Autor: Carlos Santiago
Gabriela Sou da Paz
Diga não à impunidade
Blog Blog   |   Fale Conosco Fale Conosco   |   Cadastro Cadastro   |   Depoimento Depoimento
 
 
 
Você está em: Inicial > memorial > perfil.php

Richard Richter (Assassinato)



 


Participe Participe cadastrando seu caso de impunidade.

Aviso O Movimento Gabriela Sou da Paz não se responsabiliza pela exatidão e veracidade das informações contribuidas voluntariamente abaixo.


Data do Ocorrido: 19/01/2006

Localização: (RS)

Data de Nascimento: 12/02/1976 (29 anos)

Data de Falecimento: 19/01/2006

Sexo: Masculino Masculino
 

Em 19/01/2006, Richard Richter, 29 anos, advogado, foi assassinado cruelmente com 14 tiros, por um cliente que teve uma negativa na audiência no mesmo dia no período da tarde. Segundo relato da família de Richard Richter, o cliente ligou pedindo para o encontrar à noite, e quando chegou, mal desceu do carro e cliente começou a atirar e  Richard Richter correu mesmo estando com uma perna quebrada, foi levando outros tiros, e quando caiu o assassino ainda deu 3 tiros na sua cabeça. 

Era uma noite de calor e em frente a uma padaria que estava lotada, mas as testemunhas sumiram, por medo. A única testemunha que tinhamos, quando o assassino foi preso mudou no dia seguinte seu testemunho, deixando assim o assassino em liberdade, para continuar a acabar com mais vidas, acabar com mais familias. Desejam que Richard Richter não seja apenas mais um número nas estatísticas. Só querem justiça.

Segunda a irmã de Richard Richter, o assassino não matou só seu irmão, e sim destruturou uma família. Por isso, deseja justiça pelo o asssassinado de Richard Richter para que outras famílias não sofram como a dela.

 

Em 19/01/2006, Richard Richter, 29 anos, advogado, foi assassinado cruelmente com 14 tiros, por um cliente que teve uma negativa na audiência no mesmo dia no período da tarde. Segundo relato da família de Richard Richter, o cliente ligou pedindo para o encontrar à noite, e quando chegou, mal desceu do carro e cliente começou a atirar e  Richard Richter correu mesmo estando com uma perna quebrada, foi levando outros tiros, e quando caiu o assassino ainda deu 3 tiros na sua cabeça. 

Era uma noite de calor e em frente a uma padaria que estava lotada, mas as testemunhas sumiram, por medo. A única testemunha que tinhamos, quando o assassino foi preso mudou no dia seguinte seu testemunho, deixando assim o assassino em liberdade, para continuar a acabar com mais vidas, acabar com mais familias. Desejam que Richard Richter não seja apenas mais um número nas estatísticas. Só querem justiça.

Segunda a irmã de Richard Richter, o assassino não matou só seu irmão, e sim destruturou uma família. Por isso, deseja justiça pelo o asssassinado de Richard Richter para que outras famílias não sofram como a dela.



Não será publicado.




Desejo Receber Informativos (não enviamos SPAM)





Tereza Maria Nogueira Cobra Ana Clara Cunha da Mata Murilo Rezende da Silva Bruna Alessandra Costa de Souza Caroline Silva Lee Ana Karina Matos Guimarães Patrícia Lourival Acioli Nicolas Fuzaro Mori Gabriela Colnago de Castro Caiado Tatiane de Almeida Alves Marcia Nascimento Gomes Victor Emanuel Muanis Miguel Cestari Ricci dos Santos Líbio Chaves Mendonça Daniel da Silva Ferreira Pinheiro Valdir Marques Gilmar Rafael Souza Yared Joana Aparecida da Silva Santos Renato Moreira Brandão Olival Felix Possidonio Adna Priscila Alves da Silva
 
Blogger   Youtube   Facebook   Twitter   RSS