Autor: Carlos Santiago
Gabriela Sou da Paz
Diga não à impunidade
Blog Blog   |   Fale Conosco Fale Conosco   |   Cadastro Cadastro   |   Depoimento Depoimento
 
 
 
Você está em: Inicial > memorial > perfil.php

Márcia Andréia do Prado Constantino (Pedofilia)



 


Participe Participe cadastrando seu caso de impunidade.

Aviso O Movimento Gabriela Sou da Paz não se responsabiliza pela exatidão e veracidade das informações contribuidas voluntariamente abaixo.


Data do Ocorrido: 20/10/2007

Localização: Maringá (PR)

Data de Nascimento: 00/00/1997 (10 anos)

Data de Falecimento: 20/10/2007

Sexo: Feminino Feminino
 

Márcia Andréia do Prado Constantino, que na época tinha 10 anos, foi estuprada, assassinada e queimada, no dia 20 de outubro de 2007, em Maringá,  (428 km de Curitiba, PR), pelo ex-pastor da Assembléia de Deus, Natanael Bufalo, na época om 43 anos de idade. 

De acordo com a Polícia Militar, o corpo de Márcia Andréia do Prado Constantino foi localizado numa zona rural de Maringa, no dia seguinte, seminu e parcialmente queimado. Segundo o sargento Ismael Baratieri, Márcia desapareceu por volta das 21h de 20 de outubro de 2007, do estacionamento de um templo da Assembléia de Deus localizado no centro de Maringá.

O pastor da igreja Luciano Simões disse que a menina e a família dela (o pai, que é sonoplasta da igreja, a mãe e um irmão mais novo) participavam de um culto que reuniu cerca de 1.300 pessoas ontem no local. No momento em que desapareceu, ela brincava com um grupo de crianças no estacionamento.
 
"A mais velha das crianças com quem ela brincava tem 6 anos. Segundo elas, Márcia disse que iria a algum lugar com um amigo, mas não souberam descrevê-lo. Elas também dizem que a viram entrar em um carro, mas não sabem dizer que carro era esse", disse Simões.
 
O pastor informou que o estacionamento tem 3.500 m², é iluminado, fechado e, no momento do culto, contava com um funcionário e seis voluntários que vigiavam a área e cuidavam da entrada e saída dos veículos pelo único portão de acesso. Nenhum deles viu a menina deixar o local.
 
Simões contou ainda que, assim que perceberam a ausência de Márcia, integrantes da igreja se uniram para imprimir cartazes e folhetos com fotos dela e, em seguida, distribuíram e colaram em diversos pontos da cidade. Por volta das 7h30 do dia 21/10, o corpo foi encontrado próximo à rodovia PR-317, a 5 km do centro de Maringá.
 
"Ficamos a madrugada toda em vigília e distribuindo os cartazes. Hoje de manhã, tivemos a notícia de que o corpo dela havia sido encontrado em uma situação terrível", disse.

Em depoimento, Bufalo disse ter encontrado Márcia por volta de 20h30 em frente da igreja e a chamou para buscar um bolo. A menina entrou no carro foi levada para casa dele. Num intervalo de 3 horas ele estuprou e matou a criança, com uma sacola plástica. Ele desovou o corpo da vítima em uma plantação de milho, onde o corpo foi achado, após ter sido incendiado.

Por volta de 23h30, Búfalo voltou para casa, lavou o carro, o lençol da cama e virou o colchão. O assassino ainda voltou à igreja para ajudar nas buscas à menina. Depois de encontrado o corpo, ele ainda compareceu ao velório para confortar a família. Só foi identificado pelos exames colhidos nos órgãos genitais da criança.  
 
O ‘monstro’ Natanael Bufalo tem 3 filhos sendo duas meninas e um menino abaixo de 12 anos.
Foi-lhe perguntado se alguém fizesse isso com uma de suas filhas, o que ele faria? Ele respondeu "Eu mataria".
 
Em 24 de setembro de 2009, foi realizado o julgamento de Natanael Búfalo, autor de um dos crimes mais bábaros já registrado em Maringá terminou por volta das 18:15h. O corpo de jurados não acatou as teses de defesa e condenou o réu por quatro crimes: estupro, homicídio triplamente qualificado, ocultação de cadáver, fraude processual e vilipêndio de cadáver. O criminoso foi condenado à 43 anos, 6 meses e 15 dias de reclusão. Por ser reincidente em crime hediondo, Natanael Búfalo terá que cumprir 3/5 da pena, o equivalente à 25 anos e seis meses, para requerer o direito ao regime semiaberto.
 
O assassinato monstruoso vem chamando a atenção do Brasil, através das redes sociais (orkut, facebook etc…), onde estão sendo divulgadas imagens muito fortes da menina Márcia Andréia do Prado Constantino.
 
A revolta ganhou as redes sociais porque o ‘monstro’ Natanael Bufalo, mesmo tendo sido condenado a pena máxima, ganhou liberdade condicional e está foragido.
 
Ele já havia sido condenado no ano de 2001 por outro crime de estupro. Era reincidente, mesmo assim ganhou o benefício da liberdade condicional e desapareceu. Quando foi condenado em 2001, Natanael foi expulso da igreja que era pastor. Passou a trabalhar como manobrista na própria igreja em que era pastor.
 
Por Sandra Domingues, com informações do Estadão, A voz da Cidade e Alerta Notícias

Ex-pastor da Assembléia de Deus, Natanael Bufalo, na época om 43 anos de idade, acusado de estuprar e assassinar Márcia Andréia do Prado Constantino, que na época tinha 10 anos, foi julgado e condenado, porém está foragido depois de ter recebido o benefício da liberdade condicional.

Márcia Andréia do Prado Constantino, que na época tinha 10 anos, foi estuprada, assassinada e queimada, no dia 20 de outubro de 2007, em Maringá,  (428 km de Curitiba, PR), pelo ex-pastor da Assembléia de Deus, Natanael Bufalo, na época om 43 anos de idade. 

Em depoimento, Bufalo disse ter encontrado Márcia por volta de 20h30 em frente da igreja e a chamou para buscar um bolo. A menina entrou no carro foi levada para casa dele. Num intervalo de 3 horas ele estuprou e matou a criança, com uma sacola plástica. Ele desovou o corpo da vítima em uma plantação de milho, onde o corpo foi achado, após ter sido incendiado.

Por volta de 23h30, Búfalo voltou para casa, lavou o carro, o lençol da cama e virou o colchão. O assassino ainda voltou à igreja para ajudar nas buscas à menina. Depois de encontrado o corpo, ele ainda compareceu ao velório para confortar a família.
 
O ‘monstro’ Natanael Bufalo tem 3 filhos sendo duas meninas e um menino abaixo de 12 anos.
Foi-lhe perguntado se alguém fizesse isso com uma de suas filhas, o que ele faria?
Ele respondeu: - Eu mataria!
 
O assassinato monstruoso vem chamando a atenção do Brasil, através das redes sociais (orkut, facebook etc…), onde estão sendo divulgadas imagens muito fortes da menina Márcia Andréia do Prado Constantino.
 
A revolta ganhou as redes sociais porque o ‘monstro’ Natanael Bufalo, mesmo tendo sido condenado a pena máxima, ganhou liberdade condicional e está foragido.
 
Ele já havia sido condenado no ano de 2001 por outro crime de estupro. Era reincidente, mesmo assim ganhou o benefício da liberdade condicional e desapareceu. Quando foi condenado em 2001, Natanael foi expulso da igreja que era pastor. Passou a trabalhar como manobrista na própria igreja em que era pastor.

Por Sandra Domingues, com informações do Estadão, A voz da Cidade e Alerta Notícias


Não será publicado.




Desejo Receber Informativos (não enviamos SPAM)






The Punisher em 13/07/2012 23:32
Isso é um absurdo! Este monstro deveria ser eliminado da face da Terra pois não tem como um ser deste conviver perante nós. Fala sério, esta justiça é uma pouca vergonha, aqui pelo visto os monstros sempre são beneficiados, o que me revolta é saber que existam uns advogados desgraçados que tem a capacidade de defender estes monstros mesmo sabendo que são criminosos apenas para receber o dinheiro imundo deles... Eu odeio pedófilos, para mim a pena deles deveria ser de morte...


Suzana em 07/04/2012 19:19
monstrooooo! que crueldade, como pode existir alguém assim entre todos nós, e ainda ter a coragem de dizer que se fosse um de seus filhos mataria o criminoso, pois eu digo se fosse com minha filha eu mataria um lixo desses sem dó e nem piedade....

Nelson Lopes  Núbia Carmen Conte Haick Dorothy Stang Arthur Lourenço Alcaide Miquelan Carlos Gustavo Russo Larissa Izabel Heymer Daniel Víctor  de Bastos Gabriela Correia da Silva Jonathan Felipe dos Santos Olival Felix Possidonio Mário dos Santos Sampaio Cidia Costa Cardoso Daniel Henrique de Souza Rezende Brunno Zimmermann Kirsch Chang Tony Fregona Sampang Darlla Dutra Rodrigues Thiago karpó Robson Eduardo Carriel De Lima Jéssica Picolo  Carlos Eduardo Lira dos Santos Rampini Miriam Afif José Baltresca
 
Blogger   Youtube   Facebook   Twitter   RSS