Autor: Carlos Santiago
Gabriela Sou da Paz
Diga não à impunidade
Blog Blog   |   Fale Conosco Fale Conosco   |   Cadastro Cadastro   |   Depoimento Depoimento
 
 
 
Você está em: Inicial > memorial > perfil.php

Giovanna Cremon (Maus tratos)



 


Participe Participe cadastrando seu caso de impunidade.

Aviso O Movimento Gabriela Sou da Paz não se responsabiliza pela exatidão e veracidade das informações contribuidas voluntariamente abaixo.


Data do Ocorrido: 19/01/2006

Localização: São Paulo (SP)

Data de Nascimento: 26/02/2005 (12 anos)

Sexo: Feminino Feminino
 

Giovanna Cremon,  de 11 meses sofreu traumatismo craniano e entrou em coma após seu pai chutar seu andador, que acabou caindo numa escadaria. O crime aconteceu em 19 de janeiro de 2006, em São Paulo.

Segundo o delegado Wilson Roberto Zampieri, titular do 12ºDP (Pari), o porteiro confessou o crime em depoimento. Ao depor, o pai contou ter pego a filha, Giovanna Cremon, na residência da babá por volta das 20h30m e a levado para casa, na Rua Pires Ramos, no Brás, centro da capital de São Paulo. Lá, ele a teria colocado no andador para brincar, enquanto assistia TV. 
 
Segundo a polícia, a criança começou a chorar, irritando o pai, que estava "cansado após um dia de trabalho". Segundo o delegado Zampieri, Cremon deu um chute na base do andador, que acabou caindo na escadaria com a menina. No meio da queda, ainda informa a polícia, o andador ficou preso e a menina foi arremessada, rolando até os últimos degraus. 
 
Quando a mulher de Cremon, a operadora de telemarketing Tânia Cristina Gomes dos Santos, chegou em casa, encontrou o bebê no berço. "Fala baixo que ela está dormindo. Ela caiu do andador, ficou enjoadinha e chorou, mas está tudo bem, até brincou um pouco antes de dormir", teria dito o porteiro à mãe da criança. 
 
Tânia concordou e foi dormir. Por volta das 3h, acordou ao perceber que a filha respirava com dificuldade e viu hematomas pelo corpo. De acordo com a polícia, ela levou Giovanna a um hospital na Mooca e soube que a filha sofrera traumatismo craniano, hemorragia cerebral e estava em coma. 
 
Giovanna ficou internada no Hospital do Jabaquara, em coma. A babá afirmou que a criança, freqüentemente, apresentava sinais de beliscões e marcas de dedos no pescoço. ''Ela tinha medo do pai, nunca queria ir com ele'', disse Marlene Pereira Recaldes, de 56 anos. 
 
Funcionários do hospital orientaram a avó da criança a procurar a polícia.
 
Wilker Reger Cremon  foi indiciado por maus tratos e e teve a prisão decretada em 25/01/2006, ficou preso até abril de 2006 e depois foi colocado em liberdade e aguarda o julgamento que está previsto para o dia 13/04/2011.
 
Uma Esperança para Giovanna Cremon
 
Giovanna Cremon, hoje está com 05 anos de idade e em consequência da queda Giovanna teve traumatismo craniano e AVC, ficando com várias sequelas; não fala, não anda sozinha e não enxerga. A mãe da pequena Giovanna, Tânia Cristina dos Santos, busca uma qualidade de vida melhor para a menina com a realização do tratamento com células-tronco que será feito na Alemanha, através da Clínica X-Cell Center.

O custo do tratamento são 9.000 Euros, mais transporte, passaporte e albergue, totalizando o valor de R$ 38.000,00.

A viagem para a Alemanha, está agendada para 25/05/2011

Saiba como ajudar a pequena Giovanna Cremon, acesse o Blog:  http://giovannacremon.blogspot.com/

Wilker Reger Cremon, na época com 26 anos, pai de Giovanna Cremon, 11 meses, foi quem chutou o andador do segundo andar do sobrado.

Giovanna Cremon, hoje com 05 anos, caiu de uma escada de 30 andares, aos 11 meses de idade, após o pai, Wilker Reger Cremon, na época com 26 anos, ter chutado o andador em que a pequena se encontrava. O crime aconteceu em 19/01/2006.

Wilker Reger Cremon,  foi indiciado por maus tratos e e teve a prisão decretada em 25/01/2006, ficou preso até abril de 2006 e depois foi colocado em liberdade e aguarda o julgamento que está previsto para o dia 13/04/2011.

Em consequência disso Giovanna teve traumatismo craniano e AVC, ficando com várias sequelas; não fala, não anda sozinha e não enxerga.

Uma Esperança para Giovanna Cremon

A mãe da pequena Giovanna, Tânia Cristina dos Santos, busca uma qualidade de vida melhor para a menina com a realização do tratamento com células-tronco na Alemanha, através da Clínica X-Cell Center.

O custo do tratamento são 9.000 Euros, mais transporte, passaporte e albergue, totalizando o valor de R$ 38.000,00.

A viagem para a Alemanha, está agendada para 25/05/2011

Saiba como ajudar a pequena Giovanna Cremon, acesse o Blog:  http://giovannacremon.blogspot.com/



Não será publicado.




Desejo Receber Informativos (não enviamos SPAM)





Rafael Abbatipietro Nunes Rosa Joana Aparecida da Silva Santos Polyanna Arruda Borges Leopoldino Jonathan Felipe dos Santos Gislaine Aparecida Gonçalves Carolina Rodrigues Macchiorlatti Patrícia Gomes Ávilla Geísa Firmo Gonçalves Elson Melo Jéssica Phillip Giusti Cesar de Almeida Franco Jennifer Marion Nadja Kloker Kameko Assato Nakamatsu Humberto José Figueiras Barrense Rafael Fernandes de Oliveira Luiz Carlos Soares da Costa Emília Celeste Lima Noronha Shara Ruana Reis Daniela Nogueira Oliveira Paulo Jorge de Freitas Lore de Santana Vaz
 
Blogger   Youtube   Facebook   Twitter   RSS