Autor: Carlos Santiago
Gabriela Sou da Paz
Diga não à impunidade
Blog Blog   |   Fale Conosco Fale Conosco   |   Cadastro Cadastro   |   Depoimento Depoimento
 
 
 
Você está em: Inicial > memorial > perfil.php

Flávio Luiz Paixao dos Santos (Chacina)



 


Participe Participe cadastrando seu caso de impunidade.

Aviso O Movimento Gabriela Sou da Paz não se responsabiliza pela exatidão e veracidade das informações contribuidas voluntariamente abaixo.


Data do Ocorrido: 21/08/2005

Localização: Rio de Janeiro (RJ)

Data de Nascimento: 00/00/1987 (18 anos)

Data de Falecimento: 21/08/2005

Sexo: Masculino Masculino
 

Por Vera Lúcia Paixão, mãe de dois dos 5 jovens assassinados na Chacina de Andarai em agosto de 2005.

Meus filhos, Flávio Luiz Paixao dos Santos de 18 e Bráulio Luiz Paixao dos Santos de 15 anos moravam com a família em Saquarema. Eles tinham ido passar uns dias com um parente (que tem medo de se identificar). Meus garotos estudavam e eram meigos. Eram a minha vida. Hoje em dia estou procurando um novo rumo para poder ajudar outras mães e jovens. Ainda me sinto violentada com tudo isso. Tive muita proteção divina pois poderia ter enlouquecido com tudo isso! 

Flávio Luiz já estava deitado quando meu irmão pediu para que ele buscasse o Bráulio Luiz na rua.

O Laudo pericial diz que não havia vestígios de arma de fogo com os meninos.  A mídia, na época, (igualmente violenta) disse que tinha sido confronto;  me senti violentada com isso também!

Flávio Luiz Paixao dos Santos e Bráulio Luiz Paixao dos Santos são mais duas vítimas da violência policial no Rio de Janeiro e mais um caso de impunidade.

O Laudo pericial diz que não havia vestígios de arma de fogo com os meninos, mas mesmo assim o crime permanece impune.

Flávio Luiz Paixao dos Santos e Bráulio Luiz Paixao dos Santos são mais duas vítimas da violência policial no Rio de Janeiro e mais um caso de impunidade.



Não será publicado.




Desejo Receber Informativos (não enviamos SPAM)






Vera Paixao em 11/09/2011 19:54
Não sei até quando vai doer... só sei que dói mais áinda por causa da impunidade! Dói porque sei que esse país é implacável com pobres e "benevolente" com os poderosos ! Mas também eu sei que a minha/nossa luta por justiça é uma luta honrada e talvez a solução esteja demorando porque nas comunidades carentes demora ainda mais e talvez eles precisem da minha voz...

Raíssa Tainara Rosa de Lima Igor Cordeiro Manhães Guilherme do Nascimento de Oliveira Allan Diego Henriques Barbosa Saulo Batista Jansen Matheus Cavalcanti Ramalho Edno Mega João Hélio Fernandes Vieites Ives Yossiaki Ota Cristiano Rispoli Barros  Tayná Adriane da Silva Patrícia Lourival Acioli Rafael de Jesus Júnia Aparecida da Silva Roberta Pires Teixeira de Miranda André Neres Maciel Sheyla Santos Turizani Cely Vidal Kaio César Alves Muniz Ribeiro Jacqueline Ruas Isabella Oliveira Nardoni
 
Blogger   Youtube   Facebook   Twitter   RSS