Autor: Carlos Santiago
Gabriela Sou da Paz
Diga não à impunidade
Blog Blog   |   Fale Conosco Fale Conosco   |   Cadastro Cadastro   |   Depoimento Depoimento
 
 
 
Você está em: Inicial > memorial > perfil.php

Alexandre Thomé Ivo Rojão (Assassinato)



 


Participe Participe cadastrando seu caso de impunidade.

Aviso O Movimento Gabriela Sou da Paz não se responsabiliza pela exatidão e veracidade das informações contribuidas voluntariamente abaixo.


Data do Ocorrido: 21/06/2010

Localização: São Gonçalo (RJ)

Data de Falecimento: 21/06/2010

Sexo: Masculino Masculino
 

Alexandre Thomé Ivo Rojão, 14 anos, estudante, estava em uma festa após o último jogo do Brasil com um grupo de amigos quando houve uma briga com outra turma de rapazes. Alexandre Rojão foi a delegacia acompanhado dos colegas para registrar queixa por agressão. Eles retornaram para a festa, mas por volta das 2h30, Alexandre Rojão teria ido embora sozinho.

Alexandre Rojão foi visto pela última vez em um ponto de ônibus no bairro de Mutuá.

Através de ligações ao disque-denúncia, chegou-se aos três suspeitos a partir de uma informação anônima da placa de um carro que estava no local em que foi encontrado o corpo de Alexandre Rojão no dia do crime. Pelo carro, os policiais chegaram ao grupo de amigos.

Segundo informações da polícia, Eric, Alan e André estiveram em um churrasco na casa de uma menina, para assistir ao jogo do Brasil, no domingo. O tio do estudante, Vagner Vidal, contou que uma das meninas presentes à festa teria inventado uma história de que foi agredida por um dos convidados. O trio foi tirar satisfações. Alexandre Rojão teria se metido na confusão para defender o rapaz, acusado injustamente. “Após a briga, Alexandre Rojão e o amigo foram à delegacia de São Gonçalo para registrar a queixa. Já se passava das 2h da madrugada, quando Alexandre Rojão foi para casa, após passar na casa do amigo agredido”, contou Vagner.

Alexandre Rojão teria sido seqüestrado no ponto de ônibus. Pelo laudo preliminar do Instituto Médico Legal (IML), Alexandre Rojão foi espancado, torturado e morto por estrangulamento duas horas depois por ter amigos homossexuais.

Através de ligações ao disque-denúncia, chegou-se aos três suspeitos a partir de uma informação anônima da placa de um carro que estava no local em que foi encontrado o corpo de Alexandre Rojão no dia do crime. Pelo carro, os policiais chegaram ao grupo de amigos.

Os três suspeitos são André Souza, de 23 anos, Eric Debroim e Alan Siqueira de Freitas, ambos de 22, não tinham passagens pela polícia. Eric é o dono do carro que teria sido visto perto do local onde o adolescente desapareceu. 


Não será publicado.




Desejo Receber Informativos (não enviamos SPAM)






Vinicius Massi em 06/12/2010 03:11
Meu nao entendo por que nada si fala nada si fais sobre isto so por ele ser gay ou nem mesmo ser gay por que nem sabemos si era mesmo ou apenas tinha amigos sera que vai se apemas mais um numero estatistica brasileiro


Phellippe Costa em 08/11/2010 23:09
Bom , isso que fizerão com ele não tem maior cabimento é muita corvadia :S

Jaime Gold Diego da Rosa Hammes Jhony Azeredo da Silva Coutinho  Ricardo Prudente de Aquino Ubiratan Guimarães Josef Michael dos Santos Lopes Michelle Silveira de Moraes João Vitor dos Santos Rodrigues e Igor Giovanni dos Santos Rodrigues Hozana Rodrigues Júnia Aparecida da Silva Bárbara Guimarães Lopes Julyana Siqueiros Palomino William Francis de Oliveira Morais Vinicius da Paz Almeida Taiane Monteiro de Lima Jamile de Castro Nascimento Vagner Luiz Lopes de Sa Álvaro Rocha de Farias Shara Ruana Reis Patrícia Lourival Acioli Tatiana Trajano de Santana
 
Blogger   Youtube   Facebook   Twitter   RSS