Autor: Carlos Santiago
Gabriela Sou da Paz
Diga não à impunidade
Blog Blog   |   Fale Conosco Fale Conosco   |   Cadastro Cadastro   |   Depoimento Depoimento
 
 
 
Você está em: Inicial > memorial > perfil.php

André Francavilla Luz (Sequestro)



 


Participe Participe cadastrando seu caso de impunidade.

Aviso O Movimento Gabriela Sou da Paz não se responsabiliza pela exatidão e veracidade das informações contribuidas voluntariamente abaixo.


Data do Ocorrido: 11/02/2004

Localização: São João do Meriti (RJ)

Data de Nascimento: 01/01/1977 (27 anos)

Data de Falecimento: 29/03/2004

Sexo: Masculino Masculino
 

André Francavilla Luz, 27 anos, foi seqüestrado quando saía da empresa da família, em São João do Meriti, Baixada Fluminense, em 11/02/2004. Mesmo com pagamento de resgate, André Francavilla, que era formado em Administração pelo Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais (IBMEC) foi torturado e morto. O corpo foi encontrado seis meses depois, enterrado como indigente num cemitério em Nova Iguaçu.

André Francavilla foi deixado pelos criminosos, já morto, às margens da Via Dutra. O verdadeiro alvo era o irmão de André Francavilla, Guilherme. Mas, por coincidência, o seqüestrado tinha um adesivo idêntico ao que era colado no carro de seu irmão, o que causou a confusão.

Com o dinheiro do resgate pago pela família de André Francavilla, o bando começou a planejar o seqüestro de outro empresário. Porém, desta vez, a vítima conseguiu fugir do cativeiro. Ontem, os policiais informaram que parte da família de André Francavilla mora no Rio Grande do Sul e a outra, no Jardim Pernambuco, parte mais nobre do Leblon.

Os sequestradores não foram encontrados. Em 2008, foi identificado 2 indivíduos os quais já foram liberados.

André Francavilla Luz, 27 anos, foi seqüestrado quando saía da empresa da família, em São João do Meriti, Baixada Fluminense, em 11/02/2004. Mesmo com pagamento de resgate, André Francavilla, que era formado em Administração pelo Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais (IBMEC) foi torturado e morto. O corpo foi encontrado seis meses depois, enterrado como indigente num cemitério em Nova Iguaçu.

Os sequestradores não foram encontrados. Em 2008, foi identificado 2 indivíduos os quais já foram liberados.



Não será publicado.




Desejo Receber Informativos (não enviamos SPAM)





Nelson Lopes Juliana Vania de Oliveira Carlos Antonio de Paula Fabrício Krettli de Souza Ana Carolina Antoniolli Priscila Machado Simão Daniela Cristina Costa Nery Antônio Marcos Alves de Oliveira Tamiris Araújo dos Santos Nicole Mayra da Silva Nogueira Manfred Albert von Richthofen Juliana de Godoy Pereira Julyana Siqueiros Palomino Raimundo Correia Menezes Neto Gabriela Nunes de Araújo Carla Ingrid de Oliveira Correa Brunno Zimmermann Kirsch Bruna Alessandra Costa de Souza Maria Andreia Soares da Silva Elton de Oliveira Nascimento Rodrigo Monteiro Sakavicius
 
Blogger   Youtube   Facebook   Twitter   RSS