Autor: Carlos Santiago
Gabriela Sou da Paz
Diga não à impunidade
Blog Blog   |   Fale Conosco Fale Conosco   |   Cadastro Cadastro   |   Depoimento Depoimento
 
 
 
Você está em: Inicial > memorial > perfil.php

Daniella Ferrante Perez Gazolla (Assassinato)



 


Participe Participe cadastrando seu caso de impunidade.

Aviso O Movimento Gabriela Sou da Paz não se responsabiliza pela exatidão e veracidade das informações contribuidas voluntariamente abaixo.


Data do Ocorrido: 28/12/1992

Localização: Rio de Janeiro (RJ)

Data de Nascimento: 11/08/1970 (22 anos)

Data de Falecimento: 28/12/1992

Sexo: Feminino Feminino
 

Daniella Ferrante Perez Gazolla, 22 anos, atriz e dançarina, foi uma das grandes revelações de 1992 com sua personagem, “Yasmim”, da novela “De Corpo e Alma”, pela emissora Rede Globo de Televisão.

Em 28/12/1992, Daniella Perez, 22 anos, foi assassinada pelo colega de trabalho, o ex-ator, Guilherme de Pádua, e por sua então mulher Paula Nogueira Thomaz, que a emboscaram e mataram com 18 golpes de tesoura, sendo oito delas no coração. O corpo da jovem foi encontrado num matagal na Barra da Tijuca – Rio de Janeiro.

Esse caso causou muita indignação à população brasileira o fato do casal de assassinos, poucas horas depois de atirar o corpo de Daniella Perez num matagal, ter ido abraçar e prestar solidariedade à família dela, chegando à delegacia no próprio carro onde começaram a apunhalar a atriz.

Julgados e condenados por homicídio duplamente qualificado, com motivo torpe e impossibilidade de defesa da vítima. Foram condenados a 19 anos de prisão, mas cumpriram apenas 6 anos.

Hoje, são divorciados e casaram novamente, levam uma vida normal e caso alguém os chamem de "assassinos" julgam como calúnia. Ambos evitam o assédio da impressa. Paula Thomas vive no apartamento dos pais em Copacabana, Rio de Janeiro; enquanto Guilherme de Pádua trocou de sobrenome e se tornou pastor no interior de Minas Gerais.

A indignação popular que se seguiu a esse episódio resultou na alteração da legislação penal, graças aos esforços da mãe de Daniella Perez, Glória Perez, que encabeçou uma campanha de assinaturas e conseguiu fazer passar a primeira iniciativa popular de projeto de lei a se tornar lei efetiva na história do Brasil.

Ainda que a mudança da lei não tenha atingido os assassinos de Daniella Perez, a partir daí o homicídio qualificado passou a ser punido com mais rigor.

Por Sandra Domingues, com informações do Terra, Revista Veja e Revista Época

Guilherme de Pádua

 Paula Nogueira Thomaz

Daniella Ferrante Perez Gazolla, 22 anos, atriz e dançarina, foi uma das grandes revelações de 1992 com sua personagem, “Yasmim”, da novela “De Corpo e Alma”, pela emissora Rede Globo de Televisão.

Em 28/12/1992, Daniella Perez, 22 anos, foi assassinada pelo colega de trabalho, o ex-ator, Guilherme de Pádua, e por sua então mulher Paula Nogueira Thomaz, que a emboscaram e mataram com 18 golpes de tesoura, sendo oito delas no coração. O corpo da jovem foi encontrado num matagal na Barra da Tijuca – Rio de Janeiro.

Julgados e condenados por homicídio duplamente qualificado, com motivo torpe e impossibilidade de defesa da vítima. Foram condenados a 19 anos de prisão, mas cumpriram apenas 6 anos.

Hoje, são divorciados e casaram novamente, levam uma vida normal e caso alguém os chamem de "assassinos" julgam como calúnia. Ambos evitam o assédio da impressa. Paula Thomas vive no apartamento dos pais em Copacabana, Rio de Janeiro; enquanto Guilherme de Pádua trocou de sobrenome e se tornou pastor no interior de Minas Gerais.

Por Sandra Domingues, com informações do Terra, Revista Veja e Revista Época



Não será publicado.




Desejo Receber Informativos (não enviamos SPAM)






Fefe em 19/07/2014 22:09
Esse guilherme e essa paula são dois covardes filhos da puta! Dany brilha


Geraldo em 16/02/2014 02:17
infelizmente a justiça condena justo estamos preso e bandido solto assim tal e a lei.


Gabriella Sofieh em 28/12/2012 23:53
Daniella uma menina! Uma menina linda que morreu de forma cruel. Tristeza sempre haverá. Força a Glória e Raul.


Elaine em 12/10/2012 18:38
o tempo passou mas daniella nao foi esquecida sempre fico pensando se ela tivesse aqui que papel ela teria feito em caminho das indias


Lane em 09/07/2012 19:07
Até hj não me conformo com isso, os assassinos estão a solta, aliás nem podemos mais chamá-los assim, pois é calúnia!!!! (pelo visto a "justiça" entende que ela nunca nasceu...) e ela morta, reconstruíram suas vidas e ela nem teve a oportunidade de ter uma vida, uma família, um futuro. Isso é ridículo!!!! Que justiça ridícula, que só vê o lado das pessoas ruins...


Henrique em 28/12/2011 17:55
Muita saudades... Descanse em paz.

Chacina de Vigário Geral Renata Melo do Amaral Saulo Victor da Silva Alex Hausch Rodrigo Brisola Meira Angelito Barros Correia de Mello Tânia Maria Coelho Araújo  Renata Alexandre Costa Coelho Marcos Itiberê Rodrigues de Castro Caiado Filho Alexandre dos Santos Carla Vicentini Hector Manoel Soares Villanueva Lucas Cardoso Fortuna Patrícia Amieiro Branco de Franco Camila Mozer Pires Machado  Carlos Eduardo Lira dos Santos Rampini Natan Gabriel Barreto Rafael de Jesus André Luiz Lemos da Costa Natália Marina De Carli Cleonice Marinho de Araújo
 
Blogger   Youtube   Facebook   Twitter   RSS