Autor: Carlos Santiago
Gabriela Sou da Paz
Diga não à impunidade
Blog Blog   |   Fale Conosco Fale Conosco   |   Cadastro Cadastro   |   Depoimento Depoimento
 
 
 
Você está em: Inicial > memorial > perfil.php

Eliza Silva Samudio (Assassinato)



 


Participe Participe cadastrando seu caso de impunidade.

Aviso O Movimento Gabriela Sou da Paz não se responsabiliza pela exatidão e veracidade das informações contribuidas voluntariamente abaixo.


Data do Ocorrido: 09/06/2010

Localização: Contagem (MG)

Data de Nascimento: 00/00/1985 (25 anos)

Data de Falecimento: 09/06/2010

Sexo: Feminino Feminino
 

Eliza Silva Samudio, 25 anos, estudante, desaparecida em 09/06/2010 após ter ido ao encontro com o goleiro Bruno do Flamengo e morta no sítio do mesmo, Ribeirão das Neves-MG.

Começou em 19 de novembro de 2012 o julgamento dos acusados de assassinarem Eliza Samudio

Depois de uma série de tentativas de manobra, a defesa do goleiro Bruno Fernandes conseguiu adiar seu julgamento para 2013, em data que ainda vai ser definida pela Justiça. 
Com isso, o julgamento, que inicialmente seria de cinco réus, passou a ser apenas do braço direito do goleiro, Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão, e de uma ex-namorada de Bruno, Fernanda Gomes de Castro. O ex-policial civil Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, e Dayanne já haviam sido excluídos do processo e devem ser julgados junto com Bruno.
 
Condenados 
 
Macarrão e Fernanda Castro, ex-namorada de Bruno, foram condenados no júri popular em Contagem-MG, em 23/11/2012, depois de 5 dias de julgamento!
 
O começo da leitura de sentença foi às 23h:57m de 23/11 e término às 00h:11m do dia 24/11.
 
Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão, foi condenado a 15 anos, 12 em regime fechado, sendo os 3 últimos em regime aberto, por homicídio triplamente qualificado, sequestro e cárcere privado de Eliza, e absolvido de ocultação de cadáver
 
Fernanda Gomes de Castro, ex-namorada de Bruno, foi condenada a 5 anos, em regime aberto, por cárcere privado de Eliza Samudio e também do menino Bruninho e aguardará o recurso em liberdade.
 
Na madrugada de 08 de março de 2013 Bruno foi condenado a 22 anos e três meses de prisão, dos quais 17 anos e 6 meses são em regime fechado, por homicídio triplamente qualificado (motivo torpe, meio cruel e uso de meio que dificultou a defesa da vítima), cárcere privado e sequestro de Eliza e de Bruninho e ocultação de cadáver. Por sua confissão, sua pena foi reduzida em três anos, mas aumentada em seis meses por ter sido "mandante". 
 
Dayanne foi absolvida por 4 a 3.
 
Por Sandra Domingues com informações do R7, Terra, G1 

Eliza Silva Samudio, 25 anos, estudante, desaparecida em 09/06/2010 após ter ido ao encontro com o goleiro Bruno do Flamengo e morta no sítio do mesmo, Ribeirão das Neves-MG.

Começou em 19 de novembro de 2012 o julgamento dos acusados de assassinarem Eliza Samudio

Depois de uma série de tentativas de manobra, a defesa do goleiro Bruno Fernandes conseguiu adiar seu julgamento para 2013, em data que ainda vai ser definida pela Justiça. 
Com isso, o julgamento, que inicialmente seria de cinco réus, passou a ser apenas do braço direito do goleiro, Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão, e de uma ex-namorada de Bruno, Fernanda Gomes de Castro. O ex-policial civil Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, e Dayanne já haviam sido excluídos do processo e devem ser julgados junto com Bruno.
 
Condenados 
 
Macarrão e Fernanda Castro, ex-namorada de Bruno, foram condenados no júri popular em Contagem-MG, em 23/11/2012, depois de 5 dias de julgamento!
 
O começo da leitura de sentença foi às 23h:57m de 23/11 e término às 00h:11m do dia 24/11.
 
Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão, foi condenado a 15 anos, 12 em regime fechado, sendo os 3 últimos em regime aberto, por homicídio triplamente qualificado, sequestro e cárcere privado de Eliza, e absolvido de ocultação de cadáver
 
Fernanda Gomes de Castro, ex-namorada de Bruno, foi condenada a 5 anos, em regime aberto, por cárcere privado de Eliza Samudio e também do menino Bruninho e aguardará o recurso em liberdade.
 
Na madrugada de 08 de março de 2013 Bruno foi condenado a 22 anos e três meses de prisão, dos quais 17 anos e 6 meses são em regime fechado, por homicídio triplamente qualificado (motivo torpe, meio cruel e uso de meio que dificultou a defesa da vítima), cárcere privado e sequestro de Eliza e de Bruninho e ocultação de cadáver. Por sua confissão, sua pena foi reduzida em três anos, mas aumentada em seis meses por ter sido "mandante". 
 
Dayanne foi absolvida por 4 a 3.
 
Por Sandra Domingues com informações do R7, Terra, G1 


Não será publicado.




Desejo Receber Informativos (não enviamos SPAM)





Maria Tatiana Barros de Oliveira Ana Karina Matos Guimarães Luiz Paulo Viola Ana Carolina Salvador Custódio Emily Guedert de Araújo Fabrício Krettli de Souza Diego Machado Rodrigues Nicolas Cauã Secco Roberta Yuri Yoshifusa Carlos Eduardo Mendes de Jesus Reginaldo Marcelo Vizani Marielma de Jesus Sampaio Rosa Maria Leite Alves Luciana Barreto Montanhana André Barros dos Santos Júnior Kerolly Alves Lopes Roberto Pires de Jesus  Denise Quioca Renata de Cássia Yoshifusa Stephanie dos Santos Teixeira Felipe Tsutomu Honorato Shiba
 
Blogger   Youtube   Facebook   Twitter   RSS