Autor: Carlos Santiago
Gabriela Sou da Paz
Diga não à impunidade
Blog Blog   |   Fale Conosco Fale Conosco   |   Cadastro Cadastro   |   Depoimento Depoimento
 
 
 
Você está em: Inicial > memorial > perfil.php

Caíque Müller de Oliveira Santana (Bala Perdida)



 


Participe Participe cadastrando seu caso de impunidade.

Aviso O Movimento Gabriela Sou da Paz não se responsabiliza pela exatidão e veracidade das informações contribuidas voluntariamente abaixo.


Data do Ocorrido: 14/06/2009

Localização: São Paulo (SP)

Data de Nascimento: 11/08/1992 (16 anos)

Data de Falecimento: 14/06/2009

Sexo: Masculino Masculino
 

Caíque Müller de Oliveira Santana, 16 anos estudante e trabalhador, foi atingido na cabeça por uma bala perdida quando voltava do trabalho, no dia 14 de agosto de 2009, em São Paulo.

Por Maitê da Silveira

Em homenagem ao Caíque Müller de Oliveira Santana, o nosso eterno Bah

Hoje ele é a estrela mais brilhante do céu de Heliópolis. Mas não é uma estrela como as outras. Tem todo um estilo próprio, um jeito único de brilhar.

Caíque hoje é uma estrela, mas não poderia ser diferente, ele sempre foi uma estrela, ele sempre teve seu brilho, Caíque nasceu para brilhar. Hoje ele pode brilhar eternamente, mas seu estilo diferenciado jamais será esquecido.

Quando se abre a página de Caíque no Orkut pode-se ler algo especial, ele diz em uma frase: “...PoDiiiLer&MásNumCopia...” Ninguém poderia copiar o Caíque. Ninguém poderia ser como ele porque ele nasceu pra ser admirado, somente isso. As estrelas e os guerreiros nasceram para ser admirados. Caíque sempre foi e sempre será uma estrela.

Caíque sempre será um guerreiro, pois uma vez guerreiro, sempre guerreiro. Caíque deixou sua marca no mundo, mas não era uma marca qualquer. Era uma marca com stillo. O estilo Bah de ser.

O céu agora tem mais estilo, pois hoje o Bah brilha entre as estrelas e pode mostrar ao pessoal lá de cima como é que se faz. O céu de Heliópolis é o céu de guerreiros anjos e estrelas, mas com certeza entre todas está a estrela maior, aquela que brilha mais, aquela que tem um stillo diferenciado. É a estrela Bah que ilumina as noites, é o guerreiro Bah que mais uma vez mostra todo seu brilho.

Pense no guerreiro Bah nas noites de inverno. Se fechar os olhos pode vê-lo sentado e enrolado em um cobertor. É assim que ele é lembrado. O polêmico, o estiloso, o cara cheio de personalidade. O guerreiro agora brilha no céu e pode ser admirado pelo mundo.

Caíque Müller de Oliveira Santana, 16 anos estudante e trabalhador, foi atingido na cabeça por uma bala perdida quando voltava do trabalho, no dia 14 de agosto de 2009, em São Paulo.



Não será publicado.




Desejo Receber Informativos (não enviamos SPAM)





Emily Guedert de Araújo Rodrigo da Silva Netto Sérgio Porfírio Cardoso Kaio Lucas Garcia Negris Púbio Theodoro de Sousa Adriele Camacho de Almeida Bruno Soares e Silva Nicolas Cauã Secco Marcos Monis Monteiro de Lima Rodrigo Balsalobre Damus Rosa Maria Leite Alves Cleyton da Silva Leite Mariana Valente Viveiros de Paula Carolina Menezes Cintra Santos Laís Matavelli Ana Carolina Antoniolli Tatiane de Almeida Alves João Luiz Sá Freire Azevedo Evandro Pinto Ribeiro Andressa Holz Jacqueline Ruas
 
Blogger   Youtube   Facebook   Twitter   RSS