Autor: Carlos Santiago
Gabriela Sou da Paz
Diga não à impunidade
Blog Blog   |   Fale Conosco Fale Conosco   |   Cadastro Cadastro   |   Depoimento Depoimento
 
 
 
Você está em: Inicial > memorial > perfil.php

Bruna de Oliveira Carneiro (Trânsito)



 


Participe Participe cadastrando seu caso de impunidade.

Aviso O Movimento Gabriela Sou da Paz não se responsabiliza pela exatidão e veracidade das informações contribuidas voluntariamente abaixo.


Data do Ocorrido: 14/10/2010

Localização: Brasília (DF)

Data de Nascimento: 06/02/1990 (20 anos)

Data de Falecimento: 20/10/2010

Sexo: Feminino Feminino
 

Bruna de Oliveira Carneiro, 20 anos, foi vítima fatal da combinação alcool e direção perigosa, na madrugada do dia 14 de outubro de 2010, em Brasília (DF).

O acidente ocorreu depois que Bruna resolveu acompanhar um amigo que, segundo testemunhas, estava embriagado após deixarem uma festa na Asa Sul.

De acordo com relatos, o motorista dirigia em alta velocidade quando perdeu o controle do veículo, colidindo com uma árvore e um poste antes de capotar no estacionamento da Companhia Energética de Brasília (CEB), na quadra 601 norte.

Bruna foi arremessada do veículo e sofreu diversos ferimentos e traumatismos cranianos. Permaneceu uma semana em coma no Hospital de Base, mas acabou indo a óbito na madrugada do dia 20 de outubro.

A intenção do Movimento Bruna Pela Vida é reivindicar mais rigor na punição dos infratores e lutar pela obrigatoriedade do bafômetro e exame de sangue em casos de acidente.

Bruna de Oliveira Carneiro, 20 anos, foi vítima fatal da combinação alcool e direção perigosa, na madrugada do dia 14 de outubro de 2010, em Brasília (DF).

O acidente ocorreu depois que Bruna resolveu acompanhar um amigo que, segundo testemunhas, estava embriagado após deixarem uma festa na Asa Sul.

De acordo com relatos, o motorista dirigia em alta velocidade quando perdeu o controle do veículo, colidindo com uma árvore e um poste antes de capotar no estacionamento da Companhia Energética de Brasília (CEB), na quadra 601 norte.

Bruna foi arremessada do veículo e sofreu diversos ferimentos e traumatismos cranianos. Permaneceu uma semana em coma no Hospital de Base, mas acabou indo a óbito na madrugada do dia 20 de outubro.

A intenção do Movimento Bruna Pela Vida é reivindicar mais rigor na punição dos infratores e lutar pela obrigatoriedade do bafômetro e exame de sangue em casos de acidente.



Não será publicado.




Desejo Receber Informativos (não enviamos SPAM)






Rosivania em 20/12/2012 20:22
esse ocorrido foi uma fatalidade,mas acredito q era a sua hora... mas na maioria das vezes é cupa do motorisrta q vai dirigir enbriagado e nem se emporta com os demais a passageiros,mas seve como lição de vida.. obrigado pela atenção...

Anderson Silva de Oliveira Júnior Felipe Leite Castilho Eduardo Alfredo Ortelan Lúcia da Silva Rafaela Rabelo Alves Francisconi Cláudio Carvalho Tenório Ana Carolina Domingos Cassino Patrícia Gonçalves Marinho  Renata Alexandre Costa Coelho Karina Carvalho Leite Maria Tatiana Barros de Oliveira Gabryelle de Farias Alves Caio Bianchini Vicente Yassuti Nakamatsu Amaro Tavares da Silva Ives Yossiaki Ota Danillo Lopes Barros Pinto Fernando Iskierski Maiara Natalie da Silva Ana Karina Matos Guimarães Kátia Fernandes Karatanasov
 
Blogger   Youtube   Facebook   Twitter   RSS