Autor: Carlos Santiago
Gabriela Sou da Paz
Diga não à impunidade
Blog Blog   |   Fale Conosco Fale Conosco   |   Cadastro Cadastro   |   Depoimento Depoimento
 
 
 
Você está em: Inicial > memorial > perfil.php

Carlos Eduardo de Souza Garcia (Latrocínio)



 


Participe Participe cadastrando seu caso de impunidade.

Aviso O Movimento Gabriela Sou da Paz não se responsabiliza pela exatidão e veracidade das informações contribuidas voluntariamente abaixo.


Data do Ocorrido: 08/03/2011

Localização: São Paulo (SP)

Data de Nascimento: 00/00/1987 (24 anos)

Data de Falecimento: 08/03/2011

Sexo: Masculino Masculino
 

O universitário, Carlos Eduardo de Souza Garcia, 24 anos, que estudava Letras e dava aulas de inglês, foi abordado por ladrões e morto durante um assalto no momento em que chegava em casa. O crime aconteceu no dia 8 de março, na Vila Prudente, Zona Leste da Capital. 

Câmeras de segurança mostram a vítima sendo abordada por quatro homens armados. Ele é rendido pelos criminosos. Eles discutem. Na sequência, um dos bandidos aponta a arma para a cabeça do estudante. Ele ameaça ir embora, mas depois volta, atirando na cabeça de Carlos Eduardo, que estava abaixado, escondido no portão da própria residência. O estudante trabalhava como projetista com o pai e os irmãos.
 
O tio do jovem, o empresário Danilo da Silva Garcia, de 40 anos, conta que o pai de Carlos Eduardo presenciou a tentativa de assalto. “Meu irmão estava em casa e viu a imagem do filho chegando e o rapaz abordando. Ele foi até a janela e disse que o jovem entregaria tudo”, diz. Depois, o pai começou a descer a escada que dava acesso à garagem quando ouviu o tiro.
Os pais colocaram o estudante dentro do carro e o levaram ao Hospital São Cristóvão, na Mooca. Depois, o jovem foi transferido para o Hospital Paulistano, onde morreu. O jovem, no feriado, saiu com uma amiga e retornava para casa quando aconteceu o crime. 
 
O tio conta que o irmão está muito abalado com tamanha violência. “A gente vive em pânico. Eu tenho três filhos e todo dia a gente faz recomendações, mas não podemos viver em uma cápsula”, desabafa o empresário. O corpo do jovem foi enterrado na manhã do dia 10/03/2011.
 
A polícia de São Paulo prendeu em 15/03/2011os  três suspeitos de matar a tiros o universitário de Letras Carlos Eduardo de Souza Garcia
Um dos suspeitos detidos é menor de idade. A prisão foi feita por policiais do 56º Distrito Policial, de Vila Alpina.
Segundo a polícia, os suspeitos - um adolescente, autor do disparo que matou o estudante; Diogo de Amorim Cruz e Antonio Charles Vieira Rebouças - foram localizados após denúncia anônima. Um deles foi detido e teria confessado o crime. As investigações prosseguiram e a polícia conseguiu identificar os outros dois suspeitos, que também foram presos. Um quarto envolvido, Wellington Batista da Silva, está foragido. Segundo a polícia, foi dele que partiu a ordem para o menor atirar no universitário. (Câmeras de segurança flagraram o crime)
 
- Eu indaguei o porquê do tiro na vítima, sendo que a vítima não reagiu. Ele me respondeu, com extrema frieza, que a vítima bateu o portão na cara dele, e estava, em tese, desacreditando dele. Por isso que ele voltou, em um momento de fúria, e efetuou um disparo na cabeça da vítima - diz o tenente da Polícia Militar Danilo Matsuoka.
 
- O indivíduo que está foragido é que disse a expressão ‘dá um pipoco’. E ele (o adolescente) foi, deu um tiro e acertou bem na cabeça da vítima, que tinha se agachado para se proteger - diz o delegado Renato Marcos Porto.
O adolescente vai ser levado para a Fundação Casa. Os outros dois presos vão responder processo por corrupção de menor, formação de quadrilha e latrocínio, que é o roubo seguido de morte. Quem tiver informações sobre o quarto suspeito, pode ligar para o Disque Denúncia. O telefone é o 181.
 
O Disque Denúncia é uma central telefônica para onde qualquer pessoa poderá ligar e fornecer informações sobre crimes e problemas de segurança pública.
A denúncia possui garantia de sigilo absoluto e anonimato, e o denunciante poderá acompanhar as providências adotadas e os resultados obtidos pelas Polícias Civil e Militar a partir de senha recebida após a denúncia. 
 
As ligações são gratuitas e o serviço funciona 24 horas por dia, inclusive nos feriados.
 

O universitário, Carlos Eduardo de Souza Garcia, 24 anos, que estudava Letras e dava aulas de inglês, foi abordado por ladrões e morto durante um assalto no momento em que chegava em casa. O crime aconteceu no dia 8 de março, na Vila Prudente, Zona Leste da Capital. 

A polícia de São Paulo prendeu em 15/03/2011os  três suspeitos de matar a tiros o universitário de Letras Carlos Eduardo de Souza Garcia
Um dos suspeitos detidos é menor de idade. A prisão foi feita por policiais do 56º Distrito Policial, de Vila Alpina.
O adolescente vai ser levado para a Fundação Casa. Os outros dois presos vão responder processo por corrupção de menor, formação de quadrilha e latrocínio, que é o roubo seguido de morte. Quem tiver informações sobre o quarto suspeito, pode ligar para o Disque Denúncia. O telefone é o 181.


Não será publicado.




Desejo Receber Informativos (não enviamos SPAM)






Roseli Cardoso em 02/12/2012 18:31
Gente kd a mudanca nesa lei maldita que so protege vagabundo


Adriana em 28/03/2011 17:07
Que Deus conforte os corações dos familiares do Carlos Eduardo!! Brasil ja passou da hora de reagir!! Cade o governo??? Os Marginais estão tomando conta do Pais... e o governo finge que nada vê :(


Adriana Oliveira Barbosa em 19/03/2011 22:13
Minha solidaridade aos familiares do jovem Carlos Eduardo..espero que esses marginais fiquem presos e paguem pelo crime barbaro que cometeram...e o marginal de menor tem que ser preso tbm nada de instituição casa!!! lugar de ladrão assassino é na cadeia!!! e trabalhando para comer...sei da dor que os pais estão sentindo...sou mãe do Luis Paulo Oliveira Barbosa,assassinado por um prefessor da fatec no dia:24/12/2010


Rita em 19/03/2011 02:32
Olá,gostariamos d receber td que puder p repassarmos e ajudar um pouquinho nessa campanha!!! Desde já agradeço e desejo a vcs q DEUS os abençoe nesta luta!!!


Christiane em 17/03/2011 17:51
Acho que no Brasil as leis devem ser mudadas o quanto antes. Esse negócio que adolescente não sabe o que está fazendo é conversa fiada. Hoje em dia está protegendo muito e muitos por saber que não há punição acabam abusando, vocês viram o caso do adolescente que jogou uma carteira na professora? Vocês acham que foi corrupção de menor nesse caso? Esse adolescente é sangue ruim mesmo, não merece viver em sociedade, deve ficar preso para sempre. Na Inglaterra, dois adolescentes de 11 e 12 anos foram condenados a prisão perpétua por matarem um bebê de 8 meses. Ou seja, são criminosos e não é nenhuma Fundação Casa que irá dar jeito, são Psicopatas. E há senadores que dizem que a culpa é da sociedade, pois a má distribuição de renda incentiva os jovens a irem para o lado da violência. Isso é mentira, pois fui criada em um lar humilde e sempre busquei um futuro melhor. Acho que está tendo mamata demais, pois na minha época com 14 anos era possível trabalhar, hoje é proibido. Brasil, acorda!!!! A vida não é um conto de fadas!!!


Marisa em 16/03/2011 13:35
Precisamos nos movimentar para mudar essa lei que é tão impune aos covardes que matam pessoas indefesas, que tiram a vida de nossos filhos.


Sandra Domingues em 16/03/2011 11:23
Assisti essa reportagem revoltada Muita frieza, covardia e maldade... O "di menor" covarde, assassino, matou apenas pelo puro prazer de matar...mas daqui a 3 anos ele estará na rua...e com a ficha limpa. REVISÃO DA MAIORIDADE PENAL JÁ!!! Lugar de MARGINAL é na CADEIA e de Menor Assassino também!!! Deus conforte a família do jovem Carlos Eduardo e que ele possa descansar em paz.


Adriana Oliveira Barbosa em 15/03/2011 23:54
Aos pais e familiares do jovem Carlos Eduardo,meus sentimentos e toda minha solidariedade saibam que a dor de vcs são tbm minha dor..espero que a justiça seja feita que esses marginais sejam presos por muito tempo pelo barbaro crime que cometeram contra esse rapaz...nossos jovens tem sido tirados de nós e nada tem sido feito a justiça é cega...as coisas só vão mudar quando for filho de algum politico os deputados que só ganham e nada fazem para mudar as leis em favor do povo...de nós pais que criamos nossos filhos ensinando,educando e mostrando valores de boa conduta e nossos filhos são assassinados e ninguém faz nada ...fica aqui meus sentimentos para essa familia ..sou a mãe do Jovem Luis Paulo Oliveira Barbosa assassinado por professor da Fatec...no dia 24/12/2010..


Jose Antonio em 15/03/2011 23:43
Aos pais deste jovem rapaz,eu espero que Deus possa dar força para que eles nunca deixem de ter a vontade de viver,gostaria muito que eles pudessem ler isso,pois sou um pai que perdeu o filho na vespera de natal assassinado em frente ao trabalho dele,o meu desespero para ver meu filho já no hospital e quando eu vejo as imagens de vcs vendo seu filho ferido,me mostram que infelizmente nossos filhos que criamos com carinho e amor estão sendo tirados de nós .Deus ilumine os seus caminhos,e sempre ame seu filho,nunca pense em desistir da vida,lute ,e tenha o seu filho em seu coração .. Sou Antonio o pai do luis paulo oliveira barbosa,morto no dia 24/12/2010.fiquem com Deus.

Gabriela Alves Nunes Igor Barbosa Luana Neves Ribeiro Geralda Lúcia Ferraz Guabiraba Millena Freitas dos Santos Tábata Conrado Marcos Vinicius Russo Geísa Firmo Gonçalves Flávia Anay de Lima Amaro Tavares da Silva Cristina Medianeira Ambrozio Vasconcelos Dennyse Cryslany Paiva Alarcão Joemir Lucimar Rubio Ary Barbosa Martins Ana Beatriz Barreto Cléber Cley Pinto Marques Fonseca Filho  Maria Cleuza da Silva Moutinho Pedro Lucas Campos Moraes Lavínia Azeredo de Oliveira Carla Adrielle Botelho Melo  Denise Quioca
 
Blogger   Youtube   Facebook   Twitter   RSS