Autor: Carlos Santiago
Gabriela Sou da Paz
Diga não à impunidade
Blog Blog   |   Fale Conosco Fale Conosco   |   Cadastro Cadastro   |   Depoimento Depoimento
 
 
 
Você está em: Inicial > memorial > perfil.php

Arthur Lourenço Alcaide Miquelan (Assassinato)



 


Participe Participe cadastrando seu caso de impunidade.

Aviso O Movimento Gabriela Sou da Paz não se responsabiliza pela exatidão e veracidade das informações contribuidas voluntariamente abaixo.


Data do Ocorrido: 02/11/2009

Localização: Embu das Artes (SP)

Data de Nascimento: 10/05/1990 (19 anos)

Data de Falecimento: 02/11/2009

Sexo: Masculino Masculino
 

Arthur Lourenço Alcaide Miquelan, de apenas 19 anos, trabalhador e filho único foi covardemente assassinado no dia  02/11/2009 no bairro Santa Clara, em Embu das Artes-SP.

Arthur foi morto por policiais com 4 tiros, um na perna, dois de lado embaixo do braço esquerdo e um no coração

Era feriado, Arthur empinava pipa com os colegas próximo a sua casa. A pipa se soltou indo em direção a uma trilha. Arthur foi atrás e foi brutalmente atacado por policiais que começaram a atirar. Os amigos de Arthur correram, mas ele estava com fone de ouvidos e não ouviu os tiros...continuou andando, sem prestar atenção aos policiais.

Segundo Claudia, mãe de Arthur, um dos amigos que ficou escondido, viu quando Arthur foi atingido na perna e pedia: "- Pelo amor  de Deus não façam isto ! Eu moro aqui na rua de cima, tenho família, chama minha mãe".

Arthur foi covardemente assassinado e teve o celular e também sua corrente de ouro do pescoço, roubados pelos policias da força tatica. Arthur estava simplesmente brincado, porque apesar de ser alto era um menino sem maldade no coração e morreu com um pacote de bolachas na mão.

Arthur Lourenço Alcaide Miquelan um garoto muito amado por todos, cheio de sonhos que foi tirado por policias sem amor no coração e o caso ainda continua Impune e sua mãe luta por Justiça!

Por Sandra Domingues

Arthur Lourenço Alcaide Miquelan, de apenas 19 anos, trabalhador e filho único foi covardemente assassinado no dia  02/11/2009 no bairro Santa Clara, em Embu das Artes-SP.

Arthur foi morto por policiais com 4 tiros, um na perna, dois de lado embaixo do braço esquerdo e um no coração. Era feriado, Arthur empinava pipa com os colegas próximo a sua casa. A pipa se soltou indo em direção a uma trilha. Arthur foi atrás e foi brutalmente atacado por policiais que começaram a atirar. Os amigos de Arthur correram, mas ele estava com fone de ouvidos e não ouviu os tiros...continuou andando, sem prestar atenção aos policiais.

Segundo Claudia, mãe de Arthur, um dos amigos que ficou escondido, viu quando Arthur foi atingido na perna e pedia: "- Pelo amor  de Deus não façam isto ! Eu moro aqui na rua de cima, tenho família, chama minha mãe".

Arthur foi covardemente assassinado e teve o celular e também sua corrente de ouro do pescoço, roubados pelos policias da força tatica. Arthur estava simplesmente brincado, porque apesar de ser alto era um menino sem maldade no coração e morreu com um pacote de bolachas na mão.

Arthur Lourenço Alcaide Miquelan um garoto muito amado por todos, cheio de sonhos que foi tirado por policias sem amor no coração e o caso ainda continua Impune e sua mãe luta por Justiça!

Por Sandra Domingues



Não será publicado.




Desejo Receber Informativos (não enviamos SPAM)






Liz em 06/03/2012 08:49
assim é a policia que nos """protege""""


Karina Da Silva em 17/02/2011 12:51
vc era um grande amigo, Deus irá punir quem fez isso com vc saudades eterno tury...


Amanda Helena em 05/02/2011 19:24
jamais imaginei te perder desse jeito vc era meu irmão unico e no meu coraçao sempre será ...mais o que fizeram apesar de tudo ninguem vai tirar o vazio e a dor que ficou no meu coração depois que vc se foi .. apesar de que a gente nunca foi tão proximos um do outro .. nunca te dei todo o amor que gostaria mais te amo demais irmão .. espero que vc esteja num lugar melhor do que aqui sem dor e odio ..prefiro acreditar que vc está bem pq senão minha dor aumenta .. quando recebi essa noticia nem acreditei mais depois meu coração começou a bater cada vez mais forte e as lagrimas não paravam de escorrer . só quero que saiba que te amo e que um dia quem sabe agente se encontre denovo pra mim te dar o abraço que ficou faltando .. de sua irmã amanda helena ..


Camila Alcaide Sobrinho em 08/12/2010 22:28
Não queria acreditar quando soube,mas infelismente isso é uma realidade muito comum hoje em dia . A unica coisa que pode nos consolar é o amor e o amparo que vem do nosso senhor Jesus Cristo,na nossa realidade a justiça dele é a unica com que podemos contar. Só espero que os parentes e amigos do Arthur sempre se lembrem dos bons momentos dele nessa terra. "Que voçê se sinta homenajeado,Turi meu primo querido" De sua prima que tanto te ama Camila Alcaide Sobrinho

Danilo Ryden Viana Merlini Kenefer Maria de Jesus Guimarães Marcelo Castelo Branco Iudice Edgar Pacha Quintela Marcos dos Reis Henriques Marcos Vinícius Gonçalves Souza Priscila Regina Jardim André Barros dos Santos Júnior João Vitor dos Santos Rodrigues e Igor Giovanni dos Santos Rodrigues Simone Maria Otaviano de Souza Carlos Alberto da Silva Ferreira Françoise Steffani Silva de Oliveira Adna Priscila Alves da Silva Darlla Dutra Rodrigues Edson Gilmar Garcia Schaffer Luís Antonio Nunes Aceto Paulo Sérgio Jerônimo da Silva Daniel Víctor  de Bastos Bruno Ernesto R. Morais Marcos Itiberê Rodrigues de Castro Caiado Filho Gil Melo Sicuro
 
Blogger   Youtube   Facebook   Twitter   RSS