Autor: Carlos Santiago
Gabriela Sou da Paz
Diga não à impunidade
Blog Blog   |   Fale Conosco Fale Conosco   |   Cadastro Cadastro   |   Depoimento Depoimento
 
 
 
Você está em: Inicial > memorial > perfil.php

Lilian Maria dos Santos (Trânsito)



 


Participe Participe cadastrando seu caso de impunidade.

Aviso O Movimento Gabriela Sou da Paz não se responsabiliza pela exatidão e veracidade das informações contribuidas voluntariamente abaixo.


Lilian Maria dos Santos
Data do Ocorrido: 01/01/2012

Localização: São Paulo (SP)

Data de Nascimento: 00/00/1981 (31 anos)

Data de Falecimento: 01/01/2012

Sexo: Feminino Feminino
 

Lilian Maria dos Santos, 30 anos, grávida de 8 meses, morreu num acidente de trânsito na madrugada do Ano Novo, de 2012, na Zona Sul de São Paulo.

De acordo com a Polícia Militar, a vítima foi levada para o Hospital São Paulo, onde foi feito o parto do bebê que ela esperava. A criança nasceu prematuramente de 32 semanas e continuava internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) neonatal do hospital. O estado de saúde do bebê, um menino, era considerado grave, e faleceu no final da tarde do dia 1º, dia do acidente. .
 
A filha de Lilian Maria dos Santos,  Isabeli, de 7 anos, e uma sobrinh que estavam no veículo e tiverem ferimentos leves.  O carro em que Lilian estava era conduzido pelo marido dela, que também teve ferimentos leves.
 
A vítima estaria num dos dois carros que bateram no cruzamento da Avenida Professor Abraão de Morais com a Avenida Bosque da Saúde. Ainda segundo a PM, o motorista do outro veículo,  o representante comercial Carlos Alberto Aparecido Dias Fiore, 29 anos, envolvido no acidente foi levado ao 16º Distrito Policial, na Vila Clementino, por suspeita de dirigir bêbado. Bebidas alcoólicas teriam sido encontradas num dos carros. Ele poderá ser indiciado por embriaguez ao volante e homicídio doloso.
 
O corpo de Lilian foi encaminhado para o Instituto Médico-Legal (IML) da Zona Sul, na região do Brooklin na manhã do dia 1º de janeiro de 2012.
 
Cinco segundos foram a diferença entre a vida e a morte para Lilian Maria dos Santos, 30 anos, que estava grávida de 7 meses. Segundo a Polícia Civil de São Paulo, este intervalo de tempo foi o que faltou para que ficasse verde o sinal que o marido dela, Landerson Correa Rodrigues, 37 anos, furou na madrugada de ano novo na zona sul da capital, sendo abalroado por outro veículo que atravessava o cruzamento. Os dois motoristas envolvidos na colisão são considerados culpados pelo acidente.
 
Para o delegado do 16º Distrito Policial (Vila Clementino), Airton Sante Amore, a responsabilidade é partilhada pelos condutores. Rodrigues responde por duplo homicídio culposo (sem intenção de matar) por ter avançado o sinal, como atesta depoimento de testemunhas e imagens de uma câmera de segurança. O representante comercial Carlos Alberto Dias Fiore, 29 anos, que estava no outro carro, confessou ter dirigido alcoolizado e sob efeito de cocaína e responderá por homicídio doloso - quando há intenção, conforme previsto na lei.
 
"Entendo que é uma culpa concorrente. Um avançou o sinal, mas se o outro estivesse em condições de dirigir quem sabe poderia ter evitado o acidente fatal", disse o delegado. Sante Amore afirma que cabe à Justiça determinar quem tem mais responsabilidade e admite que possa haver o chamado perdão judicial do marido da vítima. Rodrigues responderá pela negligência, por ter avançado o sinal, e por imperícia, por não se certificar que os ocupantes do carro estavam com o cinto de segurança.
 
 
Por Rafael Baltresca

Pela memória de minha irmã Bruna Baltresca e mamãe Miriam, mude seu comportamento agora: NUNCA beba e dirija.

Ajude-me nesta campanha. Uma única latinha pode matar. Comece a conscientização dentro de casa. Fale com amigos e parentes.

Por favor, assine nossa petição pública online. Quem bebe, dirige e mata, deve ir para a cadeia: http://www.NaoFoiAcidente.com.br

Foto: AE

O motorista, Carlos Alberto Aparecido Dias Fiore,  passou por exame de corpo de delito na manhã de segunda-feira (02/01) antes de ser levado para CDP (Foto: Letícia Macedo/G1)

 Lilian Maria dos Santos, 30 anos, grávida de 8 meses, morreu num acidente de trânsito na madrugada do Ano Novo, de 2012, na Zona Sul de São Paulo.

De acordo com a Polícia Militar, a vítima foi levada para o Hospital São Paulo, onde foi feito o parto do bebê que ela esperava. A criança nasceu prematuramente de 32 semanas e continuava internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) neonatal do hospital. O estado de saúde do bebê, um menino, era considerado grave, e faleceu no final da tarde do dia 1º, dia do acidente.
 
A filha de Lilian Maria dos Santos,  Isabeli, de 7 anos, e uma sobrinh que estavam no veículo e tiverem ferimentos leves.  O carro em que Lilian estava era conduzido pelo marido dela, que também teve ferimentos leves.
 
A vítima estaria num dos dois carros que bateram no cruzamento da Avenida Professor Abraão de Morais com a Avenida Bosque da Saúde. Ainda segundo a PM, o motorista do outro veículo,  o representante comercial Carlos Alberto Aparecido Dias Fiore, envolvido no acidente foi levado ao 16º Distrito Policial, na Vila Clementino, por suspeita de dirigir bêbado. Bebidas alcoólicas teriam sido encontradas num dos carros. Ele poderá ser indiciado por embriaguez ao volante e homicídio doloso.
 
Segundo a Polícia Civil de São Paulo, este intervalo de tempo foi o que faltou para que ficasse verde o sinal que o marido dela, Landerson Correa Rodrigues, 37 anos, furou na madrugada de ano novo na zona sul da capital, sendo abalroado por outro veículo que atravessava o cruzamento. Os dois motoristas envolvidos na colisão são considerados culpados pelo acidente.
 
Para o delegado do 16º Distrito Policial (Vila Clementino), Airton Sante Amore, a responsabilidade é partilhada pelos condutores. Rodrigues responde por duplo homicídio culposo (sem intenção de matar) por ter avançado o sinal, como atesta depoimento de testemunhas e imagens de uma câmera de segurança. O representante comercial Carlos Alberto Dias Fiore, 29 anos, que estava no outro carro, confessou ter dirigido alcoolizado e sob efeito de cocaína e responderá por homicídio doloso - quando há intenção, conforme previsto na lei.


Não será publicado.




Desejo Receber Informativos (não enviamos SPAM)





Galdino Jesus dos Santos Marcos Yuri Prado de Oliveira Guirado Chang Tony Fregona Sampang Nicole Mayra da Silva Nogueira Vitor Suarez Cunha Victor Emanuel Muanis Thays Coppola Rupp Rosa Maria Leite Alves Marcos Vinicius Russo Patricia Leal dos Santos Quênia Rosa Santos Rodrigo da Silva Netto Camila Bezerra Renata Novaes Pinto Fábio Galhota Maiara Natalie da Silva Luiz Augusto Antunes Guedes Fernando Iskierski Décio Sá Rebecca Cristina Alves Simões Tarsila Gusmão Vieira de Melo
 
Blogger   Youtube   Facebook   Twitter   RSS