Autor: Carlos Santiago
Gabriela Sou da Paz
Diga não à impunidade
Blog Blog   |   Fale Conosco Fale Conosco   |   Cadastro Cadastro   |   Depoimento Depoimento
 
 
 
Você está em: Inicial > memorial > perfil.php

Julio César Pinto Lima (Latrocínio)



 


Participe Participe cadastrando seu caso de impunidade.

Aviso O Movimento Gabriela Sou da Paz não se responsabiliza pela exatidão e veracidade das informações contribuidas voluntariamente abaixo.


Data do Ocorrido: 26/11/2011

Localização: Taguatinga (DF)

Data de Nascimento: 17/05/1989 (22 anos)

Data de Falecimento: 27/12/2011

Sexo: Masculino Masculino
 

Julio César Pinto Lima, 22 anos, do curso de Ciências Sociais da Universidade de Brasília, foi vítima de uma tentativa de latrocinio, ficando em coma na UTI onde foi vítima pela 2ª vez, uma infecção hospitalar, vindo a falecer no dia 27/12/2011.

O crime ocorreu no dia 26 de novembro de 2011, no estacionamento de uma festa no Rotary Club, em Taguatinga. A festa era organizada pelos estudantes de Farmácia da Faculdade UnB Ceilândia, para arrecadar fundos da formatura.

Segundo a polícia, o estudante Julio César saía da confraternização quando foi abordado pelo homem, que também estava no local. O rapaz teria roubado o carro da vítima, que foi atingida por um tiro no pescoço. O jovem estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional de Ceilândia. O quadro agravou-se mais nos últimos dias, em decorrência de uma pneumonia contraída por infecção hospitalar, vindo a falecer um mês depois.
 
A Polícia Civil do Distrito Federal divulgou na quinta-feira, 8 de dezembro, o retrato falado do suspeito de tentativa de latrocínio contra o estudante Julio César Pinto Lima, do curso de Ciências Sociais da Universidade de Brasília.
 
O caso está sendo investigado pela 12ª Delegacia de Polícia, pelos telefones (61) 3453-4317/4319. A polícia informa que manterá os dados do denunciante em sigilo. 
 
Quem souber informações sobre o suspeito pode repassá-las por meio do 197, o Disque Denúncia.  
 
A família suspeita de negligência do hospital, durante tratamento do garoto.
 
Segundo a irmã de Júlio, Estér Pinto Lima, o estudante contraiu uma pneumonia quando estava internado no Hospital Regional de Ceilândia (HRC). O garoto foi medicado com antibiótico e apresentava melhoras, mas precisou ser transferido para o Hospital de Base de Brasília (HBDF), para a realização de alguns exames, que indicariam a necessidade ou não de uma cirurgia. Júlio começou a ter febres de 39ºC e o corpo passou a rejeitar alimentos sólidos. Os médicos decidiram fazer uma broncoscopia, exame que permite analisar as vias respiratórias, para descobrir a causa do problema. Após ser sedado, o garoto entrou em coma. De acordo com a irmã, a dose teria sido excessiva e o jovem não resistiu. A causa da morte ainda está sendo investigada.
 
Além dos erros, a família denuncia que também foi mal atendida no HBDF. "Teve um médico que se recusou a atender o meu irmão pois ele estava no andar errado e dizia que não era paciente dele, mas não fomos nós que colocamos ele ali e ninguém do hospital foi levar o garoto para o andar correto. Um médico não pode se recusar a atender alguém", desabafa Estér. A família fará um protesto nesta quarta-feira (28) à tarde, em frente à ala dos internados do Hospital de Base. "O protesto não é contra o HBDF, mas sim contra a saúde pública do Brasil", afirma a garota.
 
O Hospital informou em nota que Júlio teve acompanhamento médico e de enfermagem, e garante que ele foi medicado. 

Retrato falado do suspeito de tentativa de latrocínio contra o estudante Julio César Pinto Lima, do curso de Ciências Sociais da Universidade de Brasília. 

Quem souber informações sobre o suspeito pode repassá-las por meio do 197, o Disque Denúncia.  

Julio César Pinto Lima, 22 anos, do curso de Ciências Sociais da Universidade de Brasília, foi vítima de uma tentativa de latrocinio, ficando em coma na UTI onde foi vítima pela 2ª vez, de uma infecção hospitalar, vindo a falecer no dia 27/12/2011.

O crime ocorreu no dia 26 de novembro de 2011, no estacionamento de uma festa no Rotary Club, em Taguatinga. A festa era organizada pelos estudantes de Farmácia da Faculdade UnB Ceilândia, para arrecadar fundos da formatura.

Segundo a polícia, o estudante Julio César saía da confraternização quando foi abordado pelo homem, que também estava no local. O rapaz teria roubado o carro da vítima, que foi atingida por um tiro no pescoço. O jovem estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional de Ceilândia. O quadro agravou-se mais nos últimos dias, em decorrência de uma pneumonia contraída por infecção hospitalar, vindo a falecer um mês depois. 

A Polícia Civil do Distrito Federal divulgou na quinta-feira, 8 de dezembro, o retrato falado do suspeito de tentativa de latrocínio contra o estudante Julio César Pinto Lima, do curso de Ciências Sociais da Universidade de Brasília.
 
O caso está sendo investigado pela 12ª Delegacia de Polícia, pelos telefones (61) 3453-4317/4319. A polícia informa que manterá os dados do denunciante em sigilo. 
 
Quem souber informações sobre o suspeito pode repassá-las por meio do 197, o Disque Denúncia.  
 


Não será publicado.




Desejo Receber Informativos (não enviamos SPAM)





Eduardo Alfredo Ortelan Daniel Ribeiro de Almeida Cirne Gabrielly Caroline Dias Rocha Tereza Maria Nogueira Cobra Jéssica Phillip Giusti Kaytto Guilherme Nascimento Pinto João Hélio Fernandes Vieites Ryan Alves Camargo Gabriela Correia da Silva Ana Cláudia Melo e Silva Reginaldo Marcelo Vizani Ronaldo Rodrigues Jonathan Felipe dos Santos Luiza Paula da Silveira Machado Polyana Cristina de Castro Julyana Siqueiros Palomino Lewdo Ricardo Coelho Severino Flávio dos Santos Borges Millena Freitas dos Santos Cléber Cley Pinto Marques Fonseca Filho Edson Gilmar Garcia Schaffer
 
Blogger   Youtube   Facebook   Twitter   RSS