Autor: Carlos Santiago
Gabriela Sou da Paz
Diga não à impunidade
Blog Blog   |   Fale Conosco Fale Conosco   |   Cadastro Cadastro   |   Depoimento Depoimento
 
 
 
Você está em: Inicial > memorial > perfil.php

Gabryelle de Farias Alves (Assassinato)



 


Participe Participe cadastrando seu caso de impunidade.

Aviso O Movimento Gabriela Sou da Paz não se responsabiliza pela exatidão e veracidade das informações contribuidas voluntariamente abaixo.


Data do Ocorrido: 11/01/2012

Localização: Campina Grande (PB)

Data de Nascimento: 09/03/1990 (21 anos)

Data de Falecimento: 11/01/2012

Sexo: Feminino Feminino
 

Gabryelle de Farias Alves, de 22 anos, foi assassinada dentro de sua própria casa na noite de 11 de janeiro de 2012 na cidade de Campina Grande, na Paraíba. 

O acusado do crime é o companheiro da vitima, o lutador de jiu-jitsu Thiago Pereira Fernandes, de 25 anos,  e também  funcionário da Universidade Federal de Campina Grande, morador do bairro das Malvinas, Zona Oeste da cidade de Campina Grande, na Paraíba, onde ela morava.

De acordo com o delegado Francisco de Assis Silva, que acompanha o caso, após uma discussão, o acusado teria asfixiado a estudante Gabryelle de Farias Alves, com quem era casado há quatro anos e tem um filho de um ano, e depois simulou o suicídio da vítima.
 
Depois de praticar o delito, Thiago, teria levado a vítima até o banheiro de sua residência, amarrado uma corda no teto e pendurado a vítima para simular um suicídio. "Após fazer tudo isso, ele chamou o pai da vítima para procurá-la, alegando que ela estava desaparecida.
 
O laudo do IPC foi fundamental porque encontrou restos de pele do acusado nas unhas da vítima e ele apresenta alguns hematomas pelo corpo, como se tivesse lutado com a moça. "Ela também apresenta várias outras marcas de violência pelo corpo" comentou a autoridade policial.
 
De posse das informações, a polícia fez uma campana e prendeu o acusado quando o mesmo estava participando do velório da esposa. A ação policial aconteceu em um cemitério privado que funciona na Alça Sudoeste de Campina Grande.
 
Em fevereiro a família da vitima participou de um ato público na praça da Bandeira, centro de Campina Grande. A sua mãe Lia Alves, em entrevista ao Jornal de Fagundes, clama as autoridades por justiça. "Espero que esse monstro apodreça na cadeia e que sua punição sirva de exemplo para os demais".
 
A família de Tiago acredita na inocência do acusado e tentam provar que a causa da morte de Gabryelle foi suicidio. 
 
Foi solto no final da tarde de 09/07/2013 o lutador de jiu-jítsu Tiago Pereira Fernandes, de 25 anos.
Ele estava preso no Complexo Penitenciário do Serrotão, em Campina Grande desde janeiro de 2012, acusado de matar a esposa, Gabriele de Farias Alves.
A soltura, “liberdade provisória”, foi determinada pelo Juiz Alberto Quaresma do 2º Tribunal do Júri da comarca de Campina Grande.
 
Por Sandra Domingues, com informações do Jornal de Fagundes e Paraíba em QAP

Gabryelle de Farias Alves, de 22 anos, foi assassinada dentro de sua própria casa na noite de 11 de janeiro de 2012 na cidade de Campina Grande, na Paraíba. 

O acusado do crime é o companheiro da vitima, o lutador de jiu-jitsu Thiago Pereira Fernandes, de 25 anos,  e também  funcionário da Universidade Federal de Campina Grande, morador do bairro das Malvinas, Zona Oeste da cidade de Campina Grande, na Paraíba, onde ela morava.

De acordo com o delegado Francisco de Assis Silva, que acompanha o caso, após uma discussão, o acusado teria asfixiado a estudante Gabryelle de Farias Alves, com quem era casado há quatro anos e tem um filho de um ano, e depois simulou o suicídio da vítima.
 
Depois de praticar o delito, Thiago, teria levado a vítima até o banheiro de sua residência, amarrado uma corda no teto e pendurado a vítima para simular um suicídio. "Após fazer tudo isso, ele chamou o pai da vítima para procurá-la, alegando que ela estava desaparecida.
 
O laudo do IPC foi fundamental porque encontrou restos de pele do acusado nas unhas da vítima e ele apresenta alguns hematomas pelo corpo, como se tivesse lutado com a moça. "Ela também apresenta várias outras marcas de violência pelo corpo" comentou a autoridade policial.
 
De posse das informações, a polícia fez uma campana e prendeu o acusado quando o mesmo estava participando do velório da esposa. A ação policial aconteceu em um cemitério privado que funciona na Alça Sudoeste de Campina Grande.
 
Em fevereiro a família da vitima participou de um ato público na praça da Bandeira, centro de Campina Grande. A sua mãe Lia Alves, em entrevista ao Jornal de Fagundes, clama as autoridades por justiça. "Espero que esse monstro apodreça na cadeia e que sua punição sirva de exemplo para os demais".
 
A família de Tiago acredita na inocência do acusado e tentam provar que a causa da morte de Gabryelle foi suicidio. 
 
Foi solto no final da tarde de 09/07/2013 o lutador de jiu-jítsu Tiago Pereira Fernandes, de 25 anos.
Ele estava preso no Complexo Penitenciário do Serrotão, em Campina Grande desde janeiro de 2012, acusado de matar a esposa, Gabriele de Farias Alves.
A soltura, “liberdade provisória”, foi determinada pelo Juiz Alberto Quaresma do 2º Tribunal do Júri da comarca de Campina Grande.
 
Por Sandra Domingues, com informações do Jornal de Fagundes e Paraíba em QAP


Não será publicado.




Desejo Receber Informativos (não enviamos SPAM)






Marina em 02/11/2013 15:54
Esse indivíduo, tem que ser preso e posteriormente morta na cadeia! Que a justiça seja feita. Estive no julgamento, e fiquei perplexa com o cibismo da defesa, buscando argumentos e justificativas cabulosas para livrar um assassino. Queria q uma mulher pegasse ele e o deixasse de cabeça pra baixo amarrado num caibo qualquer o asfixiando ate a morte! Se a justica dos homens nao se cumprir a de deus vai! Monstro! !


Mirelly em 01/11/2013 17:33
Muito fácil falar sobre a conclusão de apenas um profissional legista, será que por a Médica ser uma profissional nova não é competente o suficiente para analisar um cadaver e descobrir a causa morte ou porque que as insinuações só se refere a família da vítima como se o laudo estivesse comprado ou de uma extrema inresponsabilidade de provas, e o principio da impaciabilidade onde fica? pena que pessoas que cometem crimes hediondos como esse não podem ir mofar na cadeia e nem muito menos tomar uma injeção letal, só a família da vítima é que sofre a dor durante anos sem acompanhamento nenhum, pois, direitos humanos só existe pra margínal neste país... Justiça seja feita


Patricia em 09/09/2012 08:55
Remo lira eu queria que ele tivesse matado sua irmã ,para ver se vc teria está conclusão. thiago vai mofar na cadeia....


Pat em 29/08/2012 23:21
Esse que comentou aí embaixo já se entregou..."sou amigo de Tiago..." que vergonha...antes as pessoas tinham vergonha agora defendem assassinos e ainda se dizem amigos. Psicopata que teve a cara de pau de procurar o pai da moça pra fingir, matou a mãe do próprio filho. Esse não engana.


Remo Lira em 22/08/2012 23:36
Estas informações sobre o Caso não procedem. Segue algumas correções.. 1) Foi achado material genetico sim nas unhas de Gabryele, mas o exame de DNA comprovou que era de genótipo feminino. Conclusão : Não era pele do acusado. 2) Foi feito um exame de corpo delito no acusado com microscopio e só foi achado uma pequena lesão caracteristica de picada de um inseto. Conclusão : não houve luta corporam, pois se tivesse havido o acusado apresentaria algum tipo de lesão. 3) O perito Genival Veloso de França, considerado um dos maiores peritos criminais do pais proferiu um lado sobre o caso. Conclusão : A hipotese de homicidio é totalmente descartada. Sou amigo de Thiago e todos que o conhecem e tiveram acesso a estas informações sabem da inocência dele. Confiando em Deus ele será libertado. Maiores Dúvidas procurem o advogado de thiago pereira fernandes. Dr. Bruno Cadé

Júlio César Rodrigues Caroline Silva Lee Amanda Rossi Mário Sérgio Gabardo Benoni Alencar Priscila Tavares Ramos Lúcia da Silva Fernando Iskierski Pedro Davison Luiz Augusto Antunes Guedes Henrique Barbosa da Silva Carolina Rodrigues Macchiorlatti Marcelo Vidal Leite Ribeiro Marcos Sidlauskas Bianca Ribeiro Consoli William Francis de Oliveira Morais Deibi Willians dos Santos Giordano Hugo Ronca Cavalcanti Rafaella Morais de Souza Caylee Marie Anthony Lore de Santana Vaz
 
Blogger   Youtube   Facebook   Twitter   RSS