Autor: Carlos Santiago
Gabriela Sou da Paz
Diga não à impunidade
Blog Blog   |   Fale Conosco Fale Conosco   |   Cadastro Cadastro   |   Depoimento Depoimento
 
 
 
Você está em: Inicial > memorial > perfil.php

Ana Karina Matos Guimarães (Assassinato)



 


Participe Participe cadastrando seu caso de impunidade.

Aviso O Movimento Gabriela Sou da Paz não se responsabiliza pela exatidão e veracidade das informações contribuidas voluntariamente abaixo.


Data do Ocorrido: 10/05/2010

Localização: Parauapebas (PA)

Data de Falecimento: 10/05/2010

Sexo: Masculino Masculino
 

Ana Karina Matos Guimarães, 29 anos, grávida, foi assassinada e teve o corpo colocado dentro de um tambor e jogado no Rio Itacaiúnas, Parauapebas-PA, em 10/05/2010.

Ana Karina Matos Guimarães estava grávida de 9 meses de Alessandro, que era noivo de outra mulher. Ele foi a última pessoa vista com Ana Karina Matos Guimarães. Quando foi preso disse à polícia que havia ido ao seu encontro para acertar os detalhes do pagamento do parto da criança. De acordo com o delegado André Albuquerque, a confissão do pecuarista aconteceu na noite do domingo.

O Corpo de Bombeiros e a polícia continuam as buscas pelo corpo de Ana Karina Matos Guimarães, em Parauapebas  - Pará. Grávida de 9 meses, Ana Karina Matos Guimarães foi assassinada pelo ex-companheiro, o empresário e pecuarista Alessandro Camilo de Lima e jogada no Rio Itacaíunas. Um dos pistoleiros que participou do planejamento do crime e ocultação do cadáver, conhecido como Magrão, foi espancado por outros presos na delegacia de Parauapebas. Ele foi levado para o hospital e logo que foi liberado voltou para a unidade policial.

- Ele confessou a participação no crime e na ocultação do cadáver e, como se houvesse justificativa, disse que planejou tudo porque não aguentava mais as pressões da vítima - disse o delegado.

Foi Magrão quem levou a polícia até o local onde Ana Karina Matos Guimarães foi morta. Segundo ele, o empresário disparou os tiros. Ele e outro comparsa teriam colocado o corpo dentro de um tambor, com pedras e entulhos, e jogado no rio.

Chegou à conhecimeto da Polícia Civil de Parauapebas, no sudeste paraense, um boato que estaria circulando na cidade, sobre um corpo que teria sido encontrado queimado, no centro de Parauapebas. A suspeita era que fosse de Ana Karina Matos Guimarães, desaparecida desde maio. Ela estava grávida de nove meses. Três pessoas foram indiciadas por suspeita da morte da jovem, um deles o ex-companheiro dela, um pecurista local.

De acordo com informações da assessoria de imprensa da Polícia Civil, esse boato estaria circulando pela cidade e chegou ao conhecimento da polícia nesta quinta-feira (1). 

-A informação é de que um corpo queimado teria sido encontrado, mas segundo o delegado André Albuquerque, que investiga o caso, a polícia esteve lá, mas nada foi confirmado-, informou o assessor de imprensa da Polícia Civil do Pará, Walrimar Santos.
 
Três pessoas foram indiciadas pelo assassinato da jovem, cujo corpo não foi encontrado até hoje. O ex-companheiro de Ana Karina, o pecuarista Alessandro Camilo e Florentino Sousa Rodrigues, conhecido como Minêgo, Francisco de Assis Dias, o Magrão, como cúmplices do crime.
 
Graziela Barros de Almeida, a noiva do pecuarista Alessandro Camilo, réu confesso da morte de Ana Karina e seu filho, está com mandado de prisão temporária decretado pela justiça. O delegado André Albuquerque foi quem solicitou a prisão por constar nos autos indícios de que Graziela tenha envolvimento na morte de Ana Karina.
 
A família da comerciaria Ana Karina Matos Guimarães, assassinada no dia 10 de maio pelo fazendeiro Alessandro Camilo com cooperação no crime de Francisco de Assis, o Magrão, Florentino de Sousa, o Minego, e Grasiela Barros – namorada de Alessandro – voltou a fazer protestos ontem (27) em frente à Câmara Municipal de Parauapebas e noticiou a chegada da equipe de mergulhadores que resgatou os corpos dos irmãos Novelino da baia do Guajará no ano de 2007.
 
Os mergulhadores vão retomar as buscas pelo corpo de Ana Karina no rio Itacaiunas e uma nova varredura será feita até a chegada do rio ao município de Marabá. Conforme Maria Íris, mãe de Ana Karina, um carro para transportar os equipamentos do grupo já foi enviado a capital do Estado. O custo do trabalho dos mergulhadores, caso não achem o corpo, é de R$ 10 mil e se encontrarem o cadáver, o preço será de R$ 25 mil.
 
“Tivemos uma reunião nesta semana com algumas autoridades e eles afirmaram que os bandidos continuam dizendo que o corpo foi jogado de cima da ponte dentro do rio Itacaiunas. O Corpo de Bombeiros procurou o corpo, mas com o pouco aparato que tinham, não conseguiram achar minha filha, negligência ou não, é responsabilidade do Estado e Ana Karina não foi encontrada. Diante disto, estamos contratando esses mergulhadores, mas, precisamos de dinheiro e nós não temos, até desempregada estou. Peço a toda a população do Estado e do Brasil que me ajude, pois o dinheiro que arrecadarmos servirá para pagar estes mergulhadores da capital”, ressaltou Maria Íris. Ela ainda enfatizou que estará indo esta semana para São Paulo onde deverá se encontrar com o apresentador de TV Ratinho e por fim repassou o número da conta que está no nome dela para quem quiser ajudar com qualquer quantia: Banco Bradesco, agência: 2008-7 e Conta Corrente 1167-3 em nome de Maria Íris Matos Guimarães.
 
Mobilização – Maria Íris disse que com o corpo de Ana Karina encontrado, ou não, fará uma grande passeata pelas ruas de Parauapebas no próximo dia 10 de agosto, data em que completará três meses do assassinato da vítima. 
 
“Não vou descansar enquanto não realizar um enterro digno para a minha filha, nem que seja apenas com os ossinhos dela, mas vou fazer uma cerimônia que ela merece. Ela será enterrada no município de Marabá e para lá, seguiremos numa grande carreata”, ressalvou Maria Íris.
 
A mãe de Ana Karina ainda tem esperanças de que o neto dela esteja vivo. Ela disse acreditar que a criança nasceu antes que a vítima fosse morta. Por outro lado, Maria Íris também trabalha com a hipótese do neto estar morto. “Caso isso seja comprovado, farei o enterro dos dois”, observou.
 
Por fim, ela afirmou que quer ver Grasiela Barros presa, uma vez que Grasi é a principal acusada de ter arquitetado a morte de Ana Karina. “Esta mulher deve ser presa e pagar pelo o que ela fez”, finalizou Maria Íris.

Ana Karina Matos Guimarães estava grávida de 9 meses de Alessandro, que era noivo de outra mulher. Ele foi a última pessoa vista com Ana Karina Matos Guimarães. Quando foi preso disse à polícia que havia ido ao seu encontro para acertar os detalhes do pagamento do parto da criança.

- Ele confessou a participação no crime e na ocultação do cadáver e, como se houvesse justificativa, disse que planejou tudo porque não aguentava mais as pressões da vítima - disse o delegado.

Três pessoas foram indiciadas pelo assassinato da jovem, cujo corpo não foi encontrado até hoje. O ex-companheiro de Ana Karina, o pecuarista Alessandro Camilo e Florentino Sousa Rodrigues, conhecido como Minêgo, Francisco de Assis Dias, o Magrão, como cúmplices do crime.

Graziela Barros de Almeida, a noiva do pecuarista Alessandro Camilo, réu confesso da morte de Ana Karina e seu filho, está com mandado de prisão temporária decretado pela justiça. O delegado André Albuquerque foi quem solicitou a prisão por constar nos autos indícios de que Graziela tenha envolvimento na morte de Ana Karina.


Não será publicado.




Desejo Receber Informativos (não enviamos SPAM)






Victoria Rippel em 17/04/2014 15:34
pobre jovem, que deus conforte a familia dela.

Lore de Santana Vaz Maycon Peterson Rodrigues Pantoja Cláudio Von Randow de Almeida Larissa dos Santos Atanázio Manoel Maria da Conceição Junior Shara Ruana Reis Glauco Villas Boas Mariana Rocha de Souza Ana Lidia Sousa Gomes Pedro Davison Bárbara Guimarães Lopes  Ricardo Prudente de Aquino Renata de Cássia Yoshifusa Vítor Vicente de Macedo Silva Jacqueline Ruas Chang Tony Fregona Sampang Rodrigo Yamawaki Aguilar Roig Hermes Tadeu Moraes Eveline Moreti Soares Sigouney Tereza Coelho de Moraes Ana Beatriz de Souza
 
Blogger   Youtube   Facebook   Twitter   RSS