade. Ele podia ter me levado e não ela", disse a mãe Liliane Guimarães.
 
O tiro atingiu o coração de Bárbara. A vítima foi encaminhada para o Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU), passou por cirurgia, mas não resistiu. Foram três horas de tentativas para salvar a vida da criança. Bárbara foi sepultada na tarde de sexta-feira (26), no Cemitério Bom Pastor. O veículo foi localizado na madrugada de sexta-feira no Bairro Saraiva e encaminhado para o pátio.
 
A Polícia Civil em Uberlândia continua as buscas por Alexandre Elias Ribeiro, de 31 anos, suspeito de matar Bárbara Guimarães Lopes.
No dia (29), a polícia divulgou uma nova foto do suspeito com a provável aparência atual dele. Alexandre é apontado pela polícia como o homem que atirou e matou Bárbara.
 
No sábado (27), a polícia apresentou Fábio Olímpio Gonçalves, de 30 anos, que confessou participação no crime e disse que o autor do disparo que matou a criança foi Alexandre. Fábio disse que os dois são usuários de drogas e que a intenção era praticar o roubo e usar o dinheiro para comprar crack. Os dois, segundo a Polícia Civil, estavam foragidos do sistema penitenciário e têm diversas passagens.
 
Por Sandra Domingues, com informações do G1

Bárbara Guimarães Lopes, de 11 anos, foi morta durante o roubo de um carro no Bairro Santa Mônica, em Minas Gerais, na noite de 25/10/2012. 

O assalto foi registrado quando a mãe da criança fazia compras em uma mercearia. Ela foi surpreendida pelo ladrão que a arrastou pelos cabelos. Ele queria a chave do carro. Enquanto isso, Bárbara esperava a mãe no veículo. "Ele falava que ia levar todo mundo e quando chegamos ao carro eu pedi para a minha filha sair do carro. Ela estava saindo, ele entrando e disparou o tiro, ele podia ter ido embora e deixado ela. Muita maldade. Ele podia ter me levado e não ela", disse a mãe Liliane Guimarães.
 
O tiro atingiu o coração de Bárbara. A vítima foi encaminhada para o Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU), passou por cirurgia, mas não resistiu. Foram três horas de tentativas para salvar a vida da criança. Bárbara foi sepultada na tarde de sexta-feira (26), no Cemitério Bom Pastor. O veículo foi localizado na madrugada de sexta-feira no Bairro Saraiva e encaminhado para o pátio.
 
A Polícia Civil em Uberlândia continua as buscas por Alexandre Elias Ribeiro, de 31 anos, suspeito de matar Bárbara Guimarães Lopes.
No dia (29), a polícia divulgou uma nova foto do suspeito com a provável aparência atual dele. Alexandre é apontado pela polícia como o homem que atirou e matou Bárbara.
 
No sábado (27), a polícia apresentou Fábio Olímpio Gonçalves, de 30 anos, que confessou participação no crime e disse que o autor do disparo que matou a criança foi Alexandre. Fábio disse que os dois são usuários de drogas e que a intenção era praticar o roubo e usar o dinheiro para comprar crack. Os dois, segundo a Polícia Civil, estavam foragidos do sistema penitenciário e têm diversas passagens.
 
Por Sandra Domingues, com informações do G1


Não será publicado.




Desejo Receber Informativos (não enviamos SPAM)





Renan Rodrigues da Silva Gualter Damasceno Rocha Humberto José Figueiras Barrense Patricia Leal dos Santos Adriele Camacho de Almeida Maycon William Entringer César Dias de Oliveira Lukas Wesley Barbosa Pedro Branco Couto Rodrigues Ana Carolina Antoniolli Renan Fogaça Alípio Daniel da Silva Ferreira Pinheiro Emelly Ketlen Ferrari Campos Izabella Pajuçara Monteiro Frazão Guilherme do Nascimento de Oliveira Décio Sá Maria Joyce da Silva Braz Natan Gabriel Barreto Rafael Pereira da Silva Décio Soares Daniel Ribeiro de Almeida Cirne
 
Blogger   Youtube   Facebook   Twitter   RSS