Autor: Carlos Santiago
Gabriela Sou da Paz
Diga não à impunidade
Blog Blog   |   Fale Conosco Fale Conosco   |   Cadastro Cadastro   |   Depoimento Depoimento
 
 
 
Você está em: Inicial > memorial > perfil.php

Ezequiel Silva de Souza (Assassinato)



 


Participe Participe cadastrando seu caso de impunidade.

Aviso O Movimento Gabriela Sou da Paz não se responsabiliza pela exatidão e veracidade das informações contribuidas voluntariamente abaixo.


Data do Ocorrido: 04/04/2009

Localização: Rio de Janeiro (RJ)

Data de Nascimento: 06/07/1986 (22 anos)

Data de Falecimento: 04/04/2009

Sexo: Masculino Masculino
 

Ezequiel Silva de Sousa, 22 anos, estava preste a ser pai. Na noite de 04 de abril de 2009 sua esposa, Felícia Cristina, grávida de 7 meses, não se sentindo bem foi para o hospital.

Para se distrair um pouco, Ezequiel resolveu ir a uma festa, prometendo visitar sua amada no outro dia...porém apareceu na porta de casa com um tiro na cabeça, que ninguém viu, ninguém sabe, o que aconteceu...
 
Ezequiel foi socorrido por uma ambulância do Samu por volta das 5 da manhã, sendo levado para o mesmo hospital onde sua amada e seu filho, ainda dentro da barriga, os aguardavam. Perdeu massa cefálica e não sobreviveu.
 
Ambas partes da família foram interrogadas, porém ninguém sabe o que aconteceu naquela festa.
Dizem que ele pegou uma carona até em casa com um suposto "amigo" de moto, onde o mesmo estava bêbado e armado.
O caso não foi resolvido e enfim, o meu querido amor descana em paz.
 
Hoje luto na justiça por um pedido de pensão pós morte para nosso filho e o crio com muito amor e carinho.
 
Meu presente divino de Deus e do meu amor...
 
(Escrito por Felicia Cristina)

Ezequiel Silva de Sousa, 22 anos, estava preste a ser pai. Na noite de 04 de abril de 2009 sua esposa, Felícia Cristina, grávida de 7 meses, não se sentindo bem foi para o hospital.

Para se distrair um pouco, Ezequiel resolveu ir a uma festa, prometendo visitar sua amada no outro dia...porém apareceu na porta de casa com um tiro na cabeça, que ninguém viu, ninguém sabe, o que aconteceu...
 
Ezequiel foi socorrido por uma ambulância do Samu por volta das 5 da manhã, sendo levado para o mesmo hospital onde sua amada e seu filho, ainda dentro da barriga, os aguardavam. Perdeu massa cefálica e não sobreviveu.
 
Ambas partes da família foram interrogadas, porém ninguém sabe o que aconteceu naquela festa.
Dizem que ele pegou uma carona até em casa com um suposto "amigo" de moto, onde o mesmo estava bêbado e armado.
O caso não foi resolvido e enfim, o meu querido amor descana em paz.
 
Hoje luto na justiça por um pedido de pensão pós morte para nosso filho e o crio com muito amor e carinho.
 
Meu presente divino de Deus e do meu amor...
 
(Escrito por Felicia Cristina)


Não será publicado.




Desejo Receber Informativos (não enviamos SPAM)





Mariana Valente Viveiros de Paula Marco Antônio Queiroz Muniz Carlos Gustavo Russo Adna Priscila Alves da Silva Polyanna Arruda Borges Leopoldino Jaime Gold Daniel Carrilho Evaristo Bárbara Syndel Nascimento Fernanda Tripodi Vírgilio Augusto de Jesus Priscila Regina Jardim Flávio Augusto Nascimento Cordeiro Jennifer Marion Nadja Kloker Nívea Victória Leite Camila Mozer Pires Machado Fabrício Heron Renato Moreira Brandão  Maria Cleuza da Silva Moutinho Leonardo de Mello Silva Lavínia Rabech da Rosa Jessica Leite César
 
Blogger   Youtube   Facebook   Twitter   RSS