Autor: Carlos Santiago
Gabriela Sou da Paz
Diga não à impunidade
Blog Blog   |   Fale Conosco Fale Conosco   |   Cadastro Cadastro   |   Depoimento Depoimento
 
 
 
Você está em: Inicial > memorial > perfil.php

Palmerina Pires Ribeiro (Erro Médico)



 


Participe Participe cadastrando seu caso de impunidade.

Aviso O Movimento Gabriela Sou da Paz não se responsabiliza pela exatidão e veracidade das informações contribuidas voluntariamente abaixo.


Data do Ocorrido: 14/10/2012

Localização: São João de Meriti (RJ)

Data de Nascimento: 00/00/1932 (80 anos)

Data de Falecimento: 14/10/2012

Sexo: Feminino Feminino
 

Dona Palmerina Pires Ribeiro estava internada há dez dias com uma infecção renal, em um posto de atendimento médico em São João de Meriti, na Baixada Fluminense. Ela teria na semana. Mas, no domingo de 14 de outubro de 2012, a idosa de 80 anos começou a passar mal. A filha Loreni Ribeiro disse que a mãe teve convulsões logo depois de receber atendimento de uma estagiária.

“Eu falei: você está aplicando leite na veia dela, café com leite na veia dela, tira isso daí”, conta.
 
Dona Palmerina morreu quatro horas depois. Segundo a família, a idosa recebia soro e medicamentos por uma veia no pescoço, e a alimentação por uma sonda no nariz.
“Quando a alimentação é feita inadvertidamente na veia, ela cai diretamente no coração, e de lá vai para o pulmão, levando até a crise convulsiva e, consequentemente, ao óbito”, explica o cirurgião-geral Armando Carreiro.
 
O corpo da idosa Palmerina foi enterrado na terça-feira, (15/10) às 10h, no cemitério de Vila Rosali, em São João de Meriti, região metropolitana no Rio. 
 
A Prefeitura de São João de Meriti informou na segunda-feira que abriu sindicância administrativa para esclarecer a morte de Palmerina
 
De acordo com a nota, tanto a estagiária técnica de enfermagem, como as enfermeiras supervisoras de estágio e de plantão na unidade de saúde foram afastadas de suas funções. A prefeitura encerra a nota informando ainda que os responsáveis pelo erro serão punidos exemplarmente e deverão também responder a inquérito aberto na 64ª DP (Vilar dos Teles).
 
De acordo com Alexandre Ziehe, delegado titular da 64ª DP de São João de Meriti, a estagiária que cometeu o erro fatal de aplicar café com leite na veia de Palmerina Pires Ribeiro, de 80 anos, tem 23 anos e atuava no PAM há apenas um mês.
 
O delegado não quis revelar o nome da estudante, que ainda vai prestar depoimento esta semana. Caso seja condenada pela acusação de homicídio culposo, a punição é de um a três anos de detenção, podendo ser substituída por pena alternativa de prestação de serviços.
 
O inquérito deverá ser concluído em 30 dias. A família de Palmerina promete denunciar o erro à Assembleia Estadual do Rio e à Secretaria Estadual de Saúde. Eles querem punição a todos os responsáveis.
 
Por Sandra Domingues 

Palmerina Pires Ribeiro, de 80 anos, morreu após uma estagiária de enfermagem injetar café com leite no lugar de soro em sua veia no PAM (Posto de Atendimento Médico) de São João de Meriti, na Baixada Fluminense, em 14 de outubro de 2012.

De acordo com Alexandre Ziehe, delegado titular da 64ª DP de São João de Meriti, a estagiária que cometeu o erro fatal de aplicar café com leite na veia de Palmerina Pires Ribeiro, de 80 anos, tem 23 anos e atuava no PAM há apenas um mês.
 
O delegado não quis revelar o nome da estudante, que ainda vai prestar depoimento esta semana. Caso seja condenada pela acusação de homicídio culposo, a punição é de um a três anos de detenção, podendo ser substituída por pena alternativa de prestação de serviços.
 
O inquérito deverá ser concluído em 30 dias. A família de Palmerina promete denunciar o erro à Assembleia Estadual do Rio e à Secretaria Estadual de Saúde. Eles querem punição a todos os responsáveis.


Não será publicado.




Desejo Receber Informativos (não enviamos SPAM)






Lidiane Marques em 24/01/2015 18:59
ELA NÃO FALECEU DISSO! Leia o resultado do exame cadaverico! http://m.oglobo.globo.com/rio/laudo-diz-que-idosa-que-teria-recebido-leite-na-veia-morreu-de-infeccao-pulmonar-urinaria-8593191


Sandra Domingues em 16/10/2012 20:37
Revoltante e inadmissível isso ! Aqui em casa já estávamos todos de alerta desde o caso da pequena Stephanie , de 12 anos, que recebeu vaselina em lugar de soro, em 2010, em SP...Todas às vezes que as crianças têm que ser submetidas a qualquer medicação ficamos atentos ao que está sendo aplicado, questionamos o que é e para que serve, ainda que nem todos gostem e alguns até fiquem bravos, achando que estamos querendo ensiná-los a trabalhar...o pior é que muitos não têm nem se quer a humildade de admitir que não sabem mesmo! O pior é que não dá em nada...enquanto é notícia, alguns se sensibilizam, depois de um tempo a dor e luta por justiça é única da família...à espera de uma justiça que nunca vem!

Mário dos Santos Sampaio Ubiratan Guimarães Sidney Júnior Andrade Souza Dennyse Cryslany Paiva Alarcão Dayane Silvestre Uliana Laryssa Silva Martins Olival Felix Possidonio Fábio Galhota Aracy Mendonça Da Silva Leopardi Clarisse Alves Mesquita Fernanda Ellen Miranda Cabral de Oliveira Kaio César Alves Muniz Ribeiro Tainá Eliz de Souza Caetano Ana Carolina Antoniolli Cristina Medianeira Ambrozio Vasconcelos Caíque dos Santos Izabella Pajuçara Monteiro Frazão Lukas Wesley Barbosa Pedro Eduardo de Lima Kelbson Nogueira Diógenes Gabriela Colnago de Castro Caiado
 
Blogger   Youtube   Facebook   Twitter   RSS