Autor: Carlos Santiago
Gabriela Sou da Paz
Diga não à impunidade
Blog Blog   |   Fale Conosco Fale Conosco   |   Cadastro Cadastro   |   Depoimento Depoimento
 
 
 
Você está em: Inicial > memorial > perfil.php

Verônica Torres da Fonseca (Outro)



 


Participe Participe cadastrando seu caso de impunidade.

Aviso O Movimento Gabriela Sou da Paz não se responsabiliza pela exatidão e veracidade das informações contribuidas voluntariamente abaixo.


Data do Ocorrido: 03/09/2001

Localização: Brasília (DF)

Data de Nascimento: 02/09/2001 (0 ano)

Data de Falecimento: 03/09/2001

Sexo: Feminino Feminino
 

1996, no meio da turbulência política, um novo modelo de administração pública instala-se no país, e com ele a criação das tais Agências Reguladoras.  A palavra privatização toma conta dos corredores e bastidores palacianos.  Dentre tantos ternos e gravatas circulando freneticamente nos salões, vê-se um pequeno “tailleur”, discreto, acompanhando os figurões políticos.  Alguns, sutilmente convocados para uma sala reservada, sentam-se na tão famosa mesa redonda, que na realidade, é oval.  Todos se acomodam em suas cadeiras, e o burburinho é constante.  De repente entra a figura mais importante do sistema - o Chefe do Estado.  Levantam-se, fazem as honrarias, e sentam-se.  Alguns Ministros de Estado tomam a palavra, e abrem um imenso mapa sobre a mesa. Já havia visto alguns mapas semelhantes, como por exemplo, o das Empresas de Telecomunicações e de Energia Elétrica, mas aquele era diferente.  E como um assombro, o susto abateu-se, ao ouvir a palavra PETROBRAS.  O coração disparou, e a audição tornou-se mais aguçada.  Enquanto ouvia atentamente, todos os detalhes da exposição, o sangue parecia ferver, e era inevitável a expressão de descontentamento e raiva.  Nas reuniões anteriores conseguia disfarçar a indignação frente à estratégia de privatização das empresas nacionais, mas aquele momento era diferente.  A impulsividade dos trinta anos deu voz ao ambiente sóbrio, e uma avalanche de palavras ecoou pelas paredes e ouvidos dos interlocutores.  A assessora que trabalhava por traz dos bastidores, conhecida por alguns intelectuais pela sua competência profissional, tornou-se visível e notória.  A mulher de corpo franzino, que tinha apenas um metro e meio de altura, parecia ter dois metros.  Todos a fitavam enquanto ela discursava, defendendo veementemente os interesses da empresa para qual trabalhava, tentando sensibilizar os ouvintes com a sua opinião.  O que ela havia esquecido é que milhões de dólares virtuais circulavam embaixo daquele mapa, e que seriam “devidamente” distribuídos, e ninguém estava interessado em ouvir um discurso patriótico e emotivo.  O bater da porta soou como uma ameaça.  No dia seguinte foi transferida para a Casa Militar da Presidência da República, onde permaneceu sob vigilância.  Em 2001, quando “perdeu” uma filha após o nascimento, conseguiu retornar para a sua empresa de origem, a PETROBRAS.  Após vários anos sob tortura, viu no retorno, uma oportunidade de recuperar a dignidade, e voltar a trabalhar, mas a perseguição permaneceu, e permanece até hoje, sem saber qual a história que “eles” contaram, e ainda contam...  Perdi minha profissão, recursos, residência, amigos, tudo...mas o principal - PERDI MINHA ÚNICA FILHA...

Em 2001, quando “perdeu” uma filha após o nascimento, conseguiu retornar para a sua empresa de origem, a PETROBRAS.  Após vários anos sob tortura, viu no retorno, uma oportunidade de recuperar a dignidade, e voltar a trabalhar, mas a perseguição permaneceu, e permanece até hoje, sem saber qual a história que “eles” contaram, e ainda contam...  Perdeu a profissão, recursos, residência, amigos, tudo...mas o principal -  Perdeu a única filha: Verônica Torres da Fonseca



Não será publicado.




Desejo Receber Informativos (não enviamos SPAM)





Rafael Pereira da Silva Rodrigo Monteiro Sakavicius Flávio Augusto Nascimento Cordeiro Daniel Henrique de Souza Rezende  Felipe Wellington da Silva Cruz Manoel Vazquez Eduardo Jesus Ferreira Padre Wagner Rodolfo da Silva Ana Cristina de Macedo Evandro Ramos Caetano Priscila Tavares Ramos Kamilly Vitória Pereira Márcio Gustavo de Camargo Raquel Barros de Oliveira Marcos José Aloise da Rocha Kelly dos Santos Benincaza Telma Veloso Pinto Diego Gonçalves Carvalho Rufino Gomes Araújo Neto Aracy Mendonça Da Silva Leopardi Pedro Luiz Blaia Silva
 
Blogger   Youtube   Facebook   Twitter   RSS