Autor: Carlos Santiago
Gabriela Sou da Paz
Diga não à impunidade
Blog Blog   |   Fale Conosco Fale Conosco   |   Cadastro Cadastro   |   Depoimento Depoimento
 
 
 
Você está em: Inicial > memorial > perfil.php

Ketlin Bortoloso (Assassinato)



 


Participe Participe cadastrando seu caso de impunidade.

Aviso O Movimento Gabriela Sou da Paz não se responsabiliza pela exatidão e veracidade das informações contribuidas voluntariamente abaixo.


Data do Ocorrido: 10/08/2011

Localização: Gaurama (RS)

Data de Nascimento: 00/00/1993 (18 anos)

Data de Falecimento: 10/08/2011

Sexo: Feminino Feminino
 

Ketlin Bortoloso, de 18 anos, foi executada no dia 10 de agosto de 2011, numa estrada vicinal que liga os municípios de Gaurama e Erechim, na região gaúcha do Alto Uruguai. O corpo da jovem foi encontrado por agricultores.

No dia 11/08, a polícia prendeu o pai dela, Genoir Luis Bortoloso, de 47 anos, já detido várias vezes por não pagar a pensão alimentícia. E Genoir Bortoloso confessou. Disse que na quarta-feira (10/08) apanhou Ketlin em casa, sob o pretexto de que queria ensiná-la a dirigir, e seguiram para uma estrada vicinal. Já na estrada ele parou o carro, alegou que um pneu parecia furado e pediu à filha que descesse do automóvel para checar o problema. Quando Ketlin saiu, Jair Satonino, o pistoleiro contratado pelo pai dela, atirou. Ketlin foi executada com, pelo menos, seis tiros. Genoir e Jair fugiram. Encontrado o corpo de Ketlin algumas horas depois do crime, os dois criminosos estiveram no velório e no enterro da vítima.
 
Jair Satonino, preso na manhã de sexta-feira (12/08), disse à polícia que já fora contratado por Genoir para matar sua filha em agosto de 2009, em outra emboscada, na saída da escola. O pistoleiro contou que atirou contra Ketlin e um irmão dela, ferindo-os. Genoir está preso na cadeia de Erechim, depois de confessar que pagou 500 reais para que sua filha fosse assassinada – e que ajudou o a cossassino a consumar o crime – para se vingar da mãe dela. O pistoleiro contratado apresentou à polícia outra versão: a de que o próprio Genoir matou a filha com quatro tiros de revólver.
 
Satonino afirmou que, na quarta-feira (10/08), atirou duas vezes contra Ketlin, mas o revólver falhou. Então, o pai dela pegou a arma e atingiu a jovem com mais quatro tiros. Satonino também disse que cobrou R$ 10 mil para assassinar Ketlin, mas que Genoir pagou R$ 500 e prometeu pagar o resto em prestações mensais no mesmo valor.
 
Genoir e Jair foram indiciados por homicídio triplamente qualificado, já que o crime foi cometido por motivo fútil, de modo a impossibilitar defesa da vítima e de emboscada.
 
Ketlin Bortoloso era caixa de supermercado em Erechim, jogava basquete e retomaria neste semestre a faculdade de Educação Física.

Genoir Luis Bortoloso, de 47 anos, pai de Ketlin Bortoloso, de 18 anos e réu confesso de ter assassinado a própria filha por causa da pensão alimentícia.

Ketlin Bortoloso, de 18 anos, foi executada no dia 10 de agosto de 2011, numa estrada vicinal que liga os municípios de Gaurama e Erechim, na região gaúcha do Alto Uruguai. O corpo da jovem foi encontrado por agricultores.

No dia 11/08, a polícia prendeu o pai dela, Genoir Luis Bortoloso, de 47 anos, já detido várias vezes por não pagar a pensão alimentícia. E Genoir Bortoloso confessou. Disse que na quarta-feira (10/08) apanhou Ketlin em casa, sob o pretexto de que queria ensiná-la a dirigir, e seguiram para uma estrada vicinal. Já na estrada ele parou o carro, alegou que um pneu parecia furado e pediu à filha que descesse do automóvel para checar o problema. Quando Ketlin saiu, Jair Satonino, o pistoleiro contratado pelo pai dela, atirou. Ketlin foi executada com, pelo menos, seis tiros. Genoir e Jair fugiram. Encontrado o corpo de Ketlinalgumas horas depois do crime, os dois criminosos estiveram no velório e no enterro da vítima.

Jair Satonino, preso na manhã de sexta-feira (12/08), disse à polícia que já fora contratado por Genoir para matar sua filha em agosto de 2009, em outra emboscada, na saída da escola. O pistoleiro contou que atirou contra Ketlin e um irmão dela, ferindo-os.

Genoir está preso na cadeia de Erechim, depois de confessar que pagou 500 reais para que sua filha fosse assassinada – e que ajudou o a cossassino a consumar o crime – para se vingar da mãe dela. O pistoleiro contratado apresentou à polícia outra versão: a de que o próprio Genoir matou a filha com quatro tiros de revólver.

Genoir e Jair foram indiciados por homicídio triplamente qualificado, já que o crime foi cometido por motivo fútil, de modo a impossibilitar defesa da vítima e de emboscada.



Não será publicado.




Desejo Receber Informativos (não enviamos SPAM)






Marcelo em 16/10/2016 17:43
Parece-me que o pai perdeu a maior das riquezas sem saber. Acho que a filha o amava.


Rosa em 04/06/2015 10:50
Ele esta pagando pelo crime que cometeu enquanto muitos estão por ai continuando a matar inocentes..


Robert em 28/08/2014 21:34
Espero que este demônio desgraçado que foi o pai dela já tenha morrido na cadeia. DESGRAÇADO! Mundo de demônios!!!


Virginea em 26/08/2011 22:40
Essa menina não merecia isso. Sempre gentil, simpática, amável com todos, amiga das pessoas e dos animais, recolhia os animaizinhos de rua sempre que podia...Mesmo com todas as dificuldades que sempre passou, aos 17 anos ingressou na faculdade e já tinha objetivo definido. Trabalhava, era independente, tinha conseguido uma bolsa de estudos...Quem a conheceu sabe da dificuldade que sua mãe teve para criá-la sozinha e depois que a menina está adulta, um monstro inescrupuloso, egoísta, ganancioso faz uma maldade dessas, uma covardia, algo tão absurdo que não dá quase pra acreditar.

Ana Alice Moreira de Melo Ademilson Candido Mayara Rasmussen Ronaldo de Carvalho Pinto Thays Nascimento Martins Gustavo Rafael Rodrigues Paulino Ferreira Joanna Cardoso Marcenal Marins Thiago Pinheiro Castro Rafael Pereira da Silva Felipe da Silva Gomes Juliana de Godoy Pereira Ricardo Moreira Júnior Alexandre Martins de Castro Filho Nísio Gomes Bruna Alessandra Costa de Souza Cassiano Moreira da Silva Décio Sá Dhajyla Daniele Matos Silva Rosilene Maria da Silva César Dias de Oliveira Luana Rodrigues de Sousa
 
Blogger   Youtube   Facebook   Twitter   RSS