Autor: Carlos Santiago
Gabriela Sou da Paz
Diga não à impunidade
Blog Blog   |   Fale Conosco Fale Conosco   |   Cadastro Cadastro   |   Depoimento Depoimento
 
 
 
Você está em: Inicial > memorial > perfil.php

Joana Aparecida da Silva Santos (Assassinato)



 


Participe Participe cadastrando seu caso de impunidade.

Aviso O Movimento Gabriela Sou da Paz não se responsabiliza pela exatidão e veracidade das informações contribuidas voluntariamente abaixo.


Data do Ocorrido: 05/10/2012

Localização: Ipatinga (MG)

Data de Nascimento: 00/00/1963 (49 anos)

Data de Falecimento: 05/10/2012

Sexo: Feminino Feminino
 

Joana Aparecida da Silva Santos, de 49 anos, foi morta com um golpe de faca dentro de sua residência Bairro Jardim Panorama, na cidade de Ipatinga, a 96km de Itabira. O crime aconteceu durante a madrugada de 5 de outubro de 2012 na Rua Serra Azul. O marido da vítima, Adelino Lane dos Santos, 37 anos, confessou ter contratado dois adolescentes para matar sua esposa, simulando um latrocínio.

As primeiras informações colhidas pela Polícia Militar foram repassadas pelos próprios filhos da vítima, um adolescente de 14 anos e uma menina de 10 anos de idade. As crianças contaram que dois indivíduos invadiram a casa por volta de 3h, subiram para o segundo pavimento da residência e anunciaram um assalto.
 
Usando fita adesiva, os homens imobilizaram Joana e o filho de 14 anos, reviraram e rasgaram o colchão, de onde retiraram um pacote contendo R$ 5 mil. Joana foi morta com uma facada no pescoço na frente do filho mais velho. A garota, que estava na parte de baixo da casa, teria ouvido os gritos.
 
Em seguida os assaltantes roubaram a motocicleta Honda150 Bros, de cor vermelha, placa HCF-9594, que utilizaram na fuga, deixando para trás a outra motocicleta que estava na garagem da residência. Uma equipe do Samu foi acionada e tentou socorrer Joana, mas ela acabou morrendo no local.
 
De acordo com o Tenente Jonhson, da Polícia Militar, as diligências prosseguiram até que, no sábado, foi localizada uma motocicleta no Bairro Esperança, que seria aquela roubada durante o suposto latrocínio. Depois de levantamentos junto à comunidade, os militares conseguiram localizar um menor que reside próximo do local onde o veículo foi encontrado e estaria de posse do mesmo.
 
Em seguida os militares chegaram a Adelino, que também estava no Bairro Esperança na casa de seus pais. Segundo o Tenente Jonhson, Adelino acabou confessando que contratou o adolescente para matar sua esposa.
 
Ainda segundo o Tenente Jonhson, Adelino teria pago cerca de R$10.000 para assassinarem Joana, instruindo os adolescentes para executarem a ação simulando um roubo. Adelino também teria indicado o local onde estava escondido o dinheiro roubado pela dupla, os R$5.000 que estavam sob o colchão, mas o dinheiro não foi encontrado com os menores.
 
O Tenente ainda relatou que os menores são velhos conhecidos da polícia. Um deles é contumaz na prática de roubos, e os dois já foram alvos de ações da Polícia Militar no passado. Os dois negaram a autoria do crime, mas Adelino teria indicado como foi feita a contratação. Ele também teria dito que forneceu uma chave para os adolescentes entrarem na residência.
 
Adelino teria dito à polícia que a motivação do crime seria o medo da perder a guarda dos filhos. Ele e os dois menores foram encaminhados para a 1ª DRPC de Ipatinga, para as providências cabíveis. A confissão de Adelino foi confirmada, também, pelo Copom, na tarde deste sábado, ao “Jornal Vale do Aço”.

Por Sandra Domingues , com informações do Diário Popular, Diário do Aço e Via Comercial

Joana Aparecida da Silva Santos, de 49 anos, foi morta com um golpe de faca dentro de sua residência Bairro Jardim Panorama, na cidade de Ipatinga, a 96km de Itabira. O crime aconteceu durante a madrugada de 5 de outubro de 2012 na Rua Serra Azul. O marido da vítima, Adelino Lane dos Santos, 37 anos, confessou ter contratado dois adolescentes para matar sua esposa, simulando um latrocínio.

Segundo o Tenente Jonhson, Adelino teria pago cerca de R$10.000 para assassinarem Joana, instruindo os adolescentes para executarem a ação simulando um roubo. Adelino também teria indicado o local onde estava escondido o dinheiro roubado pela dupla, os R$5.000 que estavam sob o colchão, mas o dinheiro não foi encontrado com os menores.

O Tenente ainda relatou que os menores são velhos conhecidos da polícia. Um deles é contumaz na prática de roubos, e os dois já foram alvos de ações da Polícia Militar no passado. Os dois negaram a autoria do crime, mas Adelino teria indicado como foi feita a contratação. Ele também teria dito que forneceu uma chave para os adolescentes entrarem na residência.
 
Adelino teria dito à polícia que a motivação do crime seria o medo da perder a guarda dos filhos. Ele e os dois menores foram encaminhados para a 1ª DRPC de Ipatinga, para as providências cabíveis. A confissão de Adelino foi confirmada, também, pelo Copom, na tarde deste sábado, ao “Jornal Vale do Aço”.
 
Por Sandra Domingues , com informações do Diário Popular, Diário do Aço e Via Comercial


Não será publicado.




Desejo Receber Informativos (não enviamos SPAM)





Liana Friedenbach Allan Diego Henriques Barbosa Dyenifer Aparecida Costa dos Santos Renata Melo do Amaral Décio Sá Erika Pereira Seoane Servanis Monteiro de Oliveira Itaize Santos Da Silva Sheyla Santos Turizani Vanessa de Vasconcelos Duarte André Luíz de Andrade e Maciel André Francavilla Luz Patricia Leal dos Santos Adrielly dos Santos Vieira Paulo Roberto Rosal Filho Marcela da Silva Xavier Líbio Chaves Mendonça Raimundo Correia Menezes Neto Luiza Paula da Silveira Machado Alexandre dos Santos Benoni Alencar
 
Blogger   Youtube   Facebook   Twitter   RSS