Autor: Carlos Santiago
Gabriela Sou da Paz
Diga não à impunidade
Blog Blog   |   Fale Conosco Fale Conosco   |   Cadastro Cadastro   |   Depoimento Depoimento
 
 
 
Você está em: Inicial > memorial > perfil.php

Guilherme Gabriel Caetano (Trânsito)



 


Participe Participe cadastrando seu caso de impunidade.

Aviso O Movimento Gabriela Sou da Paz não se responsabiliza pela exatidão e veracidade das informações contribuidas voluntariamente abaixo.


Data do Ocorrido: 26/11/2011

Localização: Campinas (SP)

Data de Nascimento: 17/12/2007 (3 anos)

Data de Falecimento: 26/11/2011

Sexo: Masculino Masculino
 

Mãe e filho foram atropelados por um motociclista às 17h46 do dia 26 de novembro de 2011, na Avenida Fernando Paoliere, no Parque das Indústrias, em Campinas. 

Por Adriana Ferreira

Guilherme Gabriel Caetano, de apenas 3 anos, acompanhado de sua mãe, saia da igreja que é proxíma a sua casa. Aulisangela ia atravessar a rua, segurando na mão do pequeno Gui, quando avistou uma moto, vinda em alta velocidade, num ato de apavoramento resolveu voltar para o acostamento, mas infelizmente o motoqueiro teve o mesmo pensamento e atropelou mãe e filho. 

Aulisangela Caetano, de 34 anos, teve as duas pernas fraturadas, mas no desespero ao ver seu pequeno filho Gui no chão foi se arrastando para chegar proxímo do menino.

O Gui teve traumatismo craniano e diversas fraturas pelo corpo, logo chegou o resgate móvel e aéreo, mas o Gui teve parada cardiaca e não resistiu, veio a falecer à caminho do hospital. Sua mãe passou por 2 cirurgias nas pernas e na maca, com auxilio de enfermeiros e bombeiros, acompanhou o velório do Guilherme, no dia 27/11. Foi um dia triste e de muita emoção na despedida do Anjo Guilherme.

Até quando haverá impunidade? O motoqueiro Edson Araujo irá responder em liberdade por homicidio culposo, quando não há intenção de matar...Como não houve intenção??? A velocidade que ele estava apenas arrancou parte do coração da familia de Guilherme!

 

 

Por Rafael Baltresca

Pela memória de minha irmã Bruna Baltresca e mamãe Miriam, mude seu comportamento agora: NUNCA beba e dirija.

Ajude-me nesta campanha. Uma única latinha pode matar. Comece a conscientização dentro de casa. Fale com amigos e parentes.

Por favor, assine nossa petição pública online. Quem bebe, dirige e mata, deve ir para a cadeia: http://www.NaoFoiAcidente.com.br

 

O enterro do menino Guilherme Gabriel Caetano, de 3 anos, ocorreu às 16h30 de domingo, 27/11/2011, no Cemitério Parque das Flores
(Foto: Leandro Ferreira/AAN)

Mãe e filho foram atropelados por um motociclista às 17h46 do dia 26 de novembro de 2011, na Avenida Fernando Paoliere, no Parque das Indústrias, em Campinas. 

O menino Guilherme Gabriel Caetano, de 3 anos, foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levado para o Hospital Mário Gatti com parada cardíaca, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. 

A mãe da criança, a doméstica Aulizângela Caetano, de 34 anos, foi levada para o Hospital Celso Pierro com fraturas expostas nas pernas e precisou passar por cirurgia. 
 
O helicóptero Águia também prestou apoio no atendimento às vítimas. O caso foi registrado no 9º Distrito Policial (DP) como homicídio culposo. 
 
Segundo consta no documento, o motociclista, Edson de Araújo, contou que conduzia a moto, quando avistou mãe e filho. Ele teria tentado desviar, mas as vítimas se deslocaram na mesma direção e, segundo o relato registrado no B.O., o acidente 'foi inevitável' . O homem aguardou até a chegada do resgate e foi levado ao PS São José. 


Não será publicado.




Desejo Receber Informativos (não enviamos SPAM)





Marcos dos Reis Henriques Rosa Maria Leite Alves Nayara Juliane Brandino Lídia de Almeida de Menezes Sophie Zanger Beatriz da Silva Costa Fabrício Heron Débora Regina Leme dos Santos Suellen Santos da Silva Kamille Karoline da Cunha Pauxis de Souza Lewis Anthony Joemir Lucimar Rubio Larissa dos Santos Atanázio Thiago Henry de Siqueira Oazen Kelly Cristina Rodrigues William Francis de Oliveira Morais Henrique dos Santos Silva Nicolas Fuzaro Mori Rhafick Tavares da SIlva Câncio Luciana Gonçalves de Novaes Ricardo Viveiros Filho
 
Blogger   Youtube   Facebook   Twitter   RSS