Autor: Carlos Santiago
Gabriela Sou da Paz
Diga não à impunidade
Blog Blog   |   Fale Conosco Fale Conosco   |   Cadastro Cadastro   |   Depoimento Depoimento
 
 
 
Você está em: Inicial > memorial > perfil.php

Mirian Nunes Machado Cotias Cavalcanti (Assassinato)



 


Participe Participe cadastrando seu caso de impunidade.

Aviso O Movimento Gabriela Sou da Paz não se responsabiliza pela exatidão e veracidade das informações contribuidas voluntariamente abaixo.


Data do Ocorrido: 26/02/2012

Localização: Olinda (PE)

Data de Nascimento: 00/00/1948 (64 anos)

Data de Falecimento: 26/02/2012

Sexo: Masculino Masculino
 

O bispo diocesano da Igreja Anglicana, cientista político e professor aposentado da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), Dom Edward Robinson Cavalcanti, de 64 anos, e a esposa dele, a professora aposentada Mirian Nunes Machado Cotias Cavalcanti, também de 64 anos, foram assassinados na casa da família, na Rua Barão de São Borja, número 305, em Jardim Fragoso, Olinda, na noite de 26 de fevereiro de 2012.

De acordo com a policia, o autor do crime é o filho adotivo do casal Eduardo Olímpio Cotias Cavalcante, de 29 anos. O rapaz morava nos Estados Unidos desde os 16 anos de idade e teria voltado ao Btasil há cerca de 15 dias depois de ter sido preso no país estrangeiro várias vezes por envolvimento com drogas e outros delitos.

Segundo o reverendo Hermany Soares, amigo da família, quando Eduardo chegou ao Brasil, ele foi buscá-lo no aeroporto e ainda no desembarque teria perguntado onde compraria uma arma.
 
Pela manhã, o rapaz saiu de casa, foi beber na praia e voltou à tarde. À noite ele foi visto amolando uma faca na frente do portão de  casa. Por volta das 22 horas da noite, Eduardo começou a discutir com o pai, pegou a faca e começou a golpear o idoso. A mãe foi defender o marido e também foi esfaqueada.
 
O bispo Robison morreu no quarto. Já a mãe ainda foi levada para o Hospital Tricentenário, em Olinda, com uma facada no peito esquerdo, mas já chegou morta. Após o crime, Eduardo tentou cometer suicídio ingerindo uma substância não identificada e aplicando vários golpes de faca no próprio peito. Ele foi levado para o Hospital da Restauração (HR) em uma viatura da Polícia Militar. Eduardo estava passando por um processo de deportação.
 
Eduardo foi autuado em flagrante por homicídio e está no Hospital de Restauração (HR). Depois que receber alta será levado para fazer exames no Instituto de Criminalística e para o Centro de Triagem de Abreu e Lima, o Cotel, na Grande Recife.
 
Segundo informações de parentes, o bispo Robinson foi o coordenador regional da primeira campanha do ex-presidente Lula para presidente da República, que o teria visitado em casa depois de eleito. O bispo também foi candidato a deputado federal e proferiu palestras na ONU.
 
O  Oficio  Fúnebre do Bispo Diocesano Dom Edward Robinson de Barros Cavalcanti e sua esposa Miriam Cotias Cavalcanti foi realizado no dia 29 de Fevereiro, às 14h, na Paróquia Anglicana Emanuel, situada a Rua São Miguel, 15, Farol, Olinda PE. O enterro ocorreu as 16h30 no Cemitério Morada da Paz,  Paulista PE.
 
O delegado especial José do Prado será responsável pela investigação do assassinato do bispo dom Edward Robinson Cavalcanti e da mulher dele, Mirian Nunes Machado Cotias Cavalcanti. O anúncio foi feito na tarde de 27 de fevereiro de 2012, pelo diretor de Polícia Civil de Pernambuco, Manoel Carneiro. José do Prado é titular da 6ª delegacia do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP).

O bispo diocesano da Igreja Anglicana, cientista político e professor aposentado da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), Dom Edward Robinson Cavalcanti, de 64 anos, e a esposa dele, a professora aposentada Mirian Nunes Machado Cotias Cavalcanti, também de 64 anos, foram assassinados na casa da família, na Rua Barão de São Borja, número 305, em Jardim Fragoso, Olinda, na noite de 26 de fevereiro de 2012. 

De acordo com a policia, o autor do crime é o filho adotivo do casal Eduardo Olímpio Cotias Cavalcante, de 29 anos. O rapaz morava nos Estados Unidos desde os 16 anos de idade e teria voltado ao Btasil há cerca de 15 dias depois de ter sido preso no país estrangeiro várias vezes por envolvimento com drogas e outros delitos.

O bispo Robison morreu no quarto. Já a mãe ainda foi levada para o Hospital Tricentenário, em Olinda, com uma facada no peito esquerdo, mas já chegou morta. Após o crime, Eduardo tentou cometer suicídio ingerindo uma substância não identificada e aplicando vários golpes de faca no próprio peito. Ele foi levado para o Hospital da Restauração (HR) em uma viatura da Polícia Militar. Eduardo estava passando por um processo de deportação. 

Eduardo foi autuado em flagrante por homicídio e está no Hospital de Restauração (HR). Depois que receber alta será levado para fazer exames no Instituto de Criminalística e para o Centro de Triagem de Abreu e Lima, o Cotel, na Grande Recife.
 
O delegado especial José do Prado será responsável pela investigação do assassinato do bispo dom Edward Robinson Cavalcanti e da mulher dele, Mirian Nunes Machado Cotias Cavalcanti. O anúncio foi feito na tarde de 27 de fevereiro de 2012, pelo diretor de Polícia Civil de Pernambuco, Manoel Carneiro. José do Prado é titular da 6ª delegacia do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP). 
 


Não será publicado.




Desejo Receber Informativos (não enviamos SPAM)





Eliza Silva Samudio Ana Beatriz de Souza Rebecca Cristina Alves Simões Ronaldo de Carvalho Pinto Edward Robinson Cavalcanti Anthony Richard Belem Ferreira Ana Carolina Antoniolli Natália Marina De Carli Francisco Ferreira Oliveira Neto Michelle Chaffin Cubeiro Gabriela Nunes de Araújo Sérgio Luis Mendes Daniela Ferreira Sigouney Tereza Coelho de Moraes Juliana Pereira da Silva Lewdo Ricardo Coelho Severino Natália Broglio Murillo Gerhard Kaltmaier Marcela Aragão Adriana Moura da Rocha Machado Flávio Augusto Nascimento Cordeiro
 
Blogger   Youtube   Facebook   Twitter   RSS