Autor: Carlos Santiago
Gabriela Sou da Paz
Diga não à impunidade
Blog Blog   |   Fale Conosco Fale Conosco   |   Cadastro Cadastro   |   Depoimento Depoimento
 
 
 
Você está em: Inicial > memorial > perfil.php

Luis Gustavo de Melo Barbosa (Trânsito)



 


Participe Participe cadastrando seu caso de impunidade.

Aviso O Movimento Gabriela Sou da Paz não se responsabiliza pela exatidão e veracidade das informações contribuidas voluntariamente abaixo.


Data do Ocorrido: 09/05/2010

Localização: Areia (PB)

Data de Nascimento: 00/00/2006 (4 anos)

Data de Falecimento: 09/05/2010

Sexo: Masculino Masculino
 

Sou Evanice, moro em João Pessoa- PB, no dia 09 de maio deste ano, sofremos um acidente em Areia- PB, na proximidade de um povoado chamado: Chã de Jardim, meu esposo vinha conduzindo um Fiat Palio, e foi abarroado por uma ambulância da Prefeitura Municipal de Areia ( numa estrada reta), o motorista da Prefeitura, Ednado Teixeira de Brito Lira, conhecido por Naldo de Muquên, que fez uma ultrapassagem indevida, causando a morte fatal da minha filha Jéssica Lais da Silva Barbosa, 18 anos e meu neto Luis Gustavo de Melo Barbosa de 04 anos, (sobrinho de Jéssica); não prestou socorro, fugindo do local.

A 1ª (primeira) audiencia realizou-se no dia 27 de outubro de 2010, onde o réu (Ednaldo Teixeira de Brito Lira), nem seu advogado, apareceram para prestar depoimento. Apenas minha familia foi ouvida e o mínimo que esperamos é que seja feito justiça
 
Do ocorrido
 
Uma adolescente e uma criança morreram em um acidente que envolveu três veículos, por volta das 17h00 do último domingo, na estrada que liga Remígio e Areia. Jéssica Laís da Silva Barbosa, 18, e Luiz Gustavo de Melo Barbosa, de apenas quatro anos, voltavam com a família da comemoração do Dia das Mães em Areia e viajavam para a Capital. Segundo a polícia, o acidente foi provocado por uma ultrapassagem indevida do motorista da ambulância da Prefeitura de Areia, que estava levando uma vítima de acidente de moto para Campina Grande.
 
De acordo com testemunhas, ele tentou ultrapassar um veículo Gol de placa MNF-6793, mas colidiu na traseira do carro. O motorista do Gol perdeu o controle do veículo e direcionou o carro para a via contrária. O condutor do Palio, Edvaldo Barbosa, tentou evitar a colisão frontal entre o seu carro e o Gol puxando o veículo para o acostamento, perdeu o controle e capotou. As vítimas fatais vinham no outro sentido da pista em um veículo Palio no qual também estavam Edvaldo Barbosa de Silva e sua esposa Eunice das Silva Barbosa, além da mãe dos irmãos mortos e uma mulher.
 
Os jovens morreram no local e o motorista Edvaldo Barbosa está internado em estado grave. Os outros ocupantes do veículo Pálio e o motorista do Gol foram socorridos e passam bem. O motorista da ambulância fugiu sem prestar socorro às vítimas. 
 
O motorista Ednaldo Teixeira de Brito Lira foi condenado a 4 anos e 9 meses, sendo que a pena foi convertida em serviços prestados à comunidade, uma multa de 2 salários mínimos pagos à Justiça e teve a carteira de motorista apreendida por 1 ano e meio.
 
1 ano sem Jéssica Laís e Luiz Gustavo
 
Mês dificil este pra nós que perdemos um filho, domingo dia das mães, morte dos meus anjos, Jessica e Gustavo. 
Queria poder abraçar a todas as mães que perderam seus filhos, então deixo aqui todo meu carinho e amor. 
Evanice, mãe na dor.
 
Por Sandra Domingues, com informações do Hora Exata e Paraíba em QAP
 

Luis Gustavo de Melo Barbosa, 4 anos, foi vítima de um acidente de trânsito em 09/05/2010, em Areia-PB.

O motorista da ambulância da Prefeitura Municipal de Areia, Ednado Teixeira de Brito Lira, conhecido por Naldo de Muquên,  fez uma ultrapassagem indevida, causando a morte de Jéssica Lais da Silva Barbosa, 18 anos e Luis Gustavo de Melo Barbosa, de 04 anos, (sobrinho de Jéssica). O motorista fugiu sem prestar socorro.
 
Na 1ª audiência realizada no dia 27 de outubro de 2010, nem o réu e nem o seu advogado, apareceram para prestar depoimento.
 
O motorista Ednaldo Teixeira de Brito Lira foi condenado a 4 anos e 9 meses, sendo que a pena foi convertida em serviços prestados à comunidade, uma multa de 2 salários mínimos pagos à Justiça e teve a carteira de motorista apreendida por 1 ano e meio.
 
Por Sandra Domingues, com informações do Hora Exata e Paraíba em QAP


Não será publicado.




Desejo Receber Informativos (não enviamos SPAM)






Célia De Elson em 03/11/2011 00:32
O trânsito está assassinando crianças pequeninas,precisamos de mudanças nas leis já!O pequeno Luis Gustavo deixou um vazio imenso no coração da mamãe e todos os famíliares

Caíque Müller de Oliveira Santana Marielma de Jesus Sampaio Cidia Costa Cardoso Maria Cláudia Siqueira Del’Isola Laryssa Silva Martins Diogo Werneck de Souza Bárbara Syndel Nascimento Giovanna dos Reis Costa Marcela Aragão Verônica Torres da Fonseca Abinoão Soares de Oliveira Eliérica Augusto de Lima Liliane de Assis Lopes Jácomo Lima Bonapace Rodrigo José Neves Groetaers Daniel Víctor  de Bastos Françoise Steffani Silva de Oliveira Gilcemara Machado Partelli Guzzo Maristela Ferreira Just Ecio Carlos Cristofani João Roberto Amorim Soares
 
Blogger   Youtube   Facebook   Twitter   RSS