Autor: Carlos Santiago
Gabriela Sou da Paz
Diga não à impunidade
Blog Blog   |   Fale Conosco Fale Conosco   |   Cadastro Cadastro   |   Depoimento Depoimento
 
 
 
Você está em: Inicial > memorial > perfil.php

Pedro Paulo Lemes (Sequestro)



 


Participe Participe cadastrando seu caso de impunidade.

Aviso O Movimento Gabriela Sou da Paz não se responsabiliza pela exatidão e veracidade das informações contribuidas voluntariamente abaixo.


Data do Ocorrido: 26/06/2012

Localização: Imperatriz (MA)

Data de Nascimento: 00/00/2007 (10 anos)

Sexo: Masculino Masculino
 

Pedro Paulo Lemes, de 5 anos, foi sequestrado na casa dos pais, na rua Sergipe, 180, bairro Juçara, em Imperatriz-MA, no dia 26 de junho de2012.

Dois homens, numa motocicleta Honda Fan, cor vinho, placa NWX-5758, chegaram na casa dos empresários Jurandir e Elizângela Lemes, proprietários da empresa Sorvepan. Entraram na casa no momento em que a babá do menino estava chegando ao trabalho, por volta de 7 horas. Armados e usando capacetes, renderam a doméstica e obrigaram a mãe de Pedro Paulo a entregar-lhes a chave da caminhonete S/10, cor preta, placa OHA-1190, de Goiânia.

Os bandidos falaram para Elizângela que iam levar o menino. A mãe ainda tentou negociar dizendo que levassem ela ao invés do seu filho. Não a atenderam. O empresário Jurandir encontrava-se em São Paulo, em uma feira de produtos de panificação. Retornou, logo que ficou sabendo do sequestro. O empresário prestou depoimento e disse que não sabia como isso aconteceu, pois não tem inimigos. 

Além do menino, os sequestradores levaram também a babá, cujo nome não foi informado. A babá foi liberada quando os bandidos atravessaram a ponte Dom Felippe Gregory para o estado de Tocantins. Deram R$ 10,00 para a babá retornar à cidade. Ela prestou depoimento ao delegado regional Assis Ramos. A caminhonete foi encontrada abandonada pela Polícia do Tocantins em uma estrada vicinal que dá acesso ao povoado Olho D’Água do Coco, no município de Sítio Novo do Tocantins, a 12 km de Imperatriz.

As Polícias Militar e Civil do Tocantins montaram barreiras em toda a extensão da rodovia que liga a ponte Dom Felippe Gregory a várias cidades do Bico do Papagaio. Informações extraoficiais dão conta de que os bandidos pediram R$ 500 mil pelo resgate. Elizângela Lemes, mãe do menino Pedro Paulo, fez um apelo através da imprensa pelo retorno da criança. “Quando acordei, foi com uma arma na cabeça, ele dizendo ‘passa as chaves do carro’. Eu passei e eles disseram ‘vamos levar a criança’ e eu disse ‘não, ele não. Levem a mim, mas ele não. Ele é só uma criança'. “Oh, gente, devolva meu filho”, apelou, pedindo para quem encontrar o menino ligar para a polícia ou à imprensa comunicando o caso. Elizângela informou que o menino foi levado vestido de cueca e a parte de cima do pijama.

Uma operação conjunta das polícias Civil e Militar do Maranhão, Pará e Tocantins tenta encontrar pistas do menino Pedro Paulo Lemes. As buscas não se limitam apenas às cidades do Maranhão, e se estendem aos povoados de outros estados vizinhos, como Tocantins.

Segundo informações da Delegacia Regional de Imperatriz, todos os dias novas informações sobre o paradeiro da criança chegam à polícia, no entanto, nenhuma delas foi confirmada.

Jurandir Mellado, pai de Pedro Paulo, disse que até o momento os sequestradores ainda não fizeram contato com a família. “Façam contato, por favor. Trata-se de uma vida, da vida do meu filho. Nossa família não tem muitas posses, mas eu peço que os sequestradores façam contato. Assim eu posso me organizar para correr atrás do dinheiro. Eu estou disposto a pagar o que os sequestradores quiserem, mas eu preciso de uma prova de que o meu filho está vivo", afirmou.
 
A família de Pedro Paulo está oferecendo uma recompensa de R$ 10 mil para quem souber informações precisas do paradeiro da criança. As denúncias devem ser feitas pelo 190, no telefone (99) 3525-1545, da Delegacia Regional de Imperatriz, ou pelo Disque-Denúncia, por meio do número 0300-313-5800.
 
A Polícia Civil divulgou o retrato falado dos dois sequestradores de Pedro Paulo
 
O primeiro sequestrador tem como características a pela morena, olhos negros, porte físico médio com estatura aproximadamente de 1 metro e 70. A idade aproximada pode chegar a 35 anos de idade. Ele também pode estar usando um cordão prateado.
 
O outro sequestrador também tem pele morena, olhos negros, usa aparelhos ortodônticos com borrachinhas vermelhas, seu porte físico é magro com estatura de aproximada 1 metro e 68. Segundo a análise da perícia, sua idade pode ser 23 anos. O retrato falado desse sequestrador foi feito duas vezes, com e sem boné.
 
Segundo informações da Polícia do Maranhão com suporte do Tocantins, as buscas continuam na zona rural nas proximidades do município de Sítio Novo, com auxílio do Grupo Tático Aéreo (GTA), que sobrevoou toda a área em que supostamente possam estar escondidos os sequestradores com o menino.
 
Fim do sequestro
 
O menino, Pedro Paulo Lemes, foi libertado por volta de 22h de terça-feira (10/07/2012) no distrito de Cicilândia, na cidade de Palmeirante, no Tocantins. 
 
Na quarta-feira, 11/07, a polícia do Maranhão prendeu os sequestradores do menino Pedro Paulo, que foi libertado no dia anterior, após a família ter pago o resgate.
 
Segundo informações, homens da Civil e Militar, que trabalharam em operação conjunta com a polícia do Estado do Pará, prenderam os bandidos pela manhã, em Marabá-PA.
 
Os sequestradores devem ser transferidos ainda hoje para o Maranhão, onde responderam por extorsão mediante sequestro.
 
O secretário de Segurança Pública do Maranhão, Aluísio Mendes, se dirigiu para cidade de Imperatriz, onde deu uma entrevista coletiva para falar sobre o caso.

Pedro Paulo Lemes, de 5 anos, foi sequestrado na casa dos pais, na rua Sergipe, 180, bairro Juçara, em Imperatriz-MA, no dia 26 de junho de2012. 

Dois homens, numa motocicleta Honda Fan, cor vinho, placa NWX-5758, chegaram na casa dos empresários Jurandir e Elizângela Lemes, proprietários da empresa Sorvepan. Entraram na casa no momento em que a babá do menino estava chegando ao trabalho, por volta de 7 horas. Armados e usando capacetes, renderam a doméstica e obrigaram a mãe de Pedro Paulo a entregar-lhes a chave da caminhonete S/10, cor preta, placa OHA-1190, de Goiânia. 

O menino, Pedro Paulo Lemes, foi libertado por volta de 22h de terça-feira (10/07/2012) no distrito de Cicilândia, na cidade de Palmeirante, no Tocantins. 

Na quarta-feira, 11/07, a polícia do Maranhão prendeu os sequestradores do menino Pedro Paulo, que foi libertado no dia anterior, após a família ter pago o resgate.
 
Segundo informações, homens da Civil e Militar, que trabalharam em operação conjunta com a polícia do Estado do Pará, prenderam os bandidos pela manhã, em Marabá-PA.
 
Os sequestradores devem ser transferidos ainda hoje para o Maranhão, onde responderam por extorsão mediante sequestro.
 
O secretário de Segurança Pública do Maranhão, Aluísio Mendes, se dirigiu para cidade de Imperatriz, onde deu uma entrevista coletiva para falar sobre o caso.


Não será publicado.




Desejo Receber Informativos (não enviamos SPAM)





Maria Vitória Oliveira de Souza Caroline Bonomi Maria Joyce da Silva Braz André Martins Gonçalves Juliana Rodrigues Cláudia Soneghete Donati Jácomo Lima Bonapace Adrielly dos Santos Vieira Fabrício Rangel Kengen Kátia Fernandes Karatanasov Alexandre Martins de Castro Filho Juliana Vania de Oliveira Hélio Barreira Ribeiro Bruno Abner Pereira Rodrigues Giovani Schiller Balau Bruno Ernesto R. Morais Leonardo de Mello Silva Jeferson Bruno Gomes Escobar Danilo Ramos Ribeiro Mayra da Silva Paula Eveline Moreti Soares
 
Blogger   Youtube   Facebook   Twitter   RSS