Autor: Carlos Santiago
Gabriela Sou da Paz
Diga não à impunidade
Blog Blog   |   Fale Conosco Fale Conosco   |   Cadastro Cadastro   |   Depoimento Depoimento
 
 
 
Você está em: Inicial > memorial > perfil.php

Joseane Pereira Moraes (Pedofilia)



 


Participe Participe cadastrando seu caso de impunidade.

Aviso O Movimento Gabriela Sou da Paz não se responsabiliza pela exatidão e veracidade das informações contribuidas voluntariamente abaixo.


Data do Ocorrido: 03/12/2011

Localização: Londrina (PR)

Data de Nascimento: 00/00/2003 (14 anos)

Sexo: Feminino Feminino
 

Joseane Moraes,  de 9 anos, estava desaparecida desde o dia 03 de dezembro de 2011 em Cambé, no norte do Paraná. Segundo familiares, ela sumiu após sair de casa para ir até uma festa da igreja católica na cidade. A criança morava com a mãe, a irmã de 12 anos e um irmão de 15.

"Ela pediu autorização para a mãe para ir até a festa para brincar com outras crianças. A mãe não autorizou que ela fosse sozinha e pediu para que a menina esperasse a irmã que estava tomando banho. Mas ela não esperou e saiu sem ninguém perceber. Depois disso, ninguém mais soube do paradeiro da minha neta", relatou ao G1, na manhã de quarta-feira (4), a avó Maria Pereira Soares.

Segundo os investigadores do Serviço de Investigação de Crianças Desaparecidas (Sicride), a primeira hipótese dos familiares, que já foi descartada, era de que a criança tivesse sumido durante a noite, na festa na igreja. Na nota oficial divulgada pelo órgão, os investigadores relatam que o sumiço deve ter ocorrido no trajeto entre a casa da família e a igreja, por volta das 15h.
"Não tive Natal e Ano Novo. Eu tenho muita fé e a esperança não pode acabar. A qualquer momento a gente vai encontrá-la", complementou a avó.
 
A última vez que foi vista antes de sumir em Cambé, no norte do Paraná, foi quando saía de casa e não na festa da igreja da cidade como acreditava a polícia. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Paraná, pelos depoimentos e pelas imagens recolhidas no local, não há indícios de que Josiane tenha participado da confraternização.
 
O corpo de uma pessoa - ainda não identificada - foi encontrado na tarde do dia 05 de janeiro de 2012 em estado de decomposição em Cambé (16 km de Londrina). A suspeita é que o cadáver possa ser de Joseane Pereira Moraes, de 9 anos, desaparecida há um mês no município.
 
O cadáver foi encontrado na Rua Guaratuba, em um fundo de vale no Conjunto Ana Elisa III. Às 16h53, peritos do Instituto de Criminalística e o delegado da Polícia Civil estavam no local para averiguar a cena do crime.
 
Pelo porte da ossada encontrada, informações preliminares dão conta de que o corpo possa ser de Joseane. No entanto, apenas laudos do Instituto Médico-Legal (IML) e do Intituto de Criminalística podem comprovar o dado.
 
Adão Barbosa Xavier,  de 48 anos, confessou à polícia que matou a menina Joseane Moraes, de nove anos, que estava desaparecida desde o dia 3 de dezembro de 2011. Segundo informações de um investigador da Delegacia de Cambé, no norte do Paraná, uma denúncia anônima levou os policiais até o homem na tarde de quarta-feira (11/01/2012). Ele era vizinho da família da menina e na delegacia acabou confessando o crime. 
 
De acordo com a polícia, o homem abusou sexualmente da menor e depois a matou com socos e golpes de pedra na cabeça. O corpo que pode ser de Joseane foi encontrado na quinta-feira (05/01), em um fundo de vale no bairro Ana Elisa III, na periferia de Cambé. O laudo do Instituto Médico-Legal (IML) que vai confirmar se o corpo é da menina e a causa da morte, deve ficar pronto na quinta-feira (12/01).
 
O homem está detido e na quinta (12/01) deve sair o mandado de prisão preventiva. Na casa do suposto autor do crime foram encontrados sacos plásticos iguais aos que ele teria usado para esconder o corpo. A polícia também informou que Joseane era amiga da filha do suspeito.
 
Na tarde de quinta-feira (12), o Instituto Médico-Legal (IML) termina os laudos sobre a causa da morte. Resta agora saber se o exame de DNA vai confirmar que o corpo é de Joseane. Os resultados devem sair dentro de 60 dias.
 
A delegada do Sicride, Daniele de Oliveira Seriguelli, afirma que a demora de registro nos casos de desaparecimento pode ser a diferença entre encontrar a vítima com vida ou já morta. "A orientação que a gente dá é que o quanto antes registre o boletim de ocorrência. Não existe o tabu de esperar 24 horas. Qualquer diferença de horário notada, de quebra na rotina, notifique a polícia. No início é que a gente consegue mais informações. É muito importante que isso seja feito de imediato, um dia faz muita diferença", comentou.
 
Até às 11h de quinta-feira (12), o local onde Xavier iria ficar preso não estava decidido. Os detentos de Cambé, ao saberem que o assassino estava indo para lá, ficaram bastante alterados e ameçaram matar o homem. Provavelmente, ele deve ser mantido em uma sela privada de Londrina.
 
Ele será indiciado por homicídio qualificado, estupro e ocultação de cadáver. A pena pode chegar a 30 anos.

O assassino confesso de Joseane Pereira Moraes, nove anos, desaparecida em Cambé (16 km de Londrina) no dia 3 de dezembro de 2011, foi apresentado na 10ª Subdivisão Policial de Londrina. Na manhã de quinta-feira (12/01/2012) 

Adão Barbosa Xavier, 48 anos, assumiu que estuprou a menina e depois a matou com murros na face, com medo de que ela o denunciasse à família e à polícia.

Joseane Moraes,  de 9 anos, estava desaparecida desde o dia 03 de dezembro de 2011 em Cambé, no norte do Paraná. Segundo familiares, ela sumiu após sair de casa para ir até uma festa da igreja católica na cidade. 

Adão Barbosa Xavier, de 48 anos, confessou à polícia que matou a menina Joseane Moraes. Segundo informações de um investigador da Delegacia de Cambé, no norte do Paraná, uma denúncia anônima levou os policiais até o homem na tarde de quarta-feira (11/01/2012). Ele era vizinho da família da menina e na delegacia acabou confessando o crime. 
 
De acordo com a polícia, o homem abusou sexualmente da menor e depois a matou com socos e golpes de pedra na cabeça. O corpo que pode ser de Joseane foi encontrado na quinta-feira (05/01), em um fundo de vale no bairro Ana Elisa III, na periferia de Cambé. O laudo do Instituto Médico-Legal (IML) que vai confirmar se o corpo é da menina e a causa da morte, deve ficar pronto na quinta-feira (12/01).
 
O homem está detido e na quinta (12/01) deve sair o mandado de prisão preventiva. Na casa do suposto autor do crime foram encontrados sacos plásticos iguais aos que ele teria usado para esconder o corpo. A polícia também informou que Joseane era amiga da filha do suspeito.
 
Até às 11h de quinta-feira (12), o local onde Xavier iria ficar preso não estava decidido. Os detentos de Cambé, ao saberem que o assassino estava indo para lá, ficaram bastante alterados e ameçaram matar o homem. Provavelmente, ele deve ser mantido em uma sela privada de Londrina.
 
Ele será indiciado por homicídio qualificado, estupro e ocultação de cadáver. A pena pode chegar a 30 anos.


Não será publicado.




Desejo Receber Informativos (não enviamos SPAM)






Bruna em 31/01/2012 08:17
Acredito que todos tenham direito a vida, mas confesso que esse caso é exceção, por morar em Londrina - PR acompanhei o caso, e não consigo nem imaginar o que pode passar na cabeça de uma criatura dessas fazer isso com uma criança, sem contar que foi citado em uma reportagem que li, que a própria filha o acusa de vender os "serviços sexuais" dela a troco de bebida alcoólica, apesar de isso não ter sido provado, fica mais que obvio que um sujeito desse não merece o mínimo de proteção do direitos humanos, mesmo porque ele não se encaixa a uma característica primordial SER HUMANO, pois quem com humanidade faria isso meu Deus?? Ele é um MONSTRO.


Adriana Diaz Monteiro em 16/01/2012 15:32
Eu sou á favor que façam o mesmo , com ele na cadeia, que ele fez com essa garotinha.. ele deveria ser feito de mulherzinha e espancado com socos e muitos chutes nessa cara de nojento que ele tem... Esse cidadão ( se é que ele pode ser considerado "gente") deveria ter vergonha na cara.Agora só falta entrar os direitos humanos ( no caso dele o IBAMA) e encobertar esse assassino, que não deve nem ser xingado de animal, pois os bichos não merecem serem comparados á ele... QUE PAÍS É ESSE?? É A DROGA DO BRASIL, onde só funcionam corrupção, mulher pelada e carnaval. ACORDAAAA DILMAAAAAA, PÕE LEI NESSE PAÍS... NÓS SABEMOS QUE VOCÊ PODE MUDAR ISSOOOOOO...


Célia em 13/01/2012 09:47
Não me conformo com tamanha crueldade,chega doer. Será que ele também vai receber o direito de responder o processo em liberdade.Quanta meu Deus pra essa mãe!Cadê os direitos da Criança??? Esse e um direito que elas não tem mais.VIDA!!!


Roseli em 12/01/2012 21:21
estou revoltada com o que este monstro fez com essa pobre criança, imagino o quanto ela deve ter sofrido, só a uma forma de fazer justiça vamos lincha-lo para que sirva de exemplo para outros monstros pedófilos iguais a esse....

Mayara Lilian Alves Ferraz Orlando Enriquez Alves Gomes Kaio César Alves Muniz Ribeiro Rodrigo Vieira Ozires Del Corso Jeferson Bruno Gomes Escobar Brayan Yanarico Capcha Humberto José Figueiras Barrense Natália Broglio Murillo Rodrigo Vale Fonseca Daniel da Silva Ferreira Pinheiro Gilmar Rafael Souza Yared Maycon Peterson Rodrigues Pantoja Nayara Juliane Brandino Sérgio Porfírio Cardoso Nirvana Evangelista da Cruz Pedro Branco Couto Rodrigues Eduardo Henrique Demoro Hamilton de Mattos Púbio Theodoro de Sousa Benoni Alencar Camila Bezerra
 
Blogger   Youtube   Facebook   Twitter   RSS