Autor: Carlos Santiago
Gabriela Sou da Paz
Diga não à impunidade
Blog Blog   |   Fale Conosco Fale Conosco   |   Cadastro Cadastro   |   Depoimento Depoimento
 
 
 
Você está em: Inicial > memorial > perfil.php

Clemente Jardim (Erro Médico)



 


Participe Participe cadastrando seu caso de impunidade.

Aviso O Movimento Gabriela Sou da Paz não se responsabiliza pela exatidão e veracidade das informações contribuidas voluntariamente abaixo.


Data do Ocorrido: 05/12/2010

Localização: São Paulo (SP)

Data de Nascimento: 15/06/1935 (76 anos)

Data de Falecimento: 06/10/2011

Sexo: Masculino Masculino
 

Por Lucilene Isabel Pinto, sobrinha de Clemente Jardim

Meu tio Clemente Jardim, 75 anos, foi internado no Hopital Vila Nova Cachoeirinha, situado na Zona Norte de São Paulo, em 05/12/2010 com uma pneumonia e teve alta no dia 15/12/2010.

Meu tio já teve um AVC e minha mãe sempre alertou a todos que  ele tinha um difìcil acesso, então resolveram colocar o antibiótico entre a perna é o pé, mas a veia aguenta uma medicação por 72 horas e o acesso passou desse tempo. A perna ficou avermelhada e toda preta, dando sinal de necrose (digo tudo isso pois minha mãe foi auxliar de enfermagem mais 30 anos)

Minha mãe chamou a atenção de uma auxiliar de enfermagem para a perna do meu tio, comentando que estava toda vermelha, na hora minha mãe pediu a presença da médica, Dra. Simone. Eessa por sua vez  disse que  iria dar uma olhada mas não apareceu, solicitou a uma enfermeira que dissesse que estava dando o horário dela é não poderia vê-lo.

Quando foi no outro dia meu tio Clemente teve alta. Minha mãe chamou mais duas médicas, Dr. Erica e Dra. Fernanda. A única coisa que aconteceu foi que a doutora Fernanda passou Saf gel e disse que ele estava tendo alta para não pegar nenhuma bacteria. Depois disso fomos várias vezes ao hospital sem ter um atendimento correto para meu tio, só depois que levei uma máquina fotográfica e ameacei denunciar ao Ministério Público que ele foi internado.

A diretora cirurgiã, Dra. Ana Eliza examinou-o e fez esse comentario: - "Só vou interná-lo por insistência da familia, pois eu acho que a febre que ele está (mais de 39 º) pode ser de nova uma pneumonia.

Meu tio Clemente Jardim foi internado, teve suspeita de infecção generaliza e mesmo assim teve alta, mas me recusei leva-lo para casa.

No dia 21/02/2011 ele teve um atendimento médico vascular onde o médico nos informou que meu tio teria que amputar a perna, o que aconteceu e agora ele está na UTI.

Foi aberto um B.O na 13ª delegacia sob o nº 1943/201, de natureza: Lesão Corporal (artigo 129).

Desde fevereiro de 2011, onde Clemente Jardim teve a perna esquerda amputada, está num constante ir e vir do Hospital Cachoeirinha, período esse que contraiu diversas bactérias hospitalares, como: Acinetobacter, Pseudomonas e KPC.  

Clemente Jardim faleceu em 06 de outubro de 2011, depois de 10 meses de sofrimento, com um quadro de infecção generalizada. Causas morte Asespci, Infecção Generalizada, Ulceras de Pressão Infectadas.

 "Basta com os erros médicos

Está na câmara dos deputados o Projeto de Lei 6867/2010 que visa avaliação dos profissionais de saúde.
A ligação é gratuita 0800 619-619. Ligue e nos ajude nessa luta que é de todos nós.
 
Por Sandra Domingues 

Clemente Jardim, 75 anos, foi internado no Hospital Cachoeirinha, situado na Zona Norte de São Paulo, em 05/12/2010 com uma pneumonia e no dia 21/02/2011 foi para a UTI com uma perna amputada, após a mesma ter sido necrosada em virtude do atendimento que lhe foi prestado durante 2 meses de internações e infecções.

Foi aberto um B.O na 13ª delegacia sob o nº 1943/201, de natureza: Lesão Corporal (artigo 129).

Desde fevereiro de 2011, onde Clemente Jardim teve a perna esquerda amputada, está num constante ir e vir do Hospital Cachoeirinha, período esse que contraiu diversas bactérias hospitalares, como: Acinetobacter, Pseudomonas e KPC.

Clemente Jardim faleceu em 06 de outubro de 2011, depois de 10 meses de sofrimento, com um quadro de infecção generalizada. Causas morte Asespci, Infecção Generalizada, Ulceras de Pressão Infectadas.

Por Sandra Domingues



Não será publicado.




Desejo Receber Informativos (não enviamos SPAM)






Lucilene em 10/04/2011 20:37
Nós estamos pedindo Verdade e Justiça, pois quem está com essa tarefa em casa somos nós familiares, a nossa indignação é a falta de atendimento foi total descaso com toda essa situação a negligência foi total, minha mãe foi auxiliar de enfermagem mais de 30 anos , hoje ela fala sempre por que tanto desamor pois a saúde que é a maior riqueza de um ser humano . Os profissionais tem que ter mais amor não que faz. Essas pessoas que se dizem profissionais na aréa quando erram tem que ser punidos pois eu chegueia escutar e paratodos que estavam perto de mim o seguinte vôce pode tirar fotos filmar , Supervisora Divã não vai dar em nada !!!! PEÇO A DEUS COMO UM PROFISSIONAL DESSE PODE SER UMA SUPERVISORA SE É ELA QUE COBRA DOS SEUS COMANDADOS FALAR UM ABSURDO DESSE , ESSA PESSOAL QUANTAS VEZES COISAS ERRADAS E SOUBE QUE NÃO DEU EM NADA , ISSO É TOTAL CERTEZA DE IMPUNIDADE.


Ana Paula em 08/03/2011 18:26
Diante de fatos assim relatados da vontade de fazer justiça com as próprias mãos!!! Juntem todas as papeladas referente ao paciente,prontuários, exames,etc...e entrem com uma ação contra este hospital por danos materias e morais; Boa sorte.

Natan Gabriel Barreto Thayna de Oliveira Adna Priscila Alves da Silva Marísia von Richthofen Glauco Villas Boas Ana Carolina Cópia Teixeira Danilo Ramos Ribeiro Marcelo Ribeiro Kuczmarski Mirela Rabelo Portugal Ana Elizabeth de Oliveira Tatiane de Almeida Alves Mirian Nunes Machado Cotias Cavalcanti Victor Hugo Deppman Rodrigo Vieira Michael Mendes Gabrielly Caroline Dias Rocha Marcos Yuri Prado de Oliveira Guirado Danielle Tobler Esser André Neres Maciel Sheyla Santos Turizani Darlla Dutra Rodrigues
 
Blogger   Youtube   Facebook   Twitter   RSS