Autor: Carlos Santiago
Gabriela Sou da Paz
Diga não à impunidade
Blog Blog   |   Fale Conosco Fale Conosco   |   Cadastro Cadastro   |   Depoimento Depoimento
 
 
 
Você está em: Inicial > memorial > perfil.php

Marcos Sidlauskas (Assassinato)



 


Participe Participe cadastrando seu caso de impunidade.

Aviso O Movimento Gabriela Sou da Paz não se responsabiliza pela exatidão e veracidade das informações contribuidas voluntariamente abaixo.


Data do Ocorrido: 17/06/2009

Localização: Embu-Guaçu (SP)

Data de Nascimento: 00/00/1945 (64 anos)

Data de Falecimento: 14/10/2009

Sexo: Masculino Masculino
 

O aposentado Marcos Sidlauskas, de 64 anos, desapareceu após se apaixonar por uma mulher 35 anos mais jovem. Depois de muitos dias de procura, os filhos descobriram que ele havia sido enterrado como indigente. Os parentes passaram semanas à procura do aposentado e colaram cartazes nos postes, nas paredes da farmácia e da padaria.

Sidlauskas se aposentou depois de trabalhar como gerente de uma indústria. Até maio de 2009, ele morava na Vila Mariana, na Zona Sul de São Paulo. Quando conheceu uma mulher de 29 anos, passou a ficar pouco tempo em casa e comprou um carro novo, que ela dirigia. Aos filhos do aposentado, a mulher se apresentou com um nome falso.
 
Sidlauskas alugou uma casa em Embu-Guaçu, na região metropolitana de São Paulo, e foi morar com a mulher. Todo mês, ele voltava a São Paulo para receber a aposentadoria, mas em julho ele não apareceu. O telefone celular foi desligado, e a família perdeu o contato com ele. No começo de agosto, os filhos, assustados, procuraram a polícia. 
 
Dias antes de procurar a polícia, os filhos perceberam saques diários na conta do pai, sempre em valores altos. O dinheiro era retirado em uma lotérica em Embu-Guaçu. 
 
O carro do aposentado foi encontrado com placas trocadas, e a polícia descobriu o corpo de um homem no IML da região. O corpo foi enterrado como indigente no dia 14 de outubro de 2009.
 
A análise da arcada dentária apontou para o aposentado. A mulher foi chamada para ir à delegacia, mas negou até o namoro com ele. “Essa mulher já veio aqui várias vezes. Com certeza, se ela não estiver envolvida, ela sabe quem foi”, disse o delegado Antonio de Olim. 
 
O corpo foi exumado no dia 24/11/2009 para passar por novos exames. As fotos foram mostradas aos filhos, que reconheceram o aposentado, porém o resultado deu negativo. O corpo que foi enterrado não era o do aposentado e até hoje a família luta para descobrir onde está o corpo do pai, que foi reconhecido por eles no IML.
 
A Polícia Civil pediu a prisão temporária de Gisele Reis Carrilho, 29 anos, apontada como principal suspeita de envolvimento no desaparecimento do aposentado Marcos Sidlauskas, mas ela está desde então foragida.
 
Segundo o delegado Antonio de Olim, do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Sidlauskas conheceu Gisele em dezembro de 2008. “Nós apuramos que ela é garota de programa e namora um PM de Parelheiros, na zona sul. O aposentado a conheceu perto da casa dele, num orelhão, onde Gisele colava adesivos com sua foto informando que fazia massagens”.
 
Em junho, Sidlauskas deixou sua casa no Planalto Paulista e foi morar com Gisele em Embu Guaçu. A garota foi apresentada à família dele, mas se identificou com nome falso. O último contato do aposentado com a família foi em 27 de junho.
 
Em 9 de agosto, Dia dos Pais, a filha e o genro do aposentado prestaram queixa do desaparecimento no 16º Distrito Policial (Vila Clementino). A Polícia Civil apurou que Sidlauskas era gerente de uma indústria e, ao se aposentar, recebeu R$ 70 mil de indenização.
 
Com esse dinheiro, ele comprou um Fox preto. Pagou R$ 30 mil pelo veículo. O carro foi encontrado com outra placa no último dia 4, em Embu. A Polícia Civil também apurou que o automóvel foi usado por Gisele.
 
Investigadores descobriram que Gisele tentou vender o Fox para um desmanche. Gisele foi ouvida pela polícia em 31 de agosto. De acordo com o delegado Olim, ela negou envolvimento no desaparecimento de Sidlauskas e também não confirmou ter ficado com o carro dele.
 
Após a família ter prestado queixa do desaparecimento do aposentado, os saques na conta corrente dele pararam de ser efetuados. Ele recebia pouco mais de R$ 1 mil de aposentadoria.
 
O delegado Olim contou que o corpo encontrado em Embu tinha corte nas mãos, possivelmente para prejudicar a possível identificação de impressões digitais. A Polícia Civil apurou ainda que o corpo apresentava três perfurações. Porém, não é possível saber se foram provocadas por arma de fogo. Uma delas era no abdome, uma no pescoço e a outra no ombro, próxima ao pescoço.

O aposentado Marcos Sidlauskas, de 64 anos, desapareceu após se apaixonar por uma mulher 35 anos mais jovem. Depois de muitos dias de procura, os filhos descobriram que ele havia sido enterrado como indigente. Os parentes passaram semanas à procura do aposentado e colaram cartazes nos postes, nas paredes da farmácia e da padaria.

O carro do aposentado foi encontrado com placas trocadas, e a polícia descobriu o corpo de um homem no IML da região. O corpo foi enterrado como indigente no dia 14 de outubro de 2009.
 
O corpo foi exumado no dia 24/11/2009 para passar por novos exames. As fotos foram mostradas aos filhos, que reconheceram o aposentado, porém o resultado deu negativo. O corpo que foi enterrado não era o do aposentado e até hoje a família luta para descobrir onde está o corpo do pai, que foi reconhecido por eles no IML.
 
A Polícia Civil pediu a prisão temporária de Gisele Reis Carrilho, 29 anos, apontada como principal suspeita de envolvimento no desaparecimento do aposentado Marcos Sidlauskas, mas ela está desde então foragida.


Não será publicado.




Desejo Receber Informativos (não enviamos SPAM)





Silvia Maria Arnaut da Costa Flavio Chalamai dos Santos Caíque dos Santos Mariana Rocha de Souza Bruno Ernesto R. Morais Anthony Richard Belem Ferreira Fernanda Tripodi Lewis Anthony Gabriela Prado Maia Ribeiro Rozana da Silva Nascimento André Luis Gusmão de Almeida Gabriela Nunes de Araújo Mayra da Silva Paula Danillo Lopes Barros Pinto  Marcela Naiane Alves dos Santos Aryane Thaís Carneiro de Azevedo Joemir Lucimar Rubio Eduardo Jesus Ferreira Edward Robinson Cavalcanti Danilo Barros de Souza Tereza Maria Nogueira Cobra
 
Blogger   Youtube   Facebook   Twitter   RSS