Autor: Carlos Santiago
Gabriela Sou da Paz
Diga não à impunidade
Blog Blog   |   Fale Conosco Fale Conosco   |   Cadastro Cadastro   |   Depoimento Depoimento
 
 
 
Você está em: Inicial > memorial > perfil.php

Claudia Correa Pereira (Latrocínio)



 


Participe Participe cadastrando seu caso de impunidade.

Aviso O Movimento Gabriela Sou da Paz não se responsabiliza pela exatidão e veracidade das informações contribuidas voluntariamente abaixo.


Data do Ocorrido: 17/01/2007

Localização: Nova Iguaçu (RJ)

Data de Nascimento: 29/05/1966 (40 anos)

Data de Falecimento: 16/01/2007

Sexo: Feminino Feminino
 

Por Josi Luci, amiga de Claudia Correa Pereira

Era mais um dia de terça feira comum, acordei e fui trabalhar naquele dia em especial não almoçaria com minha amiga, Claudia Correa Pereira, como de costume, pois teria que sair cedo do trabalho para resolver problemas pessoais.

Passei em casa para almoçar e voltar ao trabalho, quando coloquei a comida no prato a campainha tocou, era uma vizinha de frente me pedindo calma e me disse: - acabaram de atirar na Claudia. Eu não entendi e pedi que repetisse e ela novamente falou: - atiraram na Claudia e no Alex lá no ferro velho. Eu não pensei duas vezes, sai em disparada para o ferro velho que fica cerca de 500 metros de nossas casas e lá me deparei com vários policias e curiosos.

Ninguém me deixava entrar, foi então que o filho de Claudia apareceu todo sujo de sangue e então vi que realmente era verdade. Minha amiga havia morrido.

O que foi dito é que 2 homens armados se identificaram como policias entraram no estabelecimento comercial, colocaram todos no escritório e atiraram.

Claudia, tomou um tiro no rosto e chegou morta ao hospital e o marido Alex levou 3 no peito e morreu na hora.

Claudia Correa Pereira sempre foi uma mulher pra frente, éramos motociclistas e inclusive ela participou de uma motociata do Movimento Gabriela sou da Paz. tinha até um adesivo do movimento colado em seu triciclo.

Tinha alguns desentendimentos de trabalho, mas estava fazendo de tudo para melhorar sua vida, para ter tranquilidade e criar sua filha e ver seu filho ir para uma faculdade. Era amiga, ajudava a todos que podia e os que não podia procurava alguém que pudesse para ajudar. Tinha um ótimo coração. É injusto acabar do jeito que acabou e não ter tido o mínimo de respeito. Merecia que pelo menos alguém fosse responsabilizado e culpado, condenado. Não é justo entrar somente para uma estatística.

Durante um mês inteiro naquela hora eu estava lá a esperando para almoçarmos juntas e justo naquele dia não fui.

O fato foi divulgado pela Record, uma nota pequena, mas parecia algo que pudesse fazer com que o fato fosse apurado, mas nada foi além.

Claudia Correa Pereira foi a amizade maravilhosa que tive em toda minha vida. Sofro até hoje e sinto muito a sua falta. Estou grávida de 2 meses e se der a luz a uma menina colocarei o nome de Cláudia.

A morte de Claudia Correa Pereira até hoje não foi apurada e ninguém responde por esse crime. Aos amigos e familiares só restou a dor da saudade e o sentimento de impunidade.



Não será publicado.




Desejo Receber Informativos (não enviamos SPAM)





Ana Karina Matos Guimarães Carolina Rodrigues Macchiorlatti Pedro Davison Felipe Silva Caffé Priscila Regina Jardim Valdir Marques Paulo Sérgio Jerônimo da Silva Marcos Vinícius Gonçalves Souza Sirlei Dias Carvalho Pinto Silvia Maria Arnaut da Costa Kassia Karinne Magalhães Joanna Cardoso Marcenal Marins Nayara Juliane Brandino Kérsia Maia Porto Amorim Pedro Augusto Brito de Jobim Fábio Luiz Carriço Cunha Fábio Galhota André Penin Santos de Lima José Deilson de Oliveira William Francis de Oliveira Morais Márcia Andréia do Prado Constantino
 
Blogger   Youtube   Facebook   Twitter   RSS