Autor: Carlos Santiago
Gabriela Sou da Paz
Diga não à impunidade
Blog Blog   |   Fale Conosco Fale Conosco   |   Cadastro Cadastro   |   Depoimento Depoimento
 
 
 
Você está em: Inicial > memorial > perfil.php

Emerson Ferreira Porto (Assassinato)



 


Participe Participe cadastrando seu caso de impunidade.

Aviso O Movimento Gabriela Sou da Paz não se responsabiliza pela exatidão e veracidade das informações contribuidas voluntariamente abaixo.


Data do Ocorrido: 14/05/2010

Localização: Rio de Janeiro (RJ)

Data de Falecimento: 14/05/2010

Sexo: Masculino Masculino
 

Emerson Ferreira Porto, 13 anos, foi assassinado por tentar brincar com o cavalo do carroceiro, Ronaldo Prudêncio Jesus Bento, Rio de Janeiro-RJ, em 14/05/2010.

Segundo a polícia, Emerson Ferreira Porto saiu de casa na última sexta-feira de manhã, 14/05/2010. Próximo à comunidade do Jacarezinho, onde mora, ele pegou o ônibus com amigos para ir à escola. No meio do caminho, eles viram um cavalo e desceram do ônibus para montar no animal. O problema é que a cena foi em Pilares, perto de um dos acessos do morro do Urubu, comunidade dominada por uma facção criminosa rival a do Jacarezinho.

Um menino de 9 anos estava com Emerson Ferreira Porto. Ele contou que dois homens se aproximaram e agrediram os dois. A criança, que conseguiu escapar, tem marcas das chicotadas que levou no rosto.

Segundo depoimento de M. na 25ª DP (Rocha), ele e Emerson Ferreira Porto, que estudava na 6ª série, saíram da Escola Municipal George Summer, no Jacaré, pouco antes das 9h, para ir a um shopping em Madureira. Na Rua João Ribeiro, altura de Pilares, viram um cavalo na beira da pista e decidiram descer do ônibus. Ao se aproximarem do animal, porém, foram abordados por três homens — um deles identificado como Paulo Henrique Ferreira, o Sem-Braço, 22 anos, e outro apenas como Ronaldo.

“Perguntaram de onde a gente era, e Emerson Ferreira Porto respondeu que éramos do Jacarezinho, o que deixou eles muito irritados. O homem que não tinha um braço me deu logo uma chicotada no rosto. Consegui sair correndo, mas vi os homens dando uma gravata e quebrando as pernas do Emerson com um porrete”, lembrou M., que só contou aos pais o que tinha ocorrido na noite de sexta. Ao longo daquele dia, parentes de Emerson Ferreira Porto já procuravam pelo menino em hospitais da região.

Em 15/05/2010, sábado, policiais do 3º BPM (Méier) conseguiram localizar Paulo Henrique e o levaram até a 25ª DP. Mesmo tendo sido reconhecido por M., o suspeito foi posto em liberdade por policiais de plantão, porque, de acordo com o delegado Carlos Henrique Machado, não havia provas que o incriminassem, já que o registro de desaparecimento de Emerson Ferreira Porto só foi feito depois.

Desesperadas, a mãe de Emerson Ferreira Porto, Elizângela Alves Ferreira, 30 anos, a tia, Eliane Queles, 51, e a vizinha, Sandra Silva, 49, foram até o Morro do Urubu, onde chegaram a implorar aos traficantes que libertassem o estudante.

"Eles disseram que ele não estava lá e que não sabiam de nada. Deixei o número do meu telefone com pessoas da comunidade e hoje (ontem) recebi um telefonema anônimo informando o local onde o corpo foi deixado. Fui lá e o encontrei. Ele estava desfigurado, enforcado com a camisa da escola e ainda com as pernas e braços quebrados. Estamos todos chocados”, afirmou Eliane.

O carroceiro Ronaldo Prudêncio Jesus Bento, de 28 anos, foi levado, no fim da tarde de terça-feira (18/05/2010) para a sede da Polinter, na Zona Portuária. Ele estava preso na Divisão de Homicídios (DH), na Barra da Tijuca, após se apresentar à polícia, na noite desta segunda-feira. O homem assumiu que matou Emerson Ferreira Porto, de 13 anos. O corpo do menino foi encontrado na Rua Vicente Machado, no Morro do Urubu, entre Pilares e Tomás Coelho, Zona Norte do Rio. 

Algemado, ele contou, detalhadamente, como matou o garoto. Ronaldo afirmou que as crianças — Emerson e um amigo de 9 anos, que conseguiu escapar — estavam tentando roubar o seu cavalo, solto nos arredores da linha férrea. 
— Os dois estavam em cima do meu cavalo. Corri com o chicote e consegui acertar, mas correu um pra cada lado. O menorzinho fugiu, mas eu segurei o mais velho. Estava nervoso, coloquei a camisa dele em volta do pescoço e fiz — relatou Prudêncio. 
 
Ele pediu perdão ao pai de Emerson e disse que se arrependeu, logo depois de confessar o crime. Ronaldo negou ter qualquer ligação com o tráfico de drogas da comunidade, dominada por uma facção rival da que comanda a Favela do Jacarezinho, onde morava o menor assassinado. 
— Queria pedir desculpas ao pai dele e a minha mãe. Na hora, eu tava muito nervoso — insistiu o carroceiro.

Ronaldo Prudêncio Jesus Bento, de 28 anos, assumiu que matou Emerson Ferreira Porto, de 13 anos

O carroceiro Ronaldo Prudêncio Jesus Bento, de 28 anos, foi levado, no fim da tarde de terça-feira (18/05/2010) para a sede da Polinter, na Zona Portuária. Ele estava preso na Divisão de Homicídios (DH), na Barra da Tijuca, após se apresentar à polícia, na noite desta segunda-feira. O homem assumiu que matou Emerson Ferreira Porto, de 13 anos. 



Não será publicado.




Desejo Receber Informativos (não enviamos SPAM)






Mirelle em 29/07/2013 15:10
Muitas saudades do meu primo,faz muita falta.


Roseane em 16/03/2012 11:01
Primo Emerson descanse em paz você não merecia isso mas Deus sabe tudo o que faz tenho certeza que você ta em um bom lugar Saudades Eterna.


Eliana em 10/11/2011 12:13
eu conheço a família dele e fiquei sabendo esses dias desse ocorrido fiquei muito triste porque eu tenho um filho e sentir muito espero que as autoridades nunca deiche esses verme sair da cadeia.


Brenda em 24/08/2011 20:34
EU CONHECIA O EMERSON , ELE NÃÃO MERECIA ISSO DE JEITO NENHUM , SEIII QUE AONDE ELES ESTIVER SEMPRE SERÁ LEMBRADO

Kassia Karinne Magalhães Caíque Müller de Oliveira Santana Liana Friedenbach Alex Hausch Cesar de Almeida Franco Marcelo Caetano  Tayná Adriane da Silva Mariana da Silva Paranhos Adelson Loiola da Silva Diego da Rosa Hammes Rosimere Aparecida Soares Jaime Gold Elaine Gabriel Duarte de Lima Natasha Manuelle Correia Pinheiro Marcos Roberto Pretel Viana Thiago De Osti Cardoso Lopes Bruna Leite Sena Juliana Pereira da Silva Padre Wagner Rodolfo da Silva Pedro Eduardo de Lima Quênia Rosa Santos
 
Blogger   Youtube   Facebook   Twitter   RSS