Autor: Carlos Santiago
Gabriela Sou da Paz
Diga não à impunidade
Blog Blog   |   Fale Conosco Fale Conosco   |   Cadastro Cadastro   |   Depoimento Depoimento
 
 
 
Você está em: Inicial > memorial > perfil.php

Kauê Abreu dos Santos (Erro Médico)



 


Participe Participe cadastrando seu caso de impunidade.

Aviso O Movimento Gabriela Sou da Paz não se responsabiliza pela exatidão e veracidade das informações contribuidas voluntariamente abaixo.


Data do Ocorrido: 06/11/2011

Localização: São Paulo (SP)

Data de Nascimento: 00/10/2011 (0 ano)

Data de Falecimento: 07/11/2011

Sexo: Masculino Masculino
 

Kauê Abreu dos Santos nasceu prematuro e estava internado, há duas semanas, na Maternidade Professor Mário Degni  e faleceu no dia 07 de novembro de 2011, depois que uma auxiliar de enfermagem, Maria Neuza Nery Leão, aplicou leite na veia dele. 

A criança recebia medicamento na veia e era alimentada por uma sonda nasal, onde o leite era colocado. Na noite de domingo (06/11), uma funcionária errou ao medicá-lo e colocou o leite na veia em vez do remédio.
 
Os pais foram à delegacia na noite de terça-feira (8) para prestar depoimento. A polícia ouviu funcionários do hospital.
 
O menino era o segundo filho de um casal simples da região do Butantã, na zona oeste da capital.
 
De acordo com depoimento dado no dia 08/11 por Nilton Norio Shibaki, diretor do Hospital Municipal Maternidade Professor Mario Degni, onde morreu Kauê, a troca da via de alimentação gastronasal pela de soro intravenoso foi constadada por uma funcionária meia hora depois que a criança começou a passar mal.
 
“Por volta de 0h, foi administrado o leite materno a Kauê, pela auxiliar de enfermagem Maria Neuza Nery Leão, e por volta de 0h30 Kauê apresentou baixa oxigenação. Nesse momento, outra funcionária identificou a troca da via de administração, ou seja, o equipamento de leite materno estava conectado ao sistema venoso”, afirmou o diretor no depoimento dado no 51º DP.
“Vamos ouvir todos os funcionários do hospital para saber como é o procedimento padrão para o caso. A partir daí vamos determinar quem será indiciado”, explicou o delegado.
 
A auxiliar de enfermermagem trabalhava no hospital há dois anos em contrato de emergência há três anos. Ela foi demitida ontem pela Secretaria Municipal de Saúde, que, em nota, lamentou a morte  e informou “que a direção do hospital permanece à disposição da família para quaisquer esclarecimentos”.
 
Os pais de Kauê, o encarregado de setor Admilton Xavier dos Santos e a empregada doméstica Jovenita Oliveira de Abreu, pretendem processar o hospital. “Quero justiça para meu filho”, afirmou Admilton.
 
“Um advogado de um dos programas de TV em que estivemos já pegou a causa e vai nos representar”, falou o encarregado. “Mas nenhuma indenização do mundo vai pagar a falta do meu filho, que eu queria ver ao lado do irmãozinho dele, saudável, pulando e brincando”, disse Admilton.
 
A polícia indiciou por homicídio culposo (sem intenção) a auxiliar de enfermagem Maria Neuza Nery Leão, 55, que prestou depoimento na quarta-feira (16) no 51º DP (Butantã), na zona oeste da cidade.

Kauê Abreu dos Santos nasceu prematuro e estava internado, há duas semanas, na Maternidade Professor Mário Degni  e faleceu no dia 07 de novembro de 2011, depois que uma auxiliar de enfermagem, Maria Neuza Nery Leão, aplicou leite na veia dele. 

A criança recebia medicamento na veia e era alimentada por uma sonda nasal, onde o leite era colocado. Na noite de domingo (06/11), uma funcionária errou ao medicá-lo e colocou o leite na veia em vez do remédio.
 
Os pais foram à delegacia na noite de terça-feira (8) para prestar depoimento. A polícia ouviu funcionários do hospital.
 
O menino era o segundo filho de um casal simples da região do Butantã, na zona oeste da capital.
 
A Secretaria Municipal de Saúde abriu uma investigação para descobrir o que aconteceu. A auxiliar de enfermagem responsável pelo erro foi demitida.
 
A polícia indiciou por homicídio culposo (sem intenção) a auxiliar de enfermagem Maria Neuza Nery Leão, 55, que prestou depoimento na quarta-feira (16) no 51º DP (Butantã), na zona oeste da cidade. 


Não será publicado.




Desejo Receber Informativos (não enviamos SPAM)





Murilo Rezende da Silva Ana Lidia Sousa Gomes Leonardo Zanotti Cavalcante Nayara Juliane Brandino André Luis Gusmão de Almeida Ludmila Maria Fernandes Fragoso Marcelo Ribeiro Kuczmarski Daniel Pellegrine Jorge Antônio Careli Kamille Karoline da Cunha Pauxis de Souza Márcia Andréia do Prado Constantino Gislaine Aparecida Gonçalves Alini Gama de Oliveira Vinícius Cesarino Thamires Gomes Leão Machado Padre Wagner Rodolfo da Silva Luíza Delinger dos Santos Ilda Vitor Maciel Fernando Iskierski Monique Oliveira Santos Débora Regina Leme dos Santos
 
Blogger   Youtube   Facebook   Twitter   RSS