Autor: Carlos Santiago
Gabriela Sou da Paz
Diga não à impunidade
Blog Blog   |   Fale Conosco Fale Conosco   |   Cadastro Cadastro   |   Depoimento Depoimento
 
 
 
Você está em: Inicial > memorial > perfil.php

Natália Broglio Murillo (Trânsito)



 


Participe Participe cadastrando seu caso de impunidade.

Aviso O Movimento Gabriela Sou da Paz não se responsabiliza pela exatidão e veracidade das informações contribuidas voluntariamente abaixo.


Data do Ocorrido: 11/07/2011

Localização: São Paulo (SP)

Data de Nascimento: 04/03/1988 (23 anos)

Data de Falecimento: 11/07/2011

Sexo: Feminino Feminino
 
Natália Broglio Murillo, de 23 anos, e Rafaela Rabelo Alves Francisconi, de 27 anos, foram vítimas fatais de um acidente de trânsito, em 11/07/2011, na zona Norte de São Paulo.
 
Rafaela Rabelo Alves Francisconi, de 27 anos, o filho João Pedro Rabelo, de 9 meses, e a tia do menino, Natália Broglio Murillo, de 23 anos, tiveram o Voyage atingido lateralmente por um Honda Civic na Avenida Presidente Humberto de Alencar Castello Branco, na Vila Itapegica. Com o impacto, o Voyage foi arrastado por cerca de 50 metros.
 
O menino foi jogado para fora do veículo, mas sobreviveu e foi encaminhado para o Hospital Padre Bento. Já fora de perigo, João Pedro foi transferido para o Hospital da Criança. A tia morreu no local do acidente. A mãe do menino, mesmo socorrida no mesmo hospital, não resistiu aos ferimentos e morreu.
 
Os três suspeitos, de 15 e 12 anos, foram levados também para o Hospital Padre Bento. Os dois adolescentes passam bem, mas o terceiro, de 15 anos, segundo o hospital, deu entrada com parada cardiorrespiratória. O caso foi registrado no 2º Distrito Policial de Guarulhos.
 
Segundo a polícia, o Honda Civic teve a placa adulterada pelos ladrões e havia sido roubado na tarde do dia anterior, na Avenida Joaquina Ramalho, na Vila Guilherme. No momento em que foi abordado por policiais militares, o motorista se negou a parar, dando início à perseguição. Ainda não se sabe se os três ocupantes do Honda fazem parte do grupo responsável pelo roubo.
 
A fuga começou na Avenida Emílio Ribas, mesma avenida onde fica o Hospital Padre Bento. Antes de atingir o Voyage, o veículo ocupado pelos criminosos ainda bateu contra uma viatura da Polícia Militar que tentava fazer o cerco.
 
Na manhã de 13/07/2011 Rafaela Rabelo Alves Francisconi, que era a mãe do bebê, e sua cunhada, Natália Broglio Murillo, foram sepultadas por volta das 9h30 no Memorial Guarulhos, na Vila Rio de Janeiro.

O irmão de Rafaela Rabelo veio do México para o velório. Ele e Nathália iam se casar em novembro. “O mínimo que a gente pede é justiça. Como pode bater num carro, de uma mãe de família, e uma criança foi arremessada para fora do carro? Isso é um absurdo. O que a gente quer é justiça mesmo”, diz Natália Bispo, amiga de Rafaela.

O bebê, que foi arremessado, teve alta do Hospiral Geral de Guarulhos na quarta-feira (13), segundo a Secretaria Estadual de Saúde. A criança foi levada por familiares para casa.

Os dois adolescentes que sobreviveram no acidente, segundo a assessoria do Tribunal de Justiça do Estado, foram encaminhados para a Fundação Casa na tarde de quarta-feira (13). O outro adolescente de apenas 15 anos, que não sobreviveu, foi enterrado em 13/07 no Cemitério Vila Nova Cachoeirinha, em São Paulo.

Por Sandra Domingues, com informações do Correio do Povo, Guarulhos Notícias e Isto é Guarulhos

“Ninguém pensava que era um bebê”, diz PM que resgatou criança lançada para fora de carro

Crédito: Reprodução TV Record
 
 
Carro ficou totalmente destruído (Foto: Reprodução/TV Globo)
 
 
 
 

Natália Broglio Murillo, de 23 anos, e Rafaela Rabelo Alves Francisconi, de 27 anos, foram vítimas fatais de um acidente de trânsito, em 11/07/2011, na zona Norte de São Paulo. 

Rafaela Rabelo Alves Francisconi, de 27 anos, o filho João Pedro Rabelo, de 9 meses, e a tia do menino, Natália Broglio Murillo, de 23 anos, tiveram o Voyage atingido lateralmente por um Honda Civic na Avenida Presidente Humberto de Alencar Castello Branco, na Vila Itapegica. Com o impacto, o Voyage foi arrastado por cerca de 50 metros.

O menino foi jogado para fora do veículo, mas sobreviveu e foi encaminhado para o Hospital Padre Bento. Já fora de perigo, João Pedro foi transferido para o Hospital da Criança. A tia morreu no local do acidente. A mãe do menino, mesmo socorrida no mesmo hospital, não resistiu aos ferimentos e morreu.
 
Os três suspeitos, de 15 e 12 anos, foram levados também para o Hospital Padre Bento. Os dois adolescentes passam bem, mas o terceiro, de 15 anos, segundo o hospital, deu entrada com parada cardiorrespiratória. O caso foi registrado no 2º Distrito Policial de Guarulhos.
 
Os dois adolescentes que sobreviveram no acidente, segundo a assessoria do Tribunal de Justiça do Estado, foram encaminhados para a Fundação Casa na tarde de quarta-feira (13). O outro adolescente de apenas 15 anos, que não sobreviveu, foi enterrado em 13/07 no Cemitério Vila Nova Cachoeirinha, em São Paulo.
 
Por Sandra Domingues, com informações do Correio do Povo, Guarulhos Notícias e Isto é Guarulhos


Não será publicado.




Desejo Receber Informativos (não enviamos SPAM)





Humberto Barbosa Martins Maycon Peterson Rodrigues Pantoja Sônia Regina de Oliveira Alaélcio Pereira de Araújo Paulo Veronesi Pavesi Ricardo Viveiros Filho Eduardo Alfredo Ortelan Lúcia da Silva Nicolas Cauã Secco Fábio Alexandre Maisel Costa Carlos Magno Oliveira Servanis Monteiro de Oliveira Ana Carolina Salvador Custódio Jackson Wataru Komati Hugo Leonardo Mendes Lucas Henrique Babolim Lewis Anthony Thays Coppola Rupp Maria Aparecida Fausta Ribeiro Silva Ike Cézar Gonçalves Ana Alice Moreira de Melo
 
Blogger   Youtube   Facebook   Twitter   RSS